quinta-feira, 25 de junho de 2015

CUIDADOS COM A PELE NO INVERNO

Pele precisa de hidratação reforçada no tempo frio
O tempo mais frio e a umidade mais baixa deixam a pele ressecada. Por não ser um período onde o sol é muito forte, a maioria das pessoas acaba se descuidando, e é aí que entram em cena as doenças dermatológicas. Especialistas alertam que o tempo frio também é um grande inimigo da pele, e o descuido pode gerar ou potencializar doenças sérias.
Segundo o dermatologista Erasmo Tokarski, o grande vilão para a pele durante o inverno é o chuveiro: “No frio, as pessoas tomam banhos mais quentes e mais longos. Isso retira a camada de gordura protetora da pele, que já fica mais fina naturalmente quando a temperatura cai. Essa camada é essencial para manter a hidratação da pele e evita a penetração de bactérias e fungos. Seu enfraquecimento deixa a pele seca e mais sujeita a coceiras e alergias. Além disso, áreas como virilha, axilas e pés ficam vulneráveis a infecções”, explica ele.
Dr. Erasmo Tokarski.
Entre as doenças mais comuns nessa época do ano estão a dermatite atópica (ou eczema atópico), uma alergia crônica bastante comum em crianças, que ocorre por uma deficiência de hidratação do organismo. Ela provoca coceiras e até lesões mais sérias, que podem formar crostas e soltar secreções. Também é normal o surgimento da conhecida “impinge”, a dermatofitose da pele, que é agravada durante a temporada mais fria, causando manchas brancas pelo corpo de aparência bastante desagradável. A dermatite seborreica é uma descamação da pele causada pelo ressecamento, muito comum nessa época do ano, ela ocorre principalmente na cabeça e na face, e são caracterizadas por intensa produção de oleosidade, descamação e coceira. Outro problema típico são as urticárias, que se manifesta com placas edematosa, ou seja, inchaços. O problema acontece com maior incidência nas áreas que ficam expostas, mas podem ocorrer em qualquer parte do corpo, causando coceira e ardência. “O ideal é se aquecer, tomar medicação antialérgica e evitar a exposição ao frio.”
Além das doenças que tem mais propensão nessa época do ano, existem aquelas que são agravadas nesse período, como a psoríase. De causa genética e caracterizada pela aparição de placas avermelhadas com escamas grossas nos joelhos, cotovelos e no couro cabeludo, o frio pode potencializar seus sintomas, por isso é preciso estar atento aos cuidados.
Seguindo algumas dicas simples, você pode conservar a saúde da sua pele no inverno, vamos a elas?
1 - Evite banhos quentes e seque bem todo o corpo, principalmente as partes mais sujeitas a infecções;
2 - Evite excesso de sabonetes;
3 - Use sempre hidratante;
4 - Utilize protetor solar;
5 - Evite o contato direto da pele com fibras sintéticas e lãs. Recomenda-se usar uma malha fina de algodão entre a pele e esses tecidos

6 - Evite ficar passando a língua nos lábios porque a saliva possui substâncias digestivas que agridem o lábio e causam rachaduras e até mesmo herpes. 

fonte: Destack comunicação
foto:Divulgação

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo