domingo, 15 de novembro de 2015

Fez história! Holly Holm conquista o cinturão do peso-galo do UFC e põe fim a era de Ronda Rousey

Combate entre as americanas bateu recorde em evento realizado em Melbourne, na Austrália
O Etihad Stadium foi o palco escolhido para o UFC 193, que aconteceu neste sábado(14). Com capacidade para 70 mil pessoas, o evento quebrou o recorde de público da organização
Mais de 56 mil pessoas estiverem presentes para ver o esperado duelo entre a então campeã peso-galo, Ronda Rousey contra a desafiante Holly Holm. O evento foi tão grandioso, que o presidente do UFC, Dana White fez questão de agradecer aos presentes.'Esta noite foi a maior da história. Quebramos o recorde de público'
Era grande a expectativa para a luta. Já na pesagem, as lutadoras se estranharam e tiveram que ser contidas por Dana White Era a hora do show! O principal evento da noite ia levar os fãs à loucura no UFC 193 no duelo das duas atletas que se mantinham invictas no MMA

 Ronda Rousey  fez cara de poucos amigos e não quis cumprimentar sua adversária, a também norte-americana, Holly Holm. Defendendo seu cinturão, Ronda Rousey foi dominada mesmo andando para frente e controlando o octógono, sofreu com os golpes retos de Holm, ex-boxeadora e multicampeã da nobre arte
A desafiante ao título encaixava bons diretos de esquerda no rosto da campeã. Com dificuldades para achar a distância, Ronda ficou perdida no combate. A campeã bem que tentou fazer seu jogo e derrubar sua adversária, mas quem surpreendeu foi Holly Holm
Depois de desnortear Ronda com um direto, Holm soltou um chute alto e pegou em cheio e a derrubou. A desafiante ainda castigou um pouco mais, caindo por cima, desferiu alguns socos para sacramentar sua vitória
Fim de papo! Herb Dean, o árbitro central, interrompe o combate aos 59 segundos do 2º round, após Ronda ser nocauteada .É o fim de um império que reinava absoluto entre o peso-galo feminino da organização. Holly Holm mantém seu cartel invicto (10-0) e faz história dentro do UFC. No fim, o respeito prevaleceu entre as adversárias e uma possível revanche já foi aceita. Holly Holm, a nova campeã peso-galo do UFC, se emociona e desfila com seu cinturão.
  Outra luta muito esperada para a noite de sábado(14), era a revanche entre Mark Hunt contra Antônio Pezão. Dois anos atrás, os dois travaram uma verdadeira guerra dentro do octógono resultando em um empate. O peso-pesado Antônio Pezão era o único brasileiro no card do UFC 193

 Longe de durar os três rounds como da última vez, Pezão bem que tentou trazer a vitória para o Brasil. Mas o neozelandês, Mark Hunt, acertou em cheio um cruzado de esquerda que derrubou o peso-pesado brasileiro. Aos 3m41s do primeiro round, Hunt deu um ponto final na revanche. AnteriorA desafiante ao título encaixava bons diretos de esquerda no rosto da campeã. Com dificuldades para achar a distância, Ronda ficou perdida no combate Próximo
A desafiante ao título encaixava bons diretos de esquerda no rosto da campeã. Com dificuldades para achar a distância, Ronda ficou perdida no combate  
Holly Holm mantém seu cartel invicto (10-0) e faz história dentro do UFC. É o fim de um império que reinava absoluto entre o peso-galo feminino da organização. . Holly Holm, a nova campeã peso-galo do UFC, se emociona e desfila com seu cinturão.  O peso-pesado Antônio Pezão era o único brasileiro no card do UFC 193 Outra luta muito esperada para a noite de sábado(14), era a revanche entre Mark Hunt contra Antônio Pezão. Dois anos atrás, os dois  travaram uma verdadeira guerra dentro do octógono resultando em um empate.
Foto: Reprodução/UFC 

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo