segunda-feira, 16 de novembro de 2015

HMIB comemora 49 anos

Instituição inovou ao criar um mural no qual mostra os custos do hospital e a conta–paciente, ainda em fase de implantação
Com um volume de atendimento na Emergência da Pediatria que chega a 260 crianças por dia e uma média de 400 partos por mês, o Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB) promove, a partir desta segunda-feira (16), diversas atividades para comemorar seus 49 anos.
 O HMIB reafirma-se como unidade de saúde do Distrito Federal especializada no atendimento do binômio mãe/bebê.  “Planejamos essa semana comemorativa visando o nosso papel como centro de referência terciária para a saúde da mulher e da criança. Com a programação variada, tentamos oferecer informação de qualidade para a formação dos nossos profissionais”, relata a Diretora do HMIB, Martha Gonçalves Vieira.
 O Cronograma começa com evento em comemoração ao Dia Mundial contra a Diabetes na segunda-feira (16), às 9 horas, no Grande Auditório. A semana seguirá com palestras sobre prematuridade, saúde do homem - com enfoque na prevenção do câncer de próstata - e apresentação da interface entre Saúde e Justiça na relação mãe-filho, concedida pela Promotoria de Defesa da Infância e Juventude. As festividades vão até sexta-feira (20).
O ponto alto será na quarta-feira (18), momento em que o Conjunto Império do Som dos Dragões da Independência abrirá o evento. A festividade marcará a inauguração oficial do Centro de Ensino e Pesquisa para o SUS da Regional Sul (CEPE-SUS). 
 Sua criação é considerada um importante passo da nova gestão para o alinhamento às novas diretrizes do programa de certificação dos hospitais de ensino, estabelecido pela portaria interministerial GM/MS/MEC nº 285, 24 de março de 2015.  A iniciativa tem como objetivo fortalecer o ensino, a pesquisa e a educação permanente na área da saúde e contará com a presença de representantes da instituições de ensino parceiras do hospital e da SES/DF.
Ainda na quarta-feira serão apresentados dados inéditos de custos e gastos da atenção básica e centros especializados da Regional de Saúde da Asa Sul. Desde 2013, o HMIB destaca-se em relação à quantidade e à qualidade das informações sobre despesas e produção na saúde pública. A instituição inovou criando um mural, no qual a gestão mostra aos pacientes e servidores os custos do hospital e a conta–paciente, ainda em fase de implantação.
 “A regional da Asa Sul, em 2015, conseguiu levantar seus custos com a inclusão dos Centros de Saúde, Adolescentro e Unidade Mista. Esse quadro foi o resultado de um trabalho com a aplicação de políticas de sensibilização para que houvesse uma mudança de cultura”, relata Lucas Bahia, chefe do Núcleo de Controle de Custos do HMIB.

 “Esperamos que o HMIB fortaleça-se cada vez mais na oferta da assistência de alta qualidade, predominantemente nas tecnologias leves, e transforme-se em um polo formador de profissionais preparados para trabalhar em equipes multidisciplinares e sinérgicas”, finaliza o Coordenador Geral de Saúde da Asa Sul, Rodolfo Alves Paulo de Souza. 

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo