terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Como lidar melhor com os erros

Falhas devem ser trabalhadas em vez de ignoradas; e vistas como oportunidades de crescimento 
Admitir um erro é difícil, ainda mais quando afeta outras pessoas. Mas ter coragem de assumir e lidar com ele facilita sua resolução e abre portas para o amadurecimento pessoal. Flávio Resende, coach brasiliense especialista em Life Coaching e em Coaching Ontológico, explica que, com perseverança e crença em si próprio, é possível ver além.
É comum desistir no primeiro erro, ou tentar ignorá-lo como forma de evitar o sentimento de culpa que vem ao aceita-lo. Para Flávio, isso acontece “porque temos uma tendência de nos punirmos quando algo não dá certo; ou pior: nem chegamos, muitas vezes, a correr o risco para não ter que se sentir julgado (em algumas situações, por si mesmo). ”  Na verdade, há vários estímulos (ou falta de) para que nosso comportamento nos leve para esta escolha. “As pessoas mais criativas lidam melhor com os erros. Se permitem mais, ousam mais”, completa.


Apesar da dificuldade de aceitar falhas, só assim é possível amadurecer, não cometer o mesmo erro e vê-las como oportunidades de fazer diferente. “Tudo é uma questão de olhar! Em como e de que forma somos capazes de olhar através do que acontece. O erro pode ser uma oportunidade quando somos capazes de reconhecer que as coisas não se esgotam em si. Dependem de uma série de variáveis. E, num mundo que valoriza cada vez mais a inovação e a criatividade, quem souber lidar melhor com isso já está na frente”, diz o coach.
Para persistir diante do erro, um dos fatores mais importantes é a autoconfiança. “Se eu acredito e persevero, tenho mais chances de alcançar o que desejo. E se não alcanço, entendo que cheguei onde foi possível e me sinto tranquilo com isso ”, diz Resende, que completa dizendo ser um bom exercício é tentar ter uma visão mais ampla da situação. “Ao perceber o tamanho do problema com relação à sua caminhada, será mais fácil se desvincular do sentimento de culpa para, assim, ter chance de visualizar uma solução”.
Flávio explica que, no ambiente de trabalho não há receitas pré-estabelecidas. “É importante, apenas, respeitar e saber lidar com o limite e espaço do outro. E os seus próprios”. Para ele, “vivemos, infelizmente, numa sociedade castradora em que errar poucas vezes ou quase nunca é permitido. Perceber, portanto, que hoje você é uma pessoa melhor que ontem, com uma perspectiva diferente, pelos erros já cometidos, é um sinal de amadurecimento”, finaliza.
 Sobre o coach Flávio Resende – Flávio Resende, 38 anos, é coach ontológico, pós graduado pela Homero Reis & Consultores. Sua especialidade são as áreas de Life Coaching (o Coaching de Vida, um processo que potencializa as habilidades do coache para que ele possa ampliar as suas conquistas em todas as áreas de sua vida, focando no aumento de performance, no aperfeiçoamento do comportamento e do pensamento, e nos resultados) e Coaching Empresarial (outra modalidade de coaching direcionada a empresários, que consiste em auxiliar, por meio de técnicas, ferramentas e práticas do Coaching. O foco do trabalho é para que estes profissionais desenvolvam novas habilidades e as competências necessárias para o alcance de alta performance no ambiente empresarial).
ASSESSORIA DE IMPRENSA – FLÁVIO RESENDE COACHING CRIATIVO & CONSULTORES
Proativa Comunicação
Contato: Paola Resende
Tel.: (61) 3242-9058/ 82325726
proativa@proativacomunicacao.com.br
Twitter: ProativaC
Facebook: www.facebook.com/proativac
Instagram: proativacomunica

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo