segunda-feira, 18 de abril de 2016

#Começo do fim #Tucanos comemoram aprovação do impeachment

O PSDB selou os rumos do impeachment com o voto emocionante do deputado Bruno Araújo (PE) na noite deste domingo (17). Com a decisão da Câmara, o processo pelo afastamento da presidente Dilma Rousseff por crimes de responsabilidade segue para o Senado. O placar final foi de 367 votos favoráveis ao impeachment, 137 contrários, 7 abstenções e 2 ausências. A sessão de votação durou cerca 6 horas, mas todo o processo de discussão e votação do impeachment consumiu quase 53 horas.
O parecer que recomenda a investigação contra a presidente Dilma Rousseff segue para o Senado Federal. Lá, será constituída uma comissão especial para decidir se convalida, ou não, o pedido de abertura de investigação. Se for aprovado por 41 senadores, a presidente será afastada do cargo e julgada pelo Senado. A condenação, que depende do aval de 2/3 da Casa (54 senadores), tira Dilma do cargo e a torna inelegível por oito anos.
Responsável pelo 342º voto, Bruno Araújo afirmou ter se sentido como “Pelé no milésimo gol”. Representar toda a mobilização nacional pelo fim da gestão Dilma justificou sua passagem pela vida pública, descreveu o tucano.

(Reportagem: Elisa Tecles/ Foto: Alexssandro Loyola)

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo