quinta-feira, 21 de abril de 2016

Sessão Especial da ONU discute o problema das drogas

Sessão Especial da Assembleia Geral das Nações Unidas discutiu a questão das drogas,
 com foco em direitos humanos. 
(Foto: Divulgação/Rick Bajornas)
Na última terça-feira (19), líderes globais se reuniram na sede das Nações Unidas, em Nova York, para debater sobre o “problema das drogas”, com o objetivo de “criar um futuro melhor para os jovens do mundo”. Na reunião da Sessão Especial da Assembleia Geral (UNGASS), líderes abordaram questões de inclusão, e preocupações com direitos humanos e saúde pública. O encontro acontece depois de 18 anos, sobre forte pressão pela revisão de medidas de repressão para livrar o mundo das drogas, iniciada na Convenção Única sobre Entorpecentes, em 1961, e atualizada pela última vez em 1988.
Na semana passada, líderes globais, incluindo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, enviaram uma carta ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pedindo o fim da política de guerra às drogas. O discurso antiextremista também foi reforçado pelo presidente norte-americano, Barack Obama, que no fim do mês passado declarou que o assunto não deve ser visto apelas “pelas lentes do sistema judiciário criminal”.
Contudo, a discussão sobre o tema em âmbito mundial mantém posições bastante divergentes. Enquanto a maior parte do Ocidente entende que o problema das drogas pode ser tratado como uma questão de saúde pública, ainda existem 33 países no mundo que determinam a pena de morte para crimes relacionados ao comércio ilegal de entorpecentes.

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo