quinta-feira, 28 de abril de 2016

#Turismo: Conheça 35 pontos turísticos que são cenários da série e mergulhe em Westeros.

As paisagens mais bonitas da série, que podem ser visitadas
1.Alcázar de Sevilha — Espanha
Os Jardins de Água do Reino de Dorne são muito bem representados pelo Alcazár de Sevilha, localizado em Sevilha, na Espanha. O palácio foi transformado na Casa de Martell e foi escolhido devido à grande incidência de luz que o local recebe durante todo o ano.
Na série, Doran Martell, o príncipe de Dorne, anda pelos exuberantes jardins e pelas salas privadas, que foram construídos por califas e, há cinco séculos, ocupadas por Reis Católicos. Como dica de turismo, vale visitar o belo Baños de Doña Maria de Padilla e a Gruta dos Sultões.
2. Praça de Touros de Osuna — Espanha
Foi a quinta temporada de Game of Thrones que fez a Praça de Touros de Osuna brilhar na TV.  As areias da praça representaram muitíssimo bem a Arena de Meereen — e foram a locação mais cara da História da televisão.
Os fãs da série certamente se lembram do encontro entre o esperado Tryon e Daenerysal, que ocorreu na praça.  Se for visitar Osuna, não deixe de almoçar ou jantar na Taberna Casa Curro — ele é o primeiro restaurante da cidade que traz em seu menu o tema de Game of Thrones. Lá, os clientes podem degustar banquetes como Stark ou um Targaryen
3. A Ponte Romana — Espanha

A turística ponte romana, em Córdoba, na Espanha, deu lugar à ponte Longe de Volantis, na série Game of Thrones. Para gravar as cenas da série no local, foram usados drones e várias câmeras, para que ela parecesse ainda mais longa.
A ponte romana foi construída no primeiro século a.C (antes de Cristo), para substituir uma ponte de madeira. Quem desempenhou a obra foram tropas imperiais; no entanto, depois da reconstrução, ela ficou com 16 arcos — um a menos que o original — e 247 m de comprimento.
4. Aït-Ben-Haddou — Marrocos
O Marrocos também faz parte dos cenários da série. Em Aït-Ben-Haddou, os fãs não podem deixar de seguir as trilhas de Daenerys Targaryen,por meio da Baía dos Escravos e as Cidades Livres. Uma cidade fortificada, localizada a 100 km de Marrakech, proporciona uma vista majestosa de um deserto, atraindo tanto turistas como cineastas e apaixonados por fotografia.
O local é palco de Yunkai, na ficção de Game os Thrones, a menor cidade entre as três na Baía dos Escravos, e a maior das Cidades Livres. Por mais que o Aït-Ben-Haddou esteja fazendo muito sucesso com a série, ele está longe de ser uma cara nova nos filmes de Hollywood. Longas e séries de TV antigos desde os anos de 1960 já levaram o cenário para a telona, como Lawrence da Arábia, Jesus de Nazaré, A Múmia, Gladiador, Alexandre O Grande, Babel e O Príncipe de Persa

5. Essaouira — Marrocos
Enquanto em Game of Thrones a cidade de Astapor fica ao sul de Yunkai, Essaouira, ela está, verdade, localizada a oeste de Aït-Ben-Haddou, e cerca de 100 quilômetros a oeste de Marrakech, na costa atlântica de Marrocos. O ponto turístico que mais marca a cidade é seu muro fortificado, que faz Astapor encher os olhos dos fãs.
No entanto, ao contrário do cenário ficcional, Essaouira é conhecida por ter um ambiente mais descontraído. Na década de 1960, foi um ponto de encontro hippie por onde passaram estrelas do rock como rock, como Cat Stevens e Jimi Hendrix. Além disso, o local é também um porto de pesca, onde é possível saborear receitas à base de frutos do mar
7. Grjótagjá — Islândia
Na nova temporada de Game of Thrones, o "ninho de amor de Jon e Ygritte" vai ser um dos protagonistas. No entanto, vale muito a pena deixar o sofá e visitá-lo no mundo real. Grjótagjá é uma pequena caverna de lava perto do Lago Mývatn, no nordeste da Islândia. Enquanto do lado de fora, a neve faz com que o frio extremo domine o ambiente, dentro da caverna a nascente térmica pode chegar a até 50º C. Ah! Agora fica mais fácil entender como Jon e Ygritte fica tão à vontade 
8. Dimmun borgir — Islândia 

Dimmun borgir, um campo de lava com rochas de diversos formatos, tem vários significados para o folclore da Islândia. Diz a lenda que a cidade está, de alguma forma, ligada ao inferno e ao mesmo tempo à casa dos trolls assassinos. Porém, as crianças Troll, do seriado, não são tão más quanto seus pais: no Natal, elas até brincam como se fossem o Papai Noel. O local também fez parte da vida do personagem Mance Rayder, que montou seu acampamento em Westeros, em Dimmuborgir
9. Vatnajökull — Islândia
Também na Islândia, está a maior geleira da Europa, Vatnajökull.  A área de montanhas que cobre o sudeste do país tem cerca de 13.600 km² de extensão. Em Westeros, fica a misteriosa terra de Além da Parede, onde, na série, residem criaturas míticas
Foto: Thinkstock
10. Höfoabrekka — Islândia
Höfoabrekka, localizada perto de Vik (cidade mais austral da Islândia), fica no pé da geleira Mýrdalsjökull, próximo ao vulcão de Katla. Na série, o local foi chamado de Montanhas Frostfangs, uma vez que foi usado para gravar as cenas traiçoeiras de Frostfangs

11. Parque Nacional Thingvellir — Islândia
Considerado como Patrimônio Mundial da Unesco, o Parque Nacional Thingvellir brilhou nas telinhas na quarta temporada de Game of Thrones. Lá, fica também o Alpingi, o parlamento nacional da Islândia — criado no ano de 930. As atividades funcionaram no prédio até 1798, mas depois, a assembleia em si foi transferida para Reykjavík, capital islandesa
12. Dubrovnik  — Croácia 
Porto Real, o trono oficial dos reis de Westeros, é representado por Dubrovnik, na Croácia. A escolha não é questionável, uma vez que a cidade é monumental e encantadora. Dubrovnik é cercada por paredes espessas de pedra e fica bem no centro de uma península emoldurada por um grande penhasco. Em Game of Thrones, Porto Real é um dos locais mais importantes e aparece na maior parte dos episódios e histórias como um dos principais pontos de encontro entre muitos personagens
13. Minceta Tower — Croácia 
Dubrovnik — Croácia-tursmo-internacional-blog-da-malu
 A Casa dos Imortais de Game of Thrones, repleta de mistério, é a real torre Minceta, que fica ao longo das paredes de Dubrovnik, citadas na imagem anterior. A torre tinha grande importância na época das guerras, uma vez que ficava virada para o continente. Além disso, é considerada um símbolo de “cidade invencível”

Foto: Thinkstock
14. Fortaleza de Lovrijenac — Croácia
Fortaleza de Lovrijenac, na Croácia, brilhou na a partir da segunda temporada da série, representando a Fortaleza Vermelha (o coração do reino Porto Real). É uma rocha elevada que mede 37 m de altura, e, na sua entrada, há uma frase que representa sua importância para o local: “Liberdade não é vendida nem por todo ouro do mundo”.  A baía, em frente à fortaleza, foi palco da filmagem da cena da Batalha de Blackwater
15. Lokrum — Croácia  
A dez minutos de barco da costa de Dubrovnik, está a esplêndida ilha de Lokum. Promotora de uma vista exuberante, a fortaleza fica no ponto mais alto da ilha, sobre o parque nacional protegido. Entre as atrações de Lokrum, há a praia naturista, que, como a maioria das praias da Croácia, tem uma faixa de areia pouco espessa. Na série, a ilha é transformada em Quarth, a “Rainha das Cidades”

16. Trsteno Arboretum — Croácia
Fica encantado sempre que os jardins verdes de Porto Real aparecem na TV? Então você não pode deixar de visitar o Trsteno Arboretum. Localizada na cidade de Trsteno, a vila fica bem perto do mar e a cerca de 10 km de Dubrovnik.  O vistoso jardim tem um aqueduto, responsável pela condução de água a uma fonte embelezada por uma estátua de Netuno, pérgulas cobertas de vinha, um belvedere, pavilhões e uma rica flora. No seriado, você vai imediatamente reconhecer o Trsteno Arboretum nas cenas em que Varys e Tyron caminham pelos jardins exteriores do palácio para traçar planos e trocar segredos
17. Sibenik — Croácia
Conhecida como Braavos, na telinha, Sibenik aparece na quinta temporada de Game of Thrones como uma das Cidades Livres do outro lado do mar estreito. Outro nome dado ao local, na série, é o famoso Banco de Ferro, que abriga a Arya Stark em seu voo de Poniente. A arquitetura medieval de Sibenik é encantadora, protegida por quatro fortalezas e rodeada de paredes antigas. Para os turistas, fica a recomendação: não deixem de visitar a Casa de Preto e Branco e o templo do Deus de Muitas Faces
18. Split — Croácia

A quinta temporada da série traz cenas filmadas no Palácio de Diocleciano, em Split, na Croácia. O complexo enorme do palácio do imperador romano Diocleciano é sede de muitos mistérios históricos que fazem a imaginação do visitante voar para outros tempos
Foto: Reprodução/Skyscanner
19. Klis Fortress — Croácia
Mesmo aparecendo por pouco tempo durante a série, a fortaleza medieval de Klis fica no topo de uma colina, próxima a Split, e vale a pena ser visitada por tamanha exuberância. O local é um dos lugares onde Daenerys planeja seu retorno ao poder
20. Parque Nacional de Krka — Croácia
O verde predomina quando o assunto é essa deslumbrante reserva natural. Conhecido como Paisagens do Oeste nas filmagens de Game of Thrones, o Parque Nacional de Krka, na Croácia, é formado por águas azuis-turquesa cuja trilha sonora são as corredeiras e o jorrar das cachoeiras. Pacífico e tranquilo, o local é uma excelente pedida para turistas em busca de um maior contato com a natureza

21. Tollymore Forest Park — Irlanda do Norte
Com uma vasta área de 600 hectares, no sopé das Montanhas Mourne, em Castlewellan, também na Croácia, o Tollymore Forest Park é ideal para a prática de atividades ao ar livre. Por lá, os visitantes pode caminhar olhando para uma vista exuberante do mar. É nesse local que, na série, um membro da Patrulha da Noite vê uma família de Selvagens morta na neve. Foi por aqui, também, que foram gravados os episódios onde Ned Stark e seus filhos encontram um lobo gigante, e Theon Greyjoy é perseguido a cavalo pelo bastardo de Bolto, Ramsay Snow
22. Castelo Ward — Irlanda do Norte   
O exuberante Castelo Ward proporciona uma vista magnífica para o Strangfort Lough — conhecido, na série, como pátio de Winterfell. O estilo gótico da arquitetura, típico da Idade Medieval, deixa qualquer um de queixo caído. O local tem, também, um jardim submerso, trilhas e bosques. Em Game of Thrones, o local ganhou maior destaque na primeira temporada, sendo o palco da chegada do Rei Robert Baratheon e sua corte à Winderfell
23. Mussenden Temple e Praia de Downhill — Irlanda do Norte

A estonteante praia — cuja extensão ultrapassa os 10 km — chama a atenção dos turistas por sua areia dourada e relva, que abriga o Templo Mussenden. Ele foi construído para dar espaço a uma biblioteca de verão, e foi instalado no topo de um penhasco, com vista para o continente. Na série, tamto o templo como a Praia de Downhill foram usados como a locação externa para Dragonstone.
24. The Dark Hedges — Irlanda do Norte  
A Dark Hedges é considerada uma das mais bonitas avenidas de árvores faia do mundo. Cada muda foi plantada pela família Stuart, no século XVIII, com o intuito de impressionar os visitantes quando se aproximassem da estrada que os levaria à mansão principal georgiana, a Gracehill House. Em Game of Thrones, a Dark Hedges é a estrada que leva até Porto Real. Um dos capítulos em que ela foi destaque foi no que Arya, disfarçada de menino, passa pelo local para fugir da cidade com Yoren, Gendry, Hot Pie e diversas pessoas que queriam se juntar à Patrulha do Norte 

25. Ballintoy Harbour — Irlanda do Norte
A Ballintoy Bay, também na Irlanda do Norte, representa Lordspot (o porto de Pyke, nas Ilhas de Ferro). Localizada na costa de Antrim, esta pequena vila e seu porto tornam o local uma beleza natural ímpar — não é à toa que foi escolhido para ser o Porto de Pyke, na série. Foi lá que Theon Greyjoy colocou os pés de volta nas Ilhas de Ferro.
  26. Cushendall — Irlanda do Norte  
Um vilarejo, caracterizado por um conjunto de cavernas formado ao longo de 400 milhões de anos, pode ser uma ótima forma de contemplar a natureza. Sua arquitetura bucólica de vista pro mar impressiona turistas, uma vez que localizado a apenas 10 km de Cushendall, na Irlanda do Norte. O local foi cenário para a cena em que Davos Seaworth aporta Melisandre, a sacerdotisa vermelha, em terra, depois que ela deu à luz a uma criatura sombria.
27. Larrybane — Irlanda do Norte

Assim como o vilarejo acima, Larrybane — também na costa da Irlanda do Norte — faz parte das Stormlands, na série. O lugar deslumbrante é concetado por uma ponte de corda à Sheep Island. Na série, o Rei Renly monta seu acampamento por lá. É em Larrybane, também, que ocorre o torneio em que Brienne de Tarth vence o Ser Loras Tyrell.
28. Murlough Bay — Irlanda do Norte
Remota e de beleza exuberante, a Murlough Bay proporciona uma vista de tirar o fôlego do mar de Rathlin Island e Mull of Kintyre, na Escócia. A cidade brilhou na TV na 3ª temporada da série, quando representou as Ilhas de Ferro. Lá, Theon montou em um cavalo com sua irmã Yara, e Davos Seaworth naufragou após a Batalha de Blackwater Bay
29. Mdina Gate — Malta  
Saindo da Irlanda do Norte e entrando em Malta, chegamos em Mdina Gate, capital do país. A cidade medieval tem 4 mil anos de idade e é mudara em uma colina, no centro da ilha. Também chamada de Cidade do Silêncio, Mdina Gate tem um portão de entrada esplêndido, que representa o Portão do Porto Real, em Game of Thrones
30. Fort Ricasoli — Malta

Construída no século XIX pelos Cavaleiros de Malta, essa fortificação é um dos primeiros pontos turísticos visitados por quem chega à vila de Kalkara. No mundo de Westeros, o local dá vida ao Portão da Fortaleza Vermelha, em Porto Real
31. Azure Window — Malta  
A 50 m do solo, a rocha calcária Azure WIndow é o arco natural que foi palco do casamento de Daenerys Targaryen e Khal Drogo, em Game of Thrones. Ela fica na ilha de Gozo, em Malta, muito popular entre os mergulhadores
32. Palácio de Verdala Palace — Malta
Residência de verão do presidente de Malta desde 1987, O Palácio Verdala remete ao século XVI, século em que foi construído. Elegante e cercado por jardins, foi tanto usado como palco de jogos de caça como também como prisão militar, por Napoleão Bonaparte, no século XVIII. No século XXI, quem brilha no local é o elenco de Game of Thrones, como mansão de Illyrio Mopatis.
33. Fort St Angelo — Malta 

Localizado na cidade murada de Birgu, no centro de Grand Harbour, está o turístico Forte Saint Angelo. Após ser severamente danificado durante a Segunda Guerra Mundial, seus túneis foram usados em Game of Thrones representando o calabouço da Fortaleza Vermelha
34. Fort Manoel — Malta 
Como vocês já puderam perceber, Malta é um país repleto de fortificações. O Fort Manoel é uma delas e fica no Marsamxett Harbout, ao noroeste de Valletta. Em Game of Thrones, o local é parte importante de Porto Real, e é chamado de Grande Septo de Baelor — foi lá que Joffrey confrontou Ned Stark, em uma das cenas mais emocionantes da série
35. Doune Castle — Escócia

Na Escócia, a fortaleza medieval em Doune foi construída no século XIII e reconstruída no século XIV. O Castelo de Doune fez parte de Hollywood em outras ocasiões, como na adaptação clássica de Ivanhoe, Santo Graal, com Elizabeth Taylor. Em Game of Thrones, dá vida a Winterfall.
Foto: Reprodução/Skyscanner



imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo