sexta-feira, 27 de maio de 2016

Para não ficar sem asdunto:12 formas de puxar papo em diferentes situações

Se você concorda que poucas coisas são tão aterrorizantes como um silêncio constrangedor, essas dicas vão ajudá-la a sair dessa
Que atire a primeira pedra quem nunca passou pela saia justa de ficar totalmente sem assunto em algum momento inesperado. Seja no elevador, em um primeiro encontro ou até com pessoas que você já conhece, o famoso silêncio pode chegar sem aviso prévio. Como sair dessa? O que dizer?
Na verdade, você não precisa ser nenhum especialista em oratória para puxar conversa com alguém. Um dos únicos fatores que deve levar em consideração é se a outra pessoa parece predisposta a conversar, o que pode ser verificado até mesmo pela postura. Braços e pernas cruzadas significam que a pessoa não está à vontade. Um sorriso e uma atitude mais relaxada podem indicar que uma abordagem é bem-vinda.
É claro que nem todas as pessoas são iguais, e determinado assunto pode render mais com um indivíduo e menos com outro. Isso você vai aprendendo daquele jeito: tentativa e erro. O bacana é estar munido de bons tópicos para fazer com que a conversa comece e flua. Não sabe como? Esteja preparada! Confira as dicas que preparamos e saiba como puxar assunto feito um mestre.
12 tópicos que podem render uma boa conversa

Para quebrar o gelo, para abordar alguém, para continuar o papo. Algumas abordagens costumam dar certo na maior parte das situações.
Com um estranho no dia a dia
Às vezes a vida traz situações onde é preciso que você passe um tempo com pessoas estranhas: na parada do ônibus, em uma fila demorada na padaria, na espera por algum atendimento qualquer. Aqui vão alguns assuntos que você pode puxar com alguém que você não conhece – mas que está sendo obrigada a conviver (mesmo que por um curto período de tempo)
1. Falar do tempo: pode parecer o assunto mais clichê que existe, mas sempre funciona. Comente sobre como o tempo está quente/frio/abafado, e que viu na previsão do tempo que é pra chover/é para o tempo mudar/parece que no final de semana vai ser melhor.
2. Falar de algo do ambiente: falar do que está acontecendo no momento pode funcionar. Caso você esteja esperando para ser atendido em algum lugar, por exemplo, vale comentar “Que demora, hein? É sempre assim por aqui?”. Pode ser que não gere a maior conversa do mundo, mas pelo menos dá uma quebrada no gelo. Se você estiver no supermercado, pode comentar sobre o preço de algum produto, ou perguntar onde a pessoa encontrou o desodorante X que está no carrinho dela.
3. Elogiar: muita calma na hora de elogiar alguém: nem sempre a pessoa vai se sentir confortável com a abordagem. O bacana é ser sincero e falar de algo simples, como camiseta, sapato, chapéu. “Que bonita essa camisa, onde você comprou?”. Sair comentando sobre o corpo de outra pessoa não é legal.
Com pessoas que você vê frequentemente
Pode ser um amigo, um colega de trabalho, a moça que você sempre vê na academia ou até alguém que já estudou com você: mesmo que você goste da pessoa, algumas vezes o assunto parece que sai correndo sem olhar para trás. Nesses casos, experimente:
4. Falar de algo que viu nas redes sociais: hoje em dia todo mundo está conectado, certo? Então traga à tona algo que se lembra de ter visto no Facebook da pessoa com quem está conversando! Exemplos: “Vi no Facebook que você adotou um cachorrinho! Como está sendo?”, “Vi que você foi na festa X. Como é lá?”.
5. Contar algo do seu dia: embora as outras pessoas gostem muito de falar delas mesmas, você e sua vida podem ser um bom tópico para começar a conversa. Comente sobre algo bacana ou curioso que tenha acontecido no seu dia, sobre um restaurante legal que você foi na hora do almoço ou mesmo a academia onde se matriculou.
6. Perguntar de amigos em comum: inserir uma terceira pessoa na conversa é uma boa estratégia. “Você tem visto o Fulano de tal?”, “Nunca mais falei com Siclano, e você?”, “Vi que você trabalha com a Beltrana. Vocês conversam muito?”…
Em um encontro ou na balada

Dar match no Tinder e marcar um primeiro encontro é fácil. Difícil é saber o que dizer para a pessoa. O mesmo pode acontecer na balada ou no barzinho: o que falar para o alvo do seu interesse? Algumas ideias:
7. Falar sobre música: todo mundo tem uma banda ou música favorita. Você pode falar da música que está tocando, de um show que vai acontecer nos próximos meses ou mesmo de uma banda bacana que ouviu recentemente.
8. Falar sobre o local: usar o próprio local em que você está como assunto pode render. Se está muito cheio ou vazio, se é barulhento demais… Perguntar se é a primeira vez que a pessoa está lá também é legal. Só não use a manjada “você vem sempre aqui?”, que pode parecer meio brega.
9. Falar sobre a própria pessoa: sim, as pessoas adoram falar sobre elas mesmas. Portanto, vale você perguntar várias coisas: qual o hobby da pessoa, signo, sabor de pizza favorito, filmes, onde vai passar o Carnaval, etc etc etc.
No dia a dia do relacionamento
Relacionamentos têm dessas coisas: o casal é tão acostumado com a presença um do outro que parece que até o diálogo é sempre repetido. Não tem assunto com o seu amor? Mude esse cenário! As suas conversas podem ir muito além do quanto o dia está quente ou frio.
10. Pergunte sobre o dia da pessoa: quer coisa mais fácil do que um “como foi seu dia?”.

11. Converse sobre os próximos dias/o futuro: fazer planos com quem você gosta é uma delícia. Falar sobre eles pode ser ótimo. De uma simples pizzaria para conhecer no final de semana até uma viagem no próximo feriadão, fale sobre planos que você tem e sobre a opinião do parceiro sobre eles.
12. Fale sobre algo que você sabe que a pessoa gosta: vários meses (ou anos) de convivência fazem com que você conheça bastante sobre quem você gosta. Traga à tona algum dos assuntos favoritos do seu amor. Pode ser até uma simples foto no WhatsApp com a mensagem “vi isso e lembrei de você ♥”.
Independente da sua abordagem, é importante lembrar que não é sempre que as pessoas estão dispostas a conversar. Por isso, não seja chato nem insistente. Respeite a vontade e o espaço do outro.
Perguntas para retomar o bate papo quando acaba o assunto
A conversa estava indo muito bem até que simplesmente… morreu? Uma boa dica é fazer perguntas, estimulando que o papo continue. O bacana é evitar questões que possam ser respondidas simplesmente com um “sim” ou “não”. Inspire-se:

Questões divertidas:
O que você faria se ganhasse na loteria?
Com qual celebridade você gostaria de ir para a balada?
O que você levaria para uma ilha deserta?
Questões sobre o dia a dia:
Onde você costuma almoçar?
Que hora você vai dormir durante a semana?
Como você vai para o trabalho?
Questões sobre gostos/preferências:
Você gosta mais de gatos ou de cachorros?
O que você achou do filme X?
Qual sua série favorita?
Questões sobre comidas e bebidas:
Qual seu sabor de sorvete favorito?
Você sabe cozinhar? Qual sua especialidade?
Qual drink você gosta mais?
Outra forma de lidar com silêncios constrangedores é não se preocupar tanto com isso. Vale lembrar que ter alguns momentos de silêncio em uma conversa é algo supernormal – afinal de contas, as pessoas precisam de um tempo para pensar no que responder. Portanto, não se desespere para preencher cada silêncio com uma falação sem fim.
Viu? O que não falta nesse mundo é assunto para conversar. E para garantir que você esteja sempre preparado para um bom papo, é importante se alimentar diariamente de cultura e de informação. Leia livros, revistas, blogs e sites do seu interesse – e até mesmo de assuntos que não fazem tanta parte do seu dia a dia. Vá ao cinema, espie as chamadas das revistas que estão nas bancas, confira quais são as músicas mais ouvidas do momento! Dessa forma você sempre vai ter algo bacana para comentar – sem falar que vai se tornar muito mais interessante.
Fonte: Dicas de Mulher

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo