terça-feira, 17 de maio de 2016

Seminário de Enfermagem Evento comemora data mundial e valoriza profissional da área

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) realizou, nesta terça-feira (17), no auditório da Casa, o VI Seminário Brasiliense de Enfermagem, evento em parceria com o Grupedh (Grupo de Prevenção e Educação de Diabetes e Hipertensão). O evento faz parte das comemorações da categoria pelo Dia Mundial do Enfermeiro, ocorrido no dia 12 de maio. E na próxima sexta-feira (20), será comemorado o Dia Nacional do Auxiliar e Técnico de Enfermagem, também incluídos na homenagem. Este é o sexto ano consecutivo que o seminário é realizado. Nesta sexta edição, aproximadamente 900 profissionais participaram do evento.

Na programação muitas palestras durante todo o dia.  Na abertura, a deputada Celina Leão, presidente da CLDF, fez uma homenagem aos profissionais de enfermagem. “É uma honra, para mim, participar do VI Seminário Brasiliense de Enfermagem do Grupedh. A enfermagem é uma profissão de grande importância, e vai muito além da técnica. Na verdade, é o exercício da prática humanista”, comentou Celina.
Além disso, Celina lembrou que a saúde pública do DF é composta por uma equipe multidisciplinar e que a enfermagem é a base de todo esse processo. "Nós, enquanto Legislativo, vamos cobrar uma saúde pública de qualidade e investigar a utilização dos recursos destinados ao investimento nesta área com a CPI da saúde".
Como membro da CPI da Saúde, o Bispo Renato Andrade (PR) parabenizou a realização do seminário e falou do caos que tem afetado a saúde pública brasileira. "Farei o impossível para que sejam identificadas todas as falhas pela CPI e quero a participação de todos os profissionais da saúde, para que juntos possamos trabalhar em prol destes setores tão importantes".
O presidente da Associação Brasileira de Enfermagem do DF, Osvaldo Peralta, destacou a importância que a categoria tem e também deste momento de reflexão sobre as qualificações e competências da área. "Segundo o Ministério da Saúde, a enfermagem integra mais de 50% dos profissionais do Sistema Único de Saúde. Somos a primeira profissão no Brasil a acolher as mulheres. Nossa área é composta, em sua maioria, pelo sexo feminino", acrescentou Osvaldo Peralta.
A palestra magna, que deu início ao evento foi sobre “Saúde do intestino: da prevenção a cura”, seguida de “Doenças emergentes e remergentes, proferida pelo dr. Tiago Coelho. Outro tema em destaque foi ‘o tabagismo, um grave problema de saúde pública’, proferido pelo dr. Celso Rodrigues. Durante a tarde, foi realizada uma mesa redonda sobre doenças sazonais (H1N1) e o sistema de saúde do DF, que contou com profissionais de diversas especialidades da saúde, como a dra. Olga Oliveira (Samu-DF), dra. Karla Daniela (Grupedh) e dra. Judith Trevisan (Icesp), assim como palestras sobre a ‘Atuação da Enfermagem: a arte de influenciar as pessoas’, com a dra. Andrea Chaves, e ‘Residência em Enfermagem: uma experiência inovadora’, com a dra.  Stephanie.
A doutora em Nutrição, Karla Daniela, destacou a apoio da deputada Celina Leão na realização do seminário pelo sexto ano consecutivo. “A deputada apoiou essa ideia que permite a atualização dos professores, que traz palestrantes brasileiros e de fora do País. Celina se preocupa muito com a atenção primária”, comentou Karla, destacando ainda a homenagem a 90 técnicos de enfermagem com moção de louvor.

Ascom da deputada Celina Leão

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo