quinta-feira, 9 de junho de 2016

Mulher de Cunha e mais três viram réus na Lava-Jato

Moro aceitou denúncia do MPF contra a jornalista Claudia Cruz 
 A mulher do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha, virou ré na operação Lava-Jato, na tarde desta quinta-feira (9). Cláudia Cruz se favoreceu de valores de uma propina superior a US$ 5 milhões que Eduardo Cunha teria recebido “por viabilizar a aquisição de um campo de petróleo em Benin, na África, pela Petrobrás”.
De acordo com a reportagem do jornal O Globo, além de Cláudia, também viraram réus Idalécio de Castro Rodrigues de Oliveira, João Augusto Rezende Henriques, apontado como o operador de propina pela força-tarefa, e o ex-diretor a área intenacional da estatal, Jorge Luiz Zelada.
Fonte: NOTÍCIAS AO MINUTO

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo