sábado, 18 de junho de 2016

PGR denuncia ex-ministro do Turismo ao STF por lavagem de dinheiro

Segundo pessoas próximas às investigações, a conta de Alves teria um saldo de mais de R$ 2 milhões
A PGR (Procuradoria-Geral da República) denunciou ao Supremo Tribunal Federal o ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), sob suspeita de lavagem de dinheiro e evasão de divisas.
A acusação tem como base informações repassadas pelo Ministério Público da Suíça, que identificou uma conta secreta do ex-ministro em instituição financeira daquele país. Os dados foram encaminhados pelas autoridades suíças à PGR.
Segundo pessoas próximas às investigações, a conta de Alves teria um saldo de mais de R$ 2 milhões. A informação sobre a denúncia foi revelada neste sábado (18) pelo site da coluna "Radar", da "Veja".
O avanço das investigações da Lava Jato e a descoberta da conta na Suíça provocaram a demissão de Henrique Alves nesta semana, um dos peemedebistas mais próximos ao presidente interino Michel Temer.
O ex-ministro foi implicado nas delações de Sérgio Machado, ex-diretor da Transpetro, e Fábio Cleto, ex-vice-presidente da Caixa. Ao STF, a PGR já afirmou que Alves teria recebido recursos desviados pelo esquema de corrupção da Petrobras em troca de favorecimentos à empreiteira OAS.
Caso a denúncia seja aceita, Henrique Alves será transformado em réu. A assessoria do ex-ministro não respondeu até as 15h. Na sexta (17), ele classificou de "ilações" as informações sobre conta na Suíça. Com informações da Folhapress.

PARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS COM SUA REDE

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo