domingo, 17 de julho de 2016

Concursos Públicos: Quase 4 mil oportunidades para Brasília

Especialistas afirmam que ainda dá tempo de se preparar
Em tempos de crise, e com o índice de desemprego cada vez maior, uma das alternativas é buscar vagas no serviço público. E agora é a hora dos moradores de Brasília aproveitarem as ótimas oportunidades anunciadas, como o concurso para o Corpo de Bombeiros - já com o edital publicado, e o certame para a Secretaria de Educação, que segundo o governador Rodrigo Rollemberg, deve ter edital lançado no mês de agosto. Somados os dois concursos, são mais de 4.000 vagas.
Para os bombeiros serão 779 vagas, sendo 115  para oficias combatentes; 20 para oficiais médicos; 4 para oficiais cirurgiões-dentistas; 20 para oficiais do quadro complementar; 448 para combatentes; 112 para motoristas de viaturas; 55 para mecânicos de veículos e 5 para mecânicos de aeronaves. O concurso será dividido em cinco etapas, com provas objetivas, exames de aptidão física, psicológica, inspeção de saúde e investigação de vida pregressa. Todas as etapas são eliminatórias.
Já para a Secretaria de Educação, o anúncio é  de 2900 vagas, para contratos em 2017, 2018 e 2019, conforme a disponibilidade orçamentária da pasta, sendo 800 para contratação imediata de professores, 1200 para cadastro reserva; 40 vagas para analista em Gestão Educacional, sendo 50 vagas para cadastro reserva; 230 vagas para técnico em Gestão Educacional, sendo 330 para cadastro reserva e 100 vagas para monitor de Gestão Educacional, sendo 150 para cadastro reserva.
E para os que  acham o prazo apertado, especialistas afirmam que ainda dá tempo de se preparar. A coordenadora dos cursos da SEDF do IMP Concursos, Madalena Coatio, sugere que para se adiantar, é bom que o candidato estude baseando-se no edital de 2013, além de reservar um tempo para fazer bastante exercício e analisar o perfil da banca organizadora, no caso, o Cespe. “Nesse concurso, teremos uma inovação que será a redação. Diante disso, identificar as deficiências nessa área e investir em um bom curso de redação é importante”, aconselha.
O professor de Legislação do Corpo de Bombeiros, Eduardo Luiz, também dá dicas para o preparo. Segundo ele, é preciso ter foco, traçar metas e objetivos alcançáveis, além de evitar tudo o que atrapalha. “É preciso ter confiança em si mesmo, evitar lugares com distrações na hora do estudo,  além do celular, que ocupa um precioso tempo”, destaca.
De acordo com o professor, a matéria que mais merece atenção é a de primeiros socorros. São 20 questões, todas com peso 2. E continua: "Além disso, a redação para o cargo de oficial é muito importante. Mas vale ressaltar que não se deve deixar as outras de lado, como a parte da legislação que é comum a todas as provas.Também sugiro fazer provas de concursos anteriores. Há muitasvagas, mas a concorrência é alta. A corporação oferece um ótimo regime de trabalho, o que atrai muitos candidatos. Vale a pena iniciar a preparação desde já, pois a prova será em outubro. Se a pessoas se dedicar e administrar bem seu tempo, tem boas chances de passar”, finaliza.
Para o teste físico, o candidato tem tempo, já que está previsto para março de 2017. "É importante buscar um especialista em preparação física, para que ele prescreva um treino compatível para evitar lesões. O edital é muito claro quando explica que: se no dia do teste o candidato tiver alguma lesão ou impedimento, ate médico, com exceção de gravidez, perde o concurso. Treinar por conta própria se torna perigoso", alerta.

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo