sábado, 23 de julho de 2016

Estado Islâmico reivindica atentado em Cabul; ataque deixa mais de 60 mortos

Homem carrega menino ferido após a explosão em Cabul
A organização Estado Islâmico (EI) reivindicou o atentado cometido este sábado contra uma manifestação da minoria xiita dos hazara em Cabul, no Afeganistão. O ataque que deixou mais de 60 mortos e 200 feridos.
"Dois combatentes do EI detonaram seus cinturões explosivos em uma concentração no xiita no bairroo Dehmazang" da capital afegão, indicou o EI através de sua agência de notíias Amaq. A organização, de orientação sunita, enxerga os xiitas como inimigos.Segundo um balanço do Ministério da Saúde, ao menos 61 mortos e 207 feridos foram atingidos.
Milhares de manifestantes da comunidade xiita hazara se manifestavam pacificamente contra um projeto de uma linha de alta tensão que não inclui seu território, na província de Bamiyan (centro do país).
Grande parte do centro da cidade tinha sido fechada com pilhas de contêineres e outros obstáculos, conforme a marcha começava mais cedo no sábado, e a segurança havia sido reforçada com helicópteros. 
fonte: Uol

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo