segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Mulher de PM achado morto assume assassinato



Ellen Federizzi mudou a versão inicial do seu depoimento; ela era principal suspeita do crime e está presa desde o dia 10 Segundo o delegado, ela mudou a versão inicial; ele não deu detalhes.A esposa do policial militar desaparecido por 16 dias, Ellen Federizzi, confessou que matou o marido, na noite desta segunda-feira (15).
A informação foi confirmada pelo delegado Fábio Amaro, da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), responsável pelo caso. Segundo o G1, ele não deu detalhes sobre como o assassinato pode ter acontecido, nem a motivação da mulher. Rodrigo Federizzi desapareceu em 28 de julho.
Ainda nesta segunda, o Instituto Médico-Legal (IML) confirmou que o corpo encontrado em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, no domingo (14), é de Rodrigo Federizzi. A esposa do policial foi presa na quarta-feira (10) por suspeita de envolvimento no crime.


imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo