segunda-feira, 26 de setembro de 2016

5 filmes com lições valiosas para a gestão de pessoas

Filmes são uma ótima fonte de aprendizados. Não é raro que professores, educadores e gestores utilizem deste recurso para aprofundar os ensinamentos que querem passar em suas aulas, treinos, cursos, workshops. Mas é claro que você não precisa esperar por uma situação dessas para assistir a um filme que agregue algo à sua vida profissional.
Quase todo filme tem uma “moral da história” e, se você analisá-la com os olhares de um gestor de pessoas, com certeza vai saber captar a sua importância. Escolhemos 5 exemplos que trazem pontos cruciais para qualquer RH: processo seletivo, motivação, gestão de crise, trabalho em equipe e perfil do candidato. Ah, e se você souber de outros filmes com lições valiosas, não deixe de compartilhar com a gente nos comentários.
A Fantástica Fábrica de Chocolate (Processo Seletivo)Resultado de imagem para A Fantástica Fábrica de Chocolate
Se tirarmos toda a fantasia e excentricidade deste filme, o que sobra é um grande e eficaz processo seletivo. Willy Wonka, dono da fábrica, cria uma promoção (leia-se: abre uma vaga) que levará cinco crianças – ou melhor, candidatos – para conhecerem a fábrica de doces e passar por diversos desafios, digo, dinâmicas de grupo, em cada um dos setores da empresa, em busca de um prêmio especial.
Willy Wonka tinha tudo meticulosamente planejado, como todo bom processo seletivo deve ser. Veja só, ele sabia que o seu anúncio atrairia os candidatos certos e, mais ainda, sabia que apenas a pessoa com o perfil ideal passaria por todos os seus testes, quase uma gamificação. Este filme pode se mostrar uma grande inspiração para quem planeja e executa recrutamentos (e uma ótima diversão para a família toda numa tarde de domingo).
À Procura pela Felicidade (Potencial do candidato)
Resultado de imagem para a procura felicidade filmeMuita gente assiste à Procura da Felicidade com foco no personagem do Will Smith em busca de uma motivação para continuar lutando por seu lugar no mundo. Se olharmos de outra forma, sob a perspectiva dos empregadores, podemos interpretar o filme como um exemplo de que o potencial e a vontade dos candidatos, em alguns casos, pode falar muito mais alto do que a sua experiência em um processo seletivo.
A filosofia de contratar pessoas pelo seu potencial é uma das grandes tendências dos recursos humanos no mundo inteiro e o filme é um ótimo exemplo disso. Porém, para fazer isso, você precisa de um processo que efetivamente comprove que o candidato tem o potencial que você busca nele.
Rocky (Motivação)
Resultado de imagem para Rocky filmeEm cada um dos filmes do Rocky, escrito, dirigido e estrelado por Sylvester Stalone, existe um discurso motivacional capaz de fazer qualquer um levantar do sofá e ter vontade de tirar todos os planos do papel agora mesmo e realizar tudo o que sempre sonhou! Não à toa, os vídeos destes momentos são sucessos no YouTube com dezenas de milhões de visualizações. Já pensou ser/ter um líder com a capacidade do Rocky?
Se você não quiser fazer uma maratona para assistir aos seis filmes da série, assista pelo menos ao primeiro e entenda o seu poder motivacional. Rocky assumidamente não é um filme sobre o caminho para o sucesso e a fama; ele mostra o quanto precisamos “apanhar” para chegar lá. Nas palavras do próprio personagem: “Não se trata de quão forte você consegue bater. Trata-se de quão forte você consegue apanhar e continuar seguindo em frente”.
 Os sete samurais(Trabalho em Equipe)Resultado de imagem para os sete samurais filme
Sun Tzu que me desculpe, mas o diretor Akira Kurosawa conseguiu mostrar de forma muito clara e objetiva o valor do trabalho em equipe em seu filme. Os Sete Samurais conta a história de uma vila que é ameaçada por um grupo de bandidos e, para se defender, contará com a ajuda de sete samurais errantes, cada um mestre em uma habilidade diferente de guerra. Juntos, eles não apenas irão enfrentar os invasores, mas também treinar os moradores da cidade para que também consigam defender a cidade.
Por que este filme traz uma lição incrível? Bem, Kurosawa consegue mostrar a importância de um time com diferentes competências e habilidades que se complementam e o impacto da presença destas pessoas nos treinamentos, na motivação dos moradores da vila, no crescimento pessoal e até mesmo na mudança de cultura organizacional.
Little Miss Sunshine (Gestão de Crises)
O filme, por si só, já vale demais ser assistido. Mas não vamos fazer crítica de cinema e sim falar de gestão de pessoas. A situação que os personagens de Little Miss Sunshine enfrentam é: tentar executar um plano inflexível com um time disfuncional em meio a inúmeras crises.
Você, como gestor de recursos humanos, sabe a importância de entender o perfil dos seus colaboradores na hora de criar novas ações, mas nem sempre tudo sai como o planejado. Little Miss Sunshine pode ser uma aula de improvisação, como enfrentar crises e, principalmente, como reconhecer estrategicamente o lado positivo na individualidade de cada pessoa.
Deixe Like Compartilhe com seus amigos,Vamos impaquitar mais pessoas 
fonte:99jobs


imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo