sexta-feira, 9 de setembro de 2016

EUA e Rússia definem plano para cessar-fogo na Síria

Países também trabalharão juntos contra grupos terroristas O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, e o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, definiram um plano para reduzir a violência na Síria e levar o país árabe a um processo de transição política.
Além disso, eles convidaram todas as partes envolvidas no conflito a aderirem a um cessar-fogo a partir do anoitecer de 12 de setembro. Se a trégua for respeitada, Washington e Moscou iniciarão uma colaboração militar para combater grupos terroristas, como a Frente Al Nusra e o Estado Islâmico (EI).
 "Assim se abre uma grande janela de oportunidade", declarou o italiano Staffan De Mistura, enviado especial das Nações Unidas (ONU) para a Síria. Tanto Kerry quanto Lavrov afirmaram que o acordo pode significar uma "reviravolta" no conflito, embora ainda precise ser colocado em prática.
 Segundo eles, o objetivo final do cessar-fogo é criar condições para a retomada das negociações de paz entre rebeldes e o regime de Bashar al Assad. (ANSA)

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo