sexta-feira, 21 de outubro de 2016

IML revela causa da morte de jogador

Lucas Jesus dos Santos, de 16 anos, era zagueiro da base da Portuguesa e morreu asfixiado por comida.O laudo feito pelo IML (Instituto Médico Legal)

indica que a morte de Lucas Santos, jogador de 16 anos que foi encontrado morto na piscina da Portuguesa, aconteceu por causa de asfixia aspirativa por regurgitação de alimento.
De acordo com o UOL, Lucas foi encontrado morto no fundo da piscina do clube, no Canindé, em São Paulo, na manhã de quinta-feira (20).
Na quarta (19), o atleta havia participado de um churrasco, quando os meninos e membros da comissão técnica comemoravam uma vitória da equipe contra o Água Santa. Na ocasião, uns 20 jogadores mergulharam na piscina, incluindo Lucas. O corpo do jogador foi encontado na manhã de quinta-feira (20).
Os companheiros de Lucas disseram à polícia que ele teria se queixado de dor de cabeça após sair da piscina. O delegado que investiga o caso, Eder Pereira e Silva, contou que o jogador foi visto pela última vez sentado em uma espreguiçadeira.
A ausência de Lucas foi notada, ainda segundo os companheiros de clube, quando o grupo se preparava para tirar uma fotografia e o jogador não estava presente.
"Pelo laudo, tinha muito alimento no estômago dele, muito, a ponto de chamar a atenção", afirmou o delegado titular do 12º DP, Eder Pereira e Silva. "Tudo indica que a tragédia aconteceu com as pessoas na piscina e ninguém percebeu".
"Os garotos tinham apenas uma hora para usar a piscina e era a primeira vez. Estavam alegres e realmente podem não ter visto o corpo. Além disso, a água estava turva (escura) e suja", contou o delegado.
A investigação já descartou a possibilidade de homicídio. Já a Portuguesa pode ser responsabilizada, pois a piscina não tinha nenhum salva-vidas no momento do ocorrido.

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo