terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Primeira Mulher a pilotar o gigante “Hércules” e transportaram os corpos Chapecoenses

Um dos três Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) que pousaram em

Tenente.Joyce de Souza 
Manaus, na noite de sexta-feira, dia  2/12, no traslado dos corpos da tragédia do time da Chapecoense de Medellín para Chapecó, era pilotado por uma amazonense. Joyce de Souza Conceição é capitã aviadora da Força Aérea Brasileira.
No mês passado, no dia 2 de novembro, ela entrou para a história da aviação ao se tornar a primeira mulher a realizar um pouso na Antártica.
Esse pouso foi considerado por Joyce “uma evolução natural das missões” ao continente gelado, respondeu a aviadora ao Portal do Piloto. Leia mais.
Esse não foi o único feito de Joyce. Nos portais de notícia sobre aviação militar ela também é celebrada por outros feitos: primeira brasileira a pilotar o gigante “Hércules” e segunda da América Latina.
“A Ten Av Joyce nasceu em 7 de novembro de 1983 na cidade de Manaus, e apesar de não possuir nenhum familiar na aviação, desde pequena sentia atração pelas forças armadas. Em 2003, com 19 anos, ingressou na Força Aérea Brasileira, tendo sua formação concluída no ano de 2006. Com cinco anos de experiência, já soma mais de 1600 horas de voo em aeronaves como o T-25 “Universal”, C-95 “Bandeirante”, C98 “Caravan” e o C-97 ‘Brasília'”, escreve o site “Aero Entusiasta” em matéria publicada dia dia 22 de maio de 2012. Leia mais.
A informação de que Joyce passou por Manaus no transporte dos corpos da tragédia que comoveu o mundo circulou entre familiares e ex-colegas de aula da aviadora na Fundação Matias Machline (FMM), antiga fundação Nokia. Foram eles que repassaram a informação para o BNC.
 Foto: José Arthur Eidt/AeroEntusiasta

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo