domingo, 19 de fevereiro de 2017

Flamenguistas usaram espeto de churrasco para matar botafoguense

A informação inicial, agora desmentida, era que Diego da Silva Santos havia sido baleado Laudo do Instituto Médico Legal do Rio de Janeiro revelou que o

botafoguense Diego da Silva Santos, de 28 anos, foi morto à base de golpes de espeto de churrasco antes da partida entre Botafogo e Flamengo, no Engenhão, no domingo (12). Inicialmente, a informação era a de que a ele havia sido baleado.

"O Departamento de Homicídios já conseguiu evidenciar com base tanto em provas periciais, como em laudo de necropsia, como nas testemunhas, que na verdade o Diego foi morto, perfurado, agredido por um espeto de churrasco, que foi o que causou a morte dele", disse ao programa "Esporte Espetacular" o delegado Fabio Cardoso. 
Embora a família de Diego negue que ele tivesse relação com alguma torcida organizada do Botafogo, o torcedor é visto em fotos com integrantes da Fúria Jovem. 


imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo