quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Vai viajar de carro? Confira cinco erros em reparos de emergência

Sincodiv-DF dá dicas para que simples deslizes não se transformem num bom prejuízo na oficina 


 O Carnaval está chegando e o brasiliense costuma aproveitar o feriado para pegar a estrada. Paciência é a palavra-chave para o motorista, que deve estar atento a algumas situações de emergência com o carro. O Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Distrito Federal (Sincodiv-DF) revela ao condutor o que se pode evitar, em se tratando de conserto de urgência.
“Recomendo que se reserve dinheiro e tempo para uma revisão do carro antes da viagem. Essa medida, além de preventiva, ajuda a reduzir o risco de panes e paradas forçadas ao longo do trajeto. Se mesmo assim algo falhar durante o trajeto, cuidado ao agir como todo mundo e fazer o mecânico”, alerta Alessandro Soldi, vice-presidente do Sincodiv-DF.
Evite cinco erros praticados em situações de emergência:
Seu carro ferveu? Não abra o capô! Espere a saída do vapor pelas vias de exaustão do veículo. Outra dica é não abrir o reservatório que armazena o líquido de arrefecimento. A alternativa é aguardar o resfriamento do motor, completar o nível do reservatório com água (ou produto específico) e procurar, imediatamente, um mecânico;
A bateria acabou? Não perca seu tempo fazendo com que o carro pegue no tranco, isso gera sobrecarga no circuito eletrônico. O correto é chamar um mecânico, ou um guincho, para enviar o automóvel para uma oficina;
Ainda sobre a bateria, evite a chupeta quando a bateria arriar. O ideal seria fazer a carga com a bateria fora do carro, apoiada por uma bateria auxiliar externa, os serviços de guincho das seguradoras costumam oferecer uma. Se o arriamento persistir, a bateria precisa ser trocada;

Acordou empolgado para uma praia com a família e as rodas do seu automóvel estão travadas? Não se desespere! As lonas podem grudar nos tambores depois do uso do freio de mão. A melhor orientação é engatar, repetidas vezes, a primeira e a ré, até que seja feita a liberação da roda. Engatou e não deu certo? Chame um guincho!
Queimou a lâmpada dos faróis? Não toque nas lâmpadas, nem mesmo se elas estiverem frias. Para colocar as novas, use luvas e seja rápido. Caso contrário, terá de limpar o bulbo com álcool isopropílico de uso eletrônico.
Sobre o Sincodiv-DF - Filiado à Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do DF (Sincodiv-DF) conta com 60 associados totalizando 136 concessionárias. A entidade é responsável pela pesquisa mensal sobre emplacamentos de veículos no DF. 
 AGÊNCIA DE COMUNICAÇÃO – SINCODIV/DF
Instagram: proativacomunica

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo