sexta-feira, 14 de julho de 2017

#Saúde:O que é o câncer de próstata?

A próstata é um órgão glandular situado em frente ao intestino reto e abaixo da bexiga. Ela envolve a uretra, tubo que transporta a urina e o sêmen através do pênis. Seu tamanho pode ser comparado ao de uma bola de golfe. A principal função da próstata é a de criar uma secreção que vai se tornar fluido seminal. Por isso, a próstata não é essencial para a vida, mas é essencial para reprodução.

O câncer de próstata se forma quando as células da próstata começam a crescer fora de controle. Existem tipos diferentes de células que podem compor o câncer de próstata. O tipo celular mais frequente é conhecido como adenocarcinoma.
De acordo com a Sociedade Americana do Câncer, o câncer de próstata é o segundo tipo mais comum entre os homens, ficando atrás apenas do câncer de pele, e é a segunda causa de morte por câncer na América.
Sintomas
na maioria dos casos, os estágios iniciais de câncer de próstata não apresentam sintomas. Por isso, é importante estar ciente dos fatores de risco, como a idade e histórico familiar. A doença é mais comum entre os 60 e 80 anos.

Homens com antecedentes familiares de câncer da próstata tem maior chance de desenvolver a doença. A partir dos 40 anos é recomendável realizar os exames. O tumor somente é detectado em exames clínicos e laboratoriais de rotina. Nos casos de câncer sintomático, o paciente se queixa de dificuldade para urinar, jato urinário fraco e pode manifestar dores ósseas como sinal de uma doença mais avançada (metádistases).

Diagnóstico

PSA - Antígeno Prostático Específico
O PSA é um antígeno específico da próstata, que pode estar normal ou aumentado e a dosagem é realizada por amostra de sangue. Geralmente, até 4 ng/ml de PSA no sangue é considerada uma taxa normal. A taxa elevada desse antígeno indica um problema de funcionamento da próstata, mas não é suficiente para diagnosticar o câncer. Para isso é necessário realizar exames complementares. O teste de PSA é indicado a partir dos 40 anos.
Toque retal

Neste exame, o médico palpa a próstata e pesquisa o tamanho, consistência, pontos endurecidos, seus limites e mobilidade. Este toque serve para fazer o diagnóstico precoce do tumor, mesmo quando não há sintomas associados. Este exame também recomendado para pacientes com valores normais de PSA.
Biópsia
Em caso de toque anormal e/ou PSA elevado, o paciente deverá ser submetido a uma ecografia transretal com biópsia prostática. A biópsia consiste em coletar fragmentos da próstata e analisá-los em laboratório para estudar os tipos de células contidos nos fragmentos coletados. Este é o exame que permite confirmar a presença do câncer.

Escore de Gleason

O escore de Gleason (também conhecido como escala ou pontuação de Gleason) é uma característica dada ao câncer de próstata baseada em sua aparência microscópica. O escore de Gleason é determinado a partir da observação dos tipos de células mais presentes, somando-as. Habitualmente a escala vai de 6 a 10 em função da agressividade do câncer, sendo que 10 representa a forma mais agressiva.
FONTE:

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo