sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Caiado anuncia repasse de R$ 9,8 milhões do MEC para a Educação em Goiás

O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado, anunciou a liberação nesta

Ministro da Educação,Mendonça Filho
quinta-feira (21/09) de R$ 9,8 milhões em recursos financeiros do Novo Mais Educação para Goiás, do Ministério da Educação (MEC), que serão aplicados em mais de mil unidades públicas de ensino fundamental e estadual. O ministro da Educação, Mendonça Filho (Democratas), fez questão de ligar para o senador para anunciar a boa notícia.
Ao todo serão mais de 382 mil alunos beneficiados com o programa, que tem a meta de melhorar a aprendizagem dos es dos estudantes do ensino fundamental em língua portuguesa e matemática, por meio da ampliação do número de vagas de educação em tempo integral. 
“O ministro Mendonça Filho tem feito a diferença na educação no Brasil. Isso é algo palpável. E fico ainda mais feliz em reconhecer que ele tem tido uma atenção toda especial com as demandas de Goiás, atendendo nossas solicitações no Ministério da Educação (MEC) sempre que necessário’, comemorou o senador. 

Para as escolas municipais de Goiás, o valor do repasse foi de R$ 5.734.266 para ser dividido por 674 unidades que atendem 252.848 alunos. Já para as escolas escolas estaduais o valor foi de R$ 4.160.458 para 490 escolas e 130.007 estudantes.

O repasse é referente à segunda parcela de 2016 e beneficia, em todo o Brasil, mais de 9 milhões de alunos em 31.011 escolas públicas. Segundo o ministro, é a primeira vez que o programa tem todo o seu ciclo pago dentro do mesmo exercício. Os recursos fazem parte do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e são enviados ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao MEC que coordena os repasses às redes de ensino. 

O Novo Mais Educação realiza o acompanhamento pedagógico em língua portuguesa e matemática e apoia o desenvolvimento de atividades nos campos de artes, cultura, esporte e lazer. A intenção é impulsionar a melhoria do desempenho educacional, ao complementar a carga horária em cinco ou 15 horas semanais no turno e contraturno das aulas.
Matéria: Assessoria Liderança Democratas Senado
Foto: Sidney Lins Jr

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo