sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Cidades Limpas recupera praça da Vila Dimas

Secretaria das Cidades articula ações de revitalização em espaço de 12,4 mil

metros quadrados em Taguatinga. Objetivo é devolver a área de lazer aos moradores  
O programa Cidades Limpas, articulado pela Secretaria das Cidades, está recuperando a praça da Vila Dimas, entre a CSE 3 e QSE 15 de Taguatinga. O espaço de 12.434,13 metros quadrados, que conta com um parquinho infantil, um ponto de encontro comunitário, duas quadras poliesportivas, uma quadra de vôlei de areia e um coreto, não recebia ações de conservação há quatro anos e, segundo os moradores, era usado como ponto para consumo de drogas.

O trabalho na praça começou no final de agosto, quando a segunda etapa do programa Cidades Limpas foi lançada na região administrativa. As ações compreendem serviços de poda de árvore, capina e corte do mato, pintura dos bancos e das paradas de ônibus, faixas de pedestre e vagas de estacionamento próximas. Também está sendo realizada a troca da areia do parquinho e o conserto dos brinquedos danificados, bem como a recuperação das quadras poliesportivas – com pintura, reposição das tabelas de basquete e reparos nos alambrados.
Revitalização - As ações do programa Cidades Limpas incluem a recuperação de praças e pontos de lazer nas cidades visitadas. No início de agosto foi revitalizado um dos pontos mais famosos de Taguatinga, a Praça do DI. O local passou por reparos nos bancos, pinturas de meios-fios, substituição de pedras portuguesas, limpeza e poda de árvores. Também em Taguatinga, foram recuperadas as praças da CNC 1, do Mercado Norte (Taguacenter), e do Coreto. No Riacho Fundo I, a força-tarefa realizou melhorias na Praça Ayrton Senna, localizada na QS 14. “Estamos trabalhando para devolver os espaços de lazer aos moradores. Nosso foco tem sido conservar o patrimônio público”, afirma o secretário das Cidades, Marcos Dantas.
No caso da Praça da Vila Dimas, outro fator importante para que o espaço fosse incluído nas ações de recuperação do Cidades Limpas foram as análises criminais realizadas pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social. A praça foi indicada pelos técnicos da SSP como pertencente a um dos “territórios do medo”, locais onde problemas de conservação e limpeza diminuem a sensação de segurança da população.
Por:Jéssica Valença

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo