sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Presidente autoriza polícia a matar filhos flagrados com drogas

Um dos filhos de Rodrigo Duterte, Paolo Duterte foi acusado por opositor de

facilitar contrabando de metanfetamina,famoso pelo tom belicoso de suas declarações, o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, deu uma ordem, no mínimo, inusitada aos policiais do país: eles podem matar qualquer um dos filhos dele, caso sejam flagrados com drogas. "Minha ordem foi: se algum dos meus filhos está envolvido com drogas, podem matá-lo. Assim o povo não pode dizer nada contra mim", disse o chefe de Estado, em mencionado pelo site local The Straits Times.

As palavras tinham um destinatário: o senador filipino Antonio Trillanes, que afirmou anteriormente que o filho mais velho de Duterte, Paolo Duterte – vice-prefeito da cidade de Davao – integraria um grupo chinês que estaria envolvido com tráfico de drogas.
Como resultado dessas alegações, o presidente declarou ter informado seu filho Paolo sobre suas ordens à polícia. "Minhas ordens [são] para matá-lo se você for pego [com drogas], e eu protegerei o policial que vai matá-lo", garantiu Duterte.

Após chegar à presidência das Filipinas, em junho de 2016, Duterte lançou uma campanha violenta contra traficantes de drogas e dependentes químicos, medida que custou a vida de milhares de pessoas, provocando críticas generalizadas da comunidade internacional. Com informações da Sputnik News Brasil.

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo