sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Viajar com dois passaportes,Saiba como é possível

Como e porque viajar com dois passaportes?


Viajar com dois passaportes é muito mais comum do que você imagina. No caso do Brasil, a imigração europeia fez com que pessoas de diversos países fixassem residência no gigante sul americano e, por isso, atualmente milhares de cidadãos brasileiros possuem dupla cidadania.
Como e porque viajar com dois passaportes
Seja italiana, alemã, espanhola, francesa, portuguesa e outras mais, levar dois passaportes durante uma viagem é até bem comum.
Porém é bom saber que existem prós e contras de viajar nesta situação.
E hoje você vai descobrir mais detalhes sobre viajar com dois passaportes para evitar problemas, principalmente quando volta da Europa para o Brasil na hora de passar pela Polícia Federal.
Qual passaporte apresentar no controle de fronteira?
Primeiro é relevante salientar que ao viajar com dois passaportes, você não está cometendo crime algum. Mas, é bom que você saiba o momento ideal para utilizar cada um de seus documentos e aprenda a fazer essa avaliação se informando das leis e procedimentos de entrada e saída do país que você vai visitar.
A resposta para a pergunta do subtítulo é: DEPENDE. Dependendo da sua dupla nacionalidade, você utiliza o seu passaporte brasileiro ou do país de origem de seus antepassados.
Vantagens do passaporte Europeu
Por exemplo, quem possui cidadania portuguesa, não precisa passar pelo processo de visto que quem é brasileiro precisa.
No caso de Portugal, um simples procedimento de autorização feito de maneira online é suficiente para entrar na América, portanto para visitar os Estados Unidos, é mais fácil e conveniente apresentar o passaporte português.
Também já falamos sobre a cidadania portuguesa, quem tem direito e quanto custa.
Vantagens do passaporte brasileiro
Em outros casos a utilização de um passaporte europeu pode “atrapalhar” seus planos. Em alguns países asiáticos, por exemplo, para turistas com nacionalidade brasileira, o visto de turista é concedido para uma período de 90 dias enquanto que para alguns países europeus a visita autorizada é de, no máximo, 15 dias.
Ou seja, nesse caso utilizar o passaporte português pode não ser uma boa ideia se você pretende permanecer mais tempo durante a sua viagem.
Conheça as cidades da Europa que são mais baratas para viajar.
Analise as taxas de visto
Outro bom fator que pode auxiliar na decisão de utilizar um ou outro passaporte é o valor da taxa de visto. Cada país cobra uma taxa e a diferença na utilização de cada documento de viagem pode significar uma cerveja a mais na sua estada.
Preciso viajar com dois passaportes sempre?
Não, você não precisa sempre viajar com dois passaportes. Isso vai depender do país que você pretende visitar e das facilidades ou dificuldades que cada documento de viagem poderá lhe trazer. Ou seja, depende e conhecer a legislação é um fator interessante no momento de decidir.
Depois de decidir qual documento utilizar, você deve optar por ele no processo de check-in. Como referido anteriormente, se você vai para os Estados Unidos e utilizar o passaporte português for mais conveniente, é melhor utilizá-lo no check-in, apesar de que este procedimento nem sempre está diretamente relacionado ao processo de controle de fronteira do país de destino.
Qual usar na imigração?
Mais uma vez a resposta é: depende. Se você tiver nacionalidade brasileira e vai entrar ou sair do Brasil, convém utilizar o seu passaporte brasileiro, pois o controle de fronteira registra a sua saída e a sua entrada (ou vice-versa) e isso serve para controlar de onde você veio, para onde você vai e por quanto tempo.
Partindo do princípio que você escolheu “o melhor” passaporte para utilizar na sua viagem, faça do começo ao fim, pois nele estarão os carimbos da fronteira que são tão importantes.
Posso mudar o passaporte utilizado?
Porém, é possível mudar o passaporte durante a viagem, mas o documento que você mostrou na entrada deve, obrigatoriamente, ser mostrado na saída.
Um exemplo: você saiu do Brasil e está indo para Portugal, portanto na saída você mostra o passaporte brasileiro. Quando chegar na Europa (Portugal), mostra o seu passaporte português.
Fica o tempo que estipulou e quando sair de Portugal mostra o seu passaporte português e quando chegar no Brasil mostra o seu passaporte brasileiro.
Escrevemos um guia sobre o que fazer quando chegar a Portugal.
Cuidados especiais
Agora que você já compreendeu que o passaporte mostrado na entrada de um país deve ser o mesmo apresentado na saída, tenha especial atenção em viagens onde você vai cruzar uma fronteira por terra, pois pode ser que o oficial da imigração peça o seu passaporte onde mostre que você estava legalmente no país de origem (seja ele qual for).
Outra coisa é ter sempre o cuidado de mostrar o mesmo documento apresentado na entrada e na saída e, caso isso não aconteça por engano ou descuido seu, uma boa conversa pode ajudar e você precisa explicar que possui dupla cidadania e etc etc etc.
Outro cuidado muito importante para quem é brasileiro e tem passaporte europeu. SEMPRE que entrar no Brasil com um passaporte europeu, apresente um documento brasileiro válido e com foto, senão pode ser considerado como crime de falsidade ideológica!
O site Passportindex (em inglês) pode ser muito útil na hora de comparar os dois passaportes.







imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo