quinta-feira, 30 de novembro de 2017

A potencia das redes sociais o valor dos amigos


Ao acordar ontem, e como de habito abro a sacada, cadê meu carro? Pronto, o dia começou mal. O boletim de ocorrência é registrado, os amigos são avisados, todos tentam se acalmar e acreditar que o veiculo será recuperado o mas breve possível. Mais ninguém fica parado, os compartilhamentos no whastsapp, o facebook e o instagram foram peças fundamentais pro final feliz. Os amigos não se vêem a muito tempo, muitos nem se conhecem pessoalmente. Os grupos  nas redes os tornam íntimos de uma maneira inexplicável.

Então todos se empenharam pra encontrar o Elba branco, 4 portas, 1995, placa de Águas Lindas-GO. Cuja a dona é Malu Silva, a vovó blogueira de Brasília. Personagem conhecida e de carisma nas redes sociais.
 Observo que no meu zap tem um áudio e várias chamadas dela. Quando escuto, retorno avisando que rapidamente estaria ali. Lembro-me de pegar minha bolsa, a chave do carro e sair em disparada para acudir a minha amiga já revoltada com esta situação. Brasília, sempre mais do mesmo!

 Ao chegar em sua casa, esperamos a filha Rayane que estava calma e conseguiu
nos
 equilibrar para tomarmos as providências cabíveis. Todas na chuva, com frio e com crianças. Feito o BO, iniciamos a nossa busca nas redes sociais, nunca pensei, mas uma nora tinha fotos do carro da sogra.
 Cada colega jornalista utilizou as fotos e fez seu texto com pedidos de ajuda. Postado nas redes e grupos de wastsapp de Brasília e entorno o que fizemos foi esperar com fé que tudo se resolveria. Aproveitamos a pureza das crianças e distraímos nossas mentes cansadas com brincadeiras e a visita de alguns amigos para planejarmos o que faríamos  quando o carro fosse encontrado.

No mesmo dia, as 23horas recebemos um aviso do whatsapp de um motoqueiro do grupo de águas Lindas, (do qual não sabemos nem o nome para agradecermos), comunicando que viu o carro na Br070, desceu pra conferir a placa e imediatamente postou no zapp. A nossa euforia era total, avisamos a PM que em menos de meia hora estaríamos lá, temendo que o ladrão voltasse pra atear fogo como é de costume acontecer. Porém não sabíamos se ele tinha bateria, pneus ou condições de ser trago com um cambão, aquele que não temos, mas acreditávamos que isso seria fácil.

 A Policia Militar, (a que eu acredito ser a melhor do país), agiu com rapidez se comunicando com a PRF as margens da Br 070, que disponibilizou um guincho levando o veículo para a 24ºDP. Enquanto isso outro militar ligou para a vovó blogueira se oferecendo para acompanha-la na delegacia. Já era mais meia noite e  uma senhora ,eu e  uma criança tínhamos que ir pra lá na chuva e ficamos receosas. Por isso apareceu outro amigo que saiu da  sua casa que é bem longe da minha e fez todo trajeto de ida e volta querendo nós ajudar.

Ao chegarmos, vimos o carro batido, imundo, mas estávamos felizes pois foi encontrado. O atendimento da delegacia foi ótimo. Esta longa estória vai de contra mão ao que temos vivido.

A crueldade e o desrespeito com o ser humano nos últimos tempos, tem nos deixado estarrecidos. Esta vem em forma de violência, preconceito, roubo, homicídios, etc. No entanto em todos os lugares existem pessoas boas e ruins, e que o que vc planta, que muitas vezes parece invisível e recebido em forma de ingratidão, outras vezes volta em forma de solidariedade, generosidade, amor e gentilezas. Eu continuo acreditando que vc pode escolher entre o bem e o mal. Escolha ser lembrado pelo altruísmo, pois isso todos os envolvidos tiveram para que a  Elba, agora batido da vovó blogueira de Brasília fosse encontrada.


Fotos e textos Thais Tasso

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo