quinta-feira, 2 de novembro de 2017

ALUNOS DA AMPARE APRESENTAM SUA PRIMEIRA EXPOSIÇÂO ABERTA AO PÚBLICO

Mundo Vivo Galeria & Gastronomia recebe o trabalho de 9 artistas com deficiência intelectual

Aconteceu nesta terça-feira (31), a noite de abertura da exposição “O Especial na Pintura”, projeto de inclusão social da AMPARE (Associação de Mães Pais Amigos e Reab Excepcionais), apoiado pela Mundo Vivo Galeria & Gastronomia. A casa, que une arte, música e um cardápio exclusivo assinado por Silvia de Carvalho, recebeu os trabalhos artísticos de nove alunos da ONG e apresentou mais de 40 trabalhos de pintura em tela, curados pela professora e idealizadora da exposição, Alice Magalhães.
Alice Magalhães, Lucas Nader, Lenine Nankassa e Mirna Bueno entre os artistas da exposição
Lucas Neder e Lenine Nankassa, sócios da Mundo Vivo, foram os responsáveis pela recepção das criações, expostas pela primeira vez fora das paredes da associação. “A ideia era investir na questão da inclusão social. Muitos destes alunos têm talento real e nunca tiveram suas obras expostas para a sociedade”, comenta Neder.

Os alunos Odilena, Diego Góes, Cleiton Fidelis, Antonio Amilton, Clélia Santos, Cibele Caitano, Nilton César, Mariana Gomes e José Roberto fizeram uma estreia de sucesso, acompanhados pelo som da Banda Jenipapo, que animou os convidados até a virada de noite. O projeto não tem fins lucrativos, mas quem se interessar pode adquirir os trabalhos pelo valor simbólico de R$ 50,00. Toda arrecadação será investida nos projetos da organização não governamental.

ROMANCE, ARTE E FAMÍLIA
Luciana Campos, Alcione Campos, Célia Santos e Clayton Aguiar, pai de Mariana Aguiar
Durante a abertura, uma série de telas chamava a atenção pela coesão e contava com um guia orgulhoso explicando cada detalhe. Clayton Gomes de Aguiar, pai de uma das alunas do projeto e sócio-fundador da AMPARE, contava orgulhoso sobre o trabalho da filha, Mariana.
Ela, que faz parte da ONG desde sua fundação (há 38 anos), quando sua mãe, Glaucia Aguiar, investiu no projeto, hoje está noiva de Nilton, também aluno de Alice e um dos prodígios da turma aos 40 anos. Nas telas, Mariana expressou cada um dos detalhes de sua futura vida como esposa, do casamento até o quarto do bebê.

“Não se espera que um deficiente intelectual possa ter uma vida romântica. Casar então é uma ideia absurda. Minha esposa nunca acreditou nisso e hoje minha filha de prepara para dar esse passo”, comenta Clayton.

SOBRE A AMPARE

Fundada em 1972 por um grupo de pais e mães focados na defesa de direitos, tratamento e inclusão de deficiente intelectuais, a ONG segue em processo de expansão, com sede no St. de Habitações Coletivas e Geminadas Norte e recebendo crianças e adolescentes abandonados em Vila Planalto.

Dentro das instalações da associação, são oferecidas oficinas de arte, terapia ocupacional, fonoaudiologia, pedagogia complementar, psicologia, núcleo ocupacional e fisioterapia. Atualmente a casa atende até 120 usuários, enquanto o abrigo tem capacidade para receber até 10 desabrigados.
SERVIÇO 
O Especial na Pintura 
Quando: De 31/10 à 12/11, das 18h às 00h.
Onde: Restaurante Mundo Vivo Galeria (CLN 413 Bloco D Lojas 17-19)
Entrada: Franca
Classificação: Livre

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo