quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Atendimento para pessoas com deficiência será ampliado em Taguatinga

Cuidado com a desinformação: mudança não implicará desassistência aos usuários da
UBS 4
Uma área mais ampla, garantindo atendimento melhor e mais eficiente aos portadores de deficiência física. É o que acontecerá a partir de 20 de novembro em Taguatinga, quando o Centro Especializado em Reabilitação Física e Intelectual II (CER) passará a funcionar em novo endereço. Referência em assistência às pessoas com algum tipo de deficiência, a unidade ocupará as instalações da Unidade Básica de Saúde 4 (UBS), na Área Especial 23, no Setor QNC de Taguatinga.

Uma área mais ampla, garantindo atendimento melhor e mais eficiente aos portadores de deficiência física. É o que acontecerá a partir de 20 de novembro em Taguatinga, quando o Centro Especializado em Reabilitação Física e Intelectual II (CER) passará a funcionar em novo endereço. Referência em assistência às pessoas com algum tipo de deficiência, a unidade ocupará as instalações da Unidade Básica de Saúde 4 (UBS), na Área Especial 23, no Setor QNC de Taguatinga.

O CER é um programa do Ministério da Saúde que faz parte do Plano Viver Sem Limites e da Rede de Cuidados da Pessoa com Deficiência. Desde 2013, funciona na Policlínica de Taguatinga. A mudança garantirá a continuidade do credenciamento junto ao Ministério da Saúde, já que o prédio que hoje abriga o centro não atende adequadamente às exigências estruturais, de ambiência e de recursos humanos necessárias à continuação do credenciamento.

Dentro da estratégia de desinformação e confusão que fazem alguns, a mudança de endereço vem sendo interpretada como prejuízo para os atuais usuários da UBS 4. Antes de se movimentar contra um melhor atendimento àqueles que têm maior necessidade, é bom que se esclareça que não haverá perda ou redução de cobertura para quem hoje é atendido na UBS 4.

"A transição atende a uma ordem do Ministério da Saúde para que continuássemos a ter o credenciamento fornecido pelo órgão", explica a superintendente da Região de Saúde Sudoeste, Lucilene Florêncio.

Dessa forma, as quatro equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF) da UBS 4 serão remanejadas para as UBS 2 (Praça do Bicalho) e 6 (próximo ao Hospital São Vicente de Paulo, em Taguatinga Sul). Cada uma delas receberá dois médicos de Família e Comunidade, além do reforço de enfermeiros, técnicos de enfermagem e administrativos, além de outros profissionais.

Vale ressaltar que as consultas já marcadas na UBS 4 até 20 de novembro serão realizadas normalmente. Após esse período, as agendas serão transferidas para as novas equipes que farão parte das UBS 2 e 6 de Taguatinga. Além disso, serão mantidos todos os programas da UBS 4, como a hidroginástica e a ginástica na quadra.

A superintendente Lucilene Florêncio esclarece que, mesmo com a mudança, fica garantido a continuidade dos atendimentos aos usuários. "Todos eles serão acompanhados por uma equipe multidisciplinar composta por médico da família, enfermeiro, técnico de enfermagem, agente comunitário de saúde e técnico administrativo."

ENTENDA – Os pacientes que residem nas quadras QNF, CNF, QNA e CNA, passam a ser referenciados na UBS 2. Já os que moram nas QNB, CNB, QNC e CNC serão acompanhados pelas equipes da UBS 6.

Ao mesmo tempo, os usuários do CER II passarão a ter melhor atendimento, além da garantia da continuidade do serviço, com a manutenção do credenciamento do Ministério da Saúde.

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo