Dieta e festas de fim de ano: como lidar?

Nutricionista Daniel Novais dá dicas para se alimentar bem durante o Natal e o Ano-Novo


As festas de fim de ano são repletas de alegria — e muita comida! Com tanta fartura, é comum exagerar na hora de fazer o prato. O nutricionista Daniel Novais tem várias dicas para manter a alimentação equilibrada durante as comemorações.

O primeiro passo é mudar a mentalidade, evitar a gula. “Muitas pessoas chegam na ceia de Natal pensando em comer o máximo que conseguirem, só parando de comer quando estão se sentindo estufadas e cheias demais. O certo é comer até se sentir satisfeito, não passar disso”, indica Daniel. Veja mais orientações do profissional:
1) Priorize as fontes de proteínas, como peito de peru, chester, frango e lombo de porco. “Para ficar ainda melhor, retire a capa de pele e evite molhos gordurosos”, recomenda o nutricionista.

2) Não pule refeições nos dias das festas. Se você é acostumado a almoçar todos os dias, continue almoçando normalmente no dia do Natal e do Ano-Novo. Segundo o nutricionista Daniel Novais, pular a refeição vai aumentar a ansiedade e a fome na hora do jantar, te deixando mais vulnerável para cometer exageros.

“Isso não vale para uma pessoa que, por exemplo, faça jejum intermitente e normalmente não almoça ou não faz alguma outra refeição. O importante é manter a alimentação do dia a dia, sem alterações. A rotina alimentar varia para cada pessoa”, pondera.

3) Evite ficar beliscando. É uma fruta aqui, umas castanhas acolá e, sem se dar conta, você já está se sentindo cheio antes mesmo de experimentar o prato principal. Quer comer um aperitivo, uma entradinha? “Coloque tudo o que for comer no prato. Assim, você tem mais noção da quantidade que está ingerindo”, orienta Daniel.

4) Evite repetir as porções. “Vá com calma. Será que você precisa repetir o prato, pegar dois pedaços de sobremesa, vários copos de bebida?”, questiona o profissional. “Coma de forma consciente, saboreie cada pedaço, sem pressa”, aconselha.  

5) Não desista da dieta nem dos exercícios. “Às vezes as pessoas estão fazendo tudo certinho e, com um único deslize, querem desistir de tudo. Se você saiu da dieta um dia ou mais, tudo bem! O importante é voltar à rotina e ter bons hábitos por toda a vida.”

6) Aproveite a comida! “Um ou dois dias fora da dieta não vão causar nenhum estrago para a saúde nem para a estética. O problema é ter uma alimentação desequilibrada todos os dias”, afirma Daniel Novais. A exceção é se a pessoa precisar seguir uma dieta controlada por algum motivo, por exemplo, se tiver alguma doença, se for um atleta próximo de competição ou até se a pessoa tiver um objetivo muito específico.  







© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo