Pai de bebê morto em Copacabana chama motorista de 'assassino'

Mãe da menina, Niedja da Silva Araújo, está internada em estado grave,o pai da bebê, de oito meses, que morreu no atropelamento em Copacabana (RJ) na

noite desta quinta-feira (18) chamou o motorista de "assassino". A mãe da menina, Niedja da Silva Araújo, está internada em estado grave.
"Quero Justiça, que ele fique preso. Não é para ter carteira de motorista nem estar dirigindo.

Ele é um assassino. Matou minha filha", disse o motorista de Uber Darlan Rocha.O motorista, Antônio de Almeida Anaquim, de 41 anos, disse aos policiais que "não bebe" e que sofreu um ataque epilético.
De acordo com o site do Detran, a carteira de habilitação de Antônio está bloqueada. Nos últimos 5 anos, ele acumulou 62 pontos e 14 multas. Nesta sexta-feira (19), o departamento informou que o motorista cometeu um crime de trânsito e que seu documento será cassado.


Publicidade - Blog da Malu




© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo