Famosos lamentam a morte do humorista Agildo Ribeiro

'Triste pensar num mundo sem as piadas de Agildo', disse Fábio Porchat. Famosos lamentaram a morte do ator e humorista carioca Agildo Ribeiro aos 86 anos, neste sábado (28), em sua casa no Rio.
"A comédia brasileira perde mais um Grande! Triste pensar num mundo sem as piadas do Agildo. Obrigado por tudo o que fez por nós. Tenho a certeza de que o Prêmio do Humor só teve a ganhar com a sua história", escreveu Fábio Porchat no Instagram.

"O mundo fica mais chato sem Agildo. Um grande comediante, grande ator, grande artista. Para mim uma grande influência em todos os níveis. Era o melhor amigo do meu pai, me tratava como sobrinho e mesmo como filho. Me pegava emprestado, saía para comprar roupa para mim... Me influenciou de todas as formas, do jeito como faço comédia. Minha grande referência sempre foi o Agildo. Ele sempre curtiu música, sempre me falava de Portugal. Minha primeira participação no 'Zorra' foi junto com o Agildo. É uma figura muito importante não só na carreira, mas como cidadão, como ser humano também. Tudo isso aprendi com Agildo", disse Lúcio Mauro Filho, em entrevista à GloboNews.

"Hoje perdemos um dos maiores nomes não só do humor, mas da televisão, do teatro, do entretenimento. Ele não se limitava a ser o humorista, ele era um grande ator. Eu e Agildo temos algumas coisas em comum, além dessa vertente de ser multifacetado, nós fomos alunos do Colégio Militar. Ele era um construtor de tipos. Sinto muitíssimo a perda dele. Agildo era um craque. Viva Agildo Ribeiro!", afirmou Nelson Freitas à GloboNews.

luciomaurofilhooficial. Esse foi meu último abraço no Agildo. Tinha acabado de declarar meu amor por ele, com direito à plateia VIP, no palco do Prêmio de Humor, onde era ele o homenageado. Jamais esquecerei dessa oportunidade que meu irmão Fábio Porchat me deu! 
Subi naquele palco como um filho orgulhoso, pois foi assim que Agildo sempre me tratou.
Era o único amigo do meu pai que eu chamava de Tio, tamanha era a nossa convivência e carinho.
Com Tio Agildo aprendi a ouvir música de qualquer lugar do mundo, a estar sempre atento à moda, gostar de viajar (em todos os sentidos 😉), estar atualizado sobre o que acontece na política, lutar pela causa gay.
Foi minha maior influência na comédia quando comecei e adorava deixar o meu pai, seu melhor amigo, doido de ciúmes da relação que tinha comigo.
O mundo inteiro perde quando um artista como o Agildo parte.
Eu perco um pedacinho da minha vida, que se esvai deixando um gosto de uma saudade doce. 
Obrigado meu Tio Agildo, por ter feito tanto por mim. 
Tia Didi com certeza está te recebendo nos braços, para vocês continuarem essa linda história de amor! ❤️👑🙏🏽✨ #agildoribeiro


Publicidade - Blog da Malu




© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo