Pesquisa sobre Minha Casa, Minha Vida mostra que moradia tem mais de 80% de aprovação dos moradores

Mais de 420 domicílios no Paranoá Parque participaram da pesquisa

Pesquisa de satisfação dos beneficiários do Programa Minha Casa Minha Vida do Paranoá Parque (PMCMV), divulgada nesta manhã (28), na Codeplan. apurou que em comparação com a moradia antiga, 80% dos beneficiários do programa consideram pior o acesso ao comércio, escola, saúde e transporte. Porém, 90%, não querem sair do local. Os dados da pesquisa ainda mostram que 52,4% dos beneficiários são casais com filhos, 57,1% são pardos e 53,3% têm emprego com carteira assinada. 

A pesquisa domiciliar realizada pela Codeplan, realizada nos meses de novembro e dezembro de 2017, é resultado de um acordo de cooperação técnica com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) que, também, mantém parceria com a Secretaria Nacional de Habitação (SNH), do Ministério das Cidades (MC) com objetivos similares.

O presidente da Codeplan, Lucio Rennó, comentou a importância dos dados da pesquisa para o desenvolvimento de políticas públicas e agradeceu a participação das entidades envolvidas.

A diretora de Estudos e Políticas Sociais (Dipos), Ana Maria Nogales Vasconcelos, salientou que os pesquisadores encontraram dificuldade de acesso às residências e comentou que em alguns imóveis foram necessárias mais de cinco visitas para aplicação do questionário. “Seguimos um protocolo, fizemos um ajuste na aplicação dos questionários e foi difícil o acesso às residências. Em algumas, tivemos que visitar mais de cinco vezes a residência para aplicação dos questionários”.

O acesso aos equipamentos públicos e privados nas cercanias do bairro, características e percepções da moradia e da vizinhança, informações e dados das condições da moradia anterior e atual fizeram parte da coleta da pesquisa domiciliar. Segundo o técnico da Codeplan, Daniel Biagioni, após o desenho do questionário, houve o treinamento da equipe e, a partir daí, formou-se uma grande base de dados, com 1.486 entrevistados, em 427 domicílios, distribuídos nos 17 condomínios verticais que compõem o Paranoá Park.

“A pesquisa tem significância pelos dados que apresenta e era um anseio nosso não só pelos desafios mas também porque nos traz um realinhamento de modelo.  A partir deste modelo, veremos modelos em outros empreendimentos tanto no governo local quanto no federal”, disse a gerente de Projetos da Secretaria Nacional de Habitação, do Ministério das Cidades, Angélia Faddul.

O Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) foi criado pela Lei nº 11.977, de 2009, com vistas ao atendimento às famílias de baixa renda e ao crescimento econômico do País por meio do aumento do investimento no setor da construção civil. Os beneficiários do Programa são famílias que não possuem casa própria ou financiamento em qualquer unidade da Federação ou não tenham recebido anteriormente benefícios de natureza habitacional do Governo Federal.

 Reportagem: Eliane Menezes, da Codeplan
Edição de Ana Paula Cortes
Fotos: Toninho Leite, da Codeplan
 PS.: Nas fotos estão Ana Maria Nogales Vasconcelos/ Daniel Biagioni



...


Publicidade - Blog da Malu




© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo