Uma parte relevante da sociedade é fascista, sim, diz Vladimir Brichta

Ator falou sobre a importância do meio artístico para o país

O ator Vladimir Brichta comentou sobre a importância da arte para a sociedade brasileira, em entrevista à colunista Monica Bergamo, do jornal "Folha de S. Paulo", neste domingo (15).

“Alguns políticos e uma parte da sociedade têm o desejo de criminalizar, de julgar o que é moral, propondo medidas para deslegitimar expressões artísticas. Não é à toa que uma das primeiras medidas de [Michel] Temer foi querer acabar com o Ministério da Cultura”, afirmou o ator.

“Isso revela muito de um governo tentando enfraquecer equipamentos sociais que são poderosos. Acho que uma parcela pequena, mas relevante, da sociedade tem, sim, um pensamento que pode ser classificado como fascista. Mas colocar isso como maioria? Rejeito essa ideia”, disse.


© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo