Relações tóxicas vão além do relacionamento afetivo abusivo

Comportamento:Atitudes prejudiciais podem vir de amigos, colegas de trabalho e até dos pais. Entenda como isso afeta a vida de milhares de pessoas.
Uma relação tóxica é aquela que causa sofrimento, fere ou desrespeita uma ou ambas as pessoas. De acordo com a psicóloga Nayara Nascimento, ainda que qualquer vínculo entre seres humanos seja complicado, nem todos são tóxicos, mas essas más relações podem desencadear diversos transtornos na psique humana.

O desgaste emocional das relações tóxicas pode acarretar em uma série de transtornos psicológicos como síndrome do pânico, ansiedade e depressão. Segundo a psicóloga, qualquer indivíduo pode se envolver nesse tipo de relação, entretanto, pessoas que têm autoestima baixa ou que tenham um passado de opressão e abusos estão mais suscetíveis a entrar em relações nocivas, pois costumam ter uma visão distorcida do que realmente é o afeto.

Segundo os especialistas, é importante considerar que as relações tóxicas vão além dos relacionamentos abusivos entre parceiros. De acordo com a psicóloga, é comum identificar entre essas relações desde amizades antigas até vínculos entre pais e filhos onde é possível perceber certa manipulação, competitividade, diminuição da dor do outro, dramas desnecessários e inveja.


A estudante de direito Anny Carvalho afastou-se de algumas pessoas nos últimos anos por ver características tóxicas nas amizades e vê esse tipo de relacionamento como algo inevitável. Segundo ela, a maioria da população já teve vínculo com alguém tóxico na vida.  “A gente não devia, mas acaba deixando que aconteça, seja por certa carência ou por querer exercitar paciência e perdão”, conta.

É fácil reconhecer as atitudes tóxicas quando observado de fora, porém, para as pessoas envolvidas na relação, reconhecer tais problemas é bastante complexo, mesmo para quem os comete. A estudante Nicole Oliveira já esteve envolvida em algumas relações tóxicas tanto com a família quanto com amigos, mas admite que também já foi a parte negativa. “Não fui tóxica com a intenção de ser, mas reconheço que fiz comentários desnecessários e acabei afetando a autoconfiança da minha amiga”, admite. Nicole se desculpou e se afastou dessa amiga por um tempo, mas conta que algumas semanas depois teve uma conversa franca com ela e hoje as duas mantém uma relação saudável. “É importante reconhecer nosso lado impaciente e meio tóxico pra conseguirmos lidar com isso da melhor forma e assim, parar de afetar tão negativamente a vida do outro”, diz.

O único tratamento eficaz contra relações tóxicas é afastar-se daquela pessoa que influencia negativamente a vida do outro. Quando se trata de família é um pouco mais complicado, mas aprender a lidar ou ignorar é fundamental para manter o equilíbrio emocional. É necessário enfatizar que continuar em um relacionamento destrutivo aumenta o risco de desenvolver doenças como depressão, ansiedade, síndrome do pânico e em casos extremos, a dissociação de identidade.
#amizade #comportamento #relacionamento #relaçõestoxico
fonte:IESB


Publicidade - Blog da Malu




© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo