DE 6 A 8 DE DEZEMBRO MOSTRA NOVO CINEMA DOMINICANO NO CINE BRASÍLIA

 III edição da mostra exibe filmes recentes epremiados da República Dominicana
 *Programação inclui títulos que estão entre os melhores filmes do país caribenho
 *Abertura com Sambá,  de Israel Cárdenas e Laura Amelia Guzmán, sucesso de público e crítica naquele país

 *Entrada franca

Em sua terceira edição, a Mostra Novo Cinema Dominicano, uma realização da Embaixada da República Dominicana no Brasil e da Direção Geral do Cinema Dominicano, se consolida no calendário de festivais da cidade que apresentam recorte da produção cinematográfica contemporânea. De 6 a 8 de dezembro, no Cine Brasília, o brasiliense terá oportunidade de ver, em primeira mão no Brasil, uma seleção de filmes recentes e premiados, alguns deles constando na lista dos melhores de todos os tempos no país.

 A seleção deste ano inclui cinco títulos, entre ficções e documentários curtas e longas-metragens, produzidos a partir de 2013: os longas 
Sambá (2013), sucesso de público e crítica na República Dominicana, Amanhã não esquece, e Cangote, indicado ao Oscar. E ainda os curtas Sinal Vermelho eAto de Rebeldia.  

 A mostra tem sessão de estreia na quinta-feira, dia 06, às 19h, com o premiado Sambá (2017), de Israel Cárdenas e Laura Amelia Guzmán. Na trama, Cisco volta para a República Dominicana após ter cumprido uma pena injusta em uma prisão norte-americana. Sua mãe alcoólatra apresenta um quadro de saúde delicado e a única forma de conseguir dinheiro é lutando no ringue de boxe.

CINEMA DOMINICANO – A produção cinematográfica da República Dominicana foi intensificada a partir de 2000, com a criação de mecanismos de incentivo. Hoje, é um dos instrumentos mais férteis de divulgação do país e importante veículo de construção da identidade cultural do povo dominicano. O cinema da ilha - que integra o arquipélago das Grandes Antilhas, no Caribe -, é caracterizado por ser independente e tratar com frequência de temas sociais. Embora o país tenha pouco mais 48.400 quilômetros quadrados e 10 milhões de habitantes, o ambiente cinematográfico conta com oito grandes festivais. São eventos como o Cine Global Dominicano, a Mostra Internacional de Cine de Santo Domingo, o Festival Internacional de Cine de Fine Arts e o Festival Internacional de Cine Independente de Santiago.

 PROGRAMAÇÃO

06/12 (Quinta-Feira) – Abertura
19h
Sambá

Cisco volta para a República Dominicana após ter cumprido uma pena injusta em uma prisão norte-americana. Sua mãe alcoólatra apresenta um quadro de saúde delicado e a única forma de conseguir dinheiro é lutando no ringue de boxe.


Diretor: Israel Cárdenas e Laura Amelia Guzmán
Duração: 1h27 minutos
Ano: 2017
Legendas em português

 https://www.youtube.com/watch?v=YpgShZF3iBk

 07/12 (Sexta-Feira)
20h30
Ato de Rebeldia / Acto de Rebeldía
Dirigido por Isabella Bretón, o curta foi baseado no poema de Gabriela Ortega e produzido por Nicole Coiscou. Ato de Rebeldia é um projeto audiovisual sobre o empoderamento das mulheres perante as pequenas agressões vivenciadas diariamente e as quais acabam sendo superadas por elas por meio de pequenos atos de rebeldia.

O curta-metragem conta com a presença de atores e influenciadores locais, entre eles: June Gómez, Marcos Mañon, Cynthia Guzmán, Lo Blanquito, Nicole Lockward, Natalia Azar, Lauren Bowcutt, Paloma de la Cruz, Lola Lora, Paloma Richiez, Pamel Mancebo, Carlos Durán, Sergio Echenique, Marina Frías, JJ Sánchez, y Kat Montes.

 Diretor: Isabella Bretón
Duração: 9’47”
Ano: 2017

Amanhã não esquece / Mañana no te olvides
Um adolescente com Síndrome de Down e seu avô diagnosticado com a doença de Alzheimer acabam fortalecendo sua relação, permitindo-lhes fugir das hostilidades diárias e sair em busca da felicidade.
 Quando sua esposa falece, Roberto se vê morando com seu neto Jan, o que origina a aproximação mútua e o descobrimento de muitas coisas em comum, como os sonhos que desejam realizar e que juntos conseguiram torna-los realidade.

 Diretor: José Enrique “Pinky” Pintor
Duração: 1h50 minutos
Ano: 2017
Legendas em português

 08/12 (Sábado)
20h30
Sinal Vermelho/ Luz Roja
O curta-metragem apresenta a realidade dos meninos de rua.

Diretor: Lucas Estrella
Duração: 9’52”
Ano: 2013
Cangote / Cocote

Alberto é um jardineiro evangélico que retorna ao seu povoado natal para assistir ao enterro de seu pai, quem foi assassinado por um importante homem da região. Para se despedir do morto, terá que participar de cultos religiosos diferentes de suas crenças e vontade.

Diretor: Nelson Carlo de Los Santos Arias
Duração: 1h46 minutos
Ano: 2017
Legendas em português

https://www.youtube.com/watch?v=KhuglEsa8Pg

SERVIÇO
III Mostra Novo Cinema Dominicano
Data: 06 de dezembro a 08 de dezembro
Local: Cine Brasília (EQS 106/107)
Horários: ver programação
ENTRADA FRANCA




Publicidade - Blog da Malu




© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo