Saúde: Cenfe lança Programa de Prevenção do Pé Diabético com acesso gratuito

O programa “Um passo à Frente” foi idealizado como uma ação permanente. 

A intenção do centro de tratamento de feridas é oferecer auxílio para os pacientes que sofrem de diabetes em todo o Brasil. O projeto realizará movimentos preventivos para portadores da doença.
De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), estima-se que 13 milhões de brasileiros, entre 20 e 79 anos, sofrem de diabetes. Uma em cada quatro pessoas diabéticas pode adquirir problemas nos pés ao longo da vida, principalmente aqueles que negligenciam cuidados preventivos.

 Visando prestar auxílio aos portadores da doença, o Centro de Tratamento de Feridas (Cenfe) especialista em tratamento de feridas, presente em Brasília, São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Salvador (BA) lança nesta sexta-feira (19), o programa “Um passo à Frente” Programa de Prevenção do Pé Diabético, com foco na promoção da saúde, buscando acompanhar e informar sobre riscos, agravos e lesões em pessoas diabéticas, bem como aumentar a compreensão acerca dos problemas associados à diabetes melitus que podem ocasionar o Pé Diabético. Além disso, o programa também atuará nas condutas de tratamento de lesões existentes.

“O Programa de Prevenção do Pé Diabético oferecerá ações de gerenciamento, de acompanhamento e de orientação da pessoa diabética. Pessoas com lesões já existentes também serão acompanhadas pelo programa com as condutas de tratamento realizadas no ambulatório Cenfe ou na casa do paciente”, explica Benedito Silva, diretor do Cenfe.

A expressão “pé diabético” compreende o conjunto de complicações nos pés ou nos membros inferiores, associado a normalidades neurológicas e doenças vasculares periféricas, incluindo lesões. Aqueles que possuem diabetes mellitus estão mais propensos aos problemas. Além disso, a doença é a causa mais comum de internações prolongadas, envolvendo elevados custos para preservação e tratamento do paciente.

“Estamos falando de mais de três milhões de pessoas que são atingidas por complicações nos pés em decorrência da diabetes. Muitas vezes, o diagnóstico precoce, com a identificação e a mitigação dos principais fatores de risco, diminui sua ocorrência. Em casos mais críticos, indica-se até mesmo a amputação do membro”, pontua Silva.

O programa acompanhará periodicamente a pessoa, em nível ambulatorial e/ou domiciliar, buscando identificar situações agravantes à saúde. Além disso, os pacientes receberão orientações; testes neurológicos; exames específicos para indivíduos acima de 50 anos de idade; interação multidisciplinar; monitoramento das condições relacionadas a diabetes; condutas preventivas do pé diabético; higienização e medidas para controle de peso e regularidade de atividades físicas.

Os interessados opodem realizar pré-inscrição no próprio site do centro (cenfewc.com.br). Após esta etapa, a equipe do Cenfe entrará em contato para verificar a elegibilidade para o programa. Na sequência, o participante receberá alguns documentos para serem preenchidos. Entre eles, os termos de participação e concordância para o tratamento.

“A doença é complicada. Com essa ação, visamos mudar a realidade de muitos pacientes que não possuem as instruções adequadas para realizarem o tratamento do pé diabético. Pequenas medidas importam”, reforça.

Sobre o Cenfe - O Cenfe é o primeiro centro de tratamento de pessoas lesionadas por feridas crônicas ou agudas, com regime tanto ambulatorial quanto domiciliar. 

O serviço é oferecido por uma equipe qualificada e multidisciplinar, formada por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e nutricionistas. O corpo clínico tem como responsável técnico o Dr. Igor Nunes e Souza, que é cirurgião geral e vascular, formado pela Universidade de Brasília (UnB) e membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, e a enfermeira Larissa Pignata responsável técnica de enfermagem e estomoterapeuta da clínica.

O Cenfe conta, ainda, com a parceria da HomeLar, que compreende os serviços de Internação Domiciliar e Atendimento Domiciliar. Este tipo de Internação Domiciliar oferece atendimento a pacientes com quadro clínico estável, que não necessitam de toda estrutura hospitalar, podendo os cuidados serem realizados em casa. Já o atendimento domiciliar contempla a assistência em diferentes complexidades. Outros serviços oferecidos pelo Cenfe são: curativo por pressão negativa, cateter central de inserção periférica (PICC), acesso venoso central guiado por ultrassom, exame diagnóstico em casa para avaliação de TVP (trombose venosa profunda).

SERVIÇO:

O que: Programa de Prevenção do Pé Diabético
Quando: A partir de sexta-feira (19/04)
Quanto: Gratuito
Inscrições: SHLS 716, no Centro Médico Brasília

SERVIÇO:
Cenfe
(61) 3036-6594 
http://www.cenfewc.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante!

© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo