Criança: CIMAN investe em projetos para estimular bons hábitos alimentares

# Plantar, Colher e Saborear leva alunos a acompanhar todo o processo, desde o plantio até o preparo de alimentos saudáveis.

Saúde e boa alimentação andam juntos em todas as idades e quanto mais cedo se criarem hábitos alimentares saudáveis, melhor. Pensando nisso, o Colégio CIMAN desenvolve projetos interdisciplinares com alunos desde a Educação Infantil, passando pelo Ensino Integral, para conscientizar as crianças da importância de se dar atenção ao alimento que se consome. 

O cultivo dos bons hábitos desde pequenos é fundamental. Pesquisas do Ministério da Saúde comprovam que, com uma alimentação descuidada na fase da infância e da adolescência, são grandes as chances de surgirem problemas de saúde e obesidade na fase adulta.  Números da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PENSE) apontam que 7,8% dos estudantes, entre 13 e 17 anos, estão obesos, sendo maioria deles meninos (8,3%), seguidos de perto pelas meninas (7,3%). Os dados também revelam que adolescentes com obesidade até os 19 anos têm quase 90% de chances de serem obesos na vida adulta. Os números foram divulgados em 2018.

Um dos projetos do Colégio CIMAN, desenvolvido com os alunos do ciclo integral, é o Plantar, Colher e Saborear. Por meio dele, crianças de 4 a 11 anos aprendem desde o plantio até o preparo dos alimentos, de forma sustentável, com aulas semanais na horta e na cozinha.

O processo inicia-se na horta, cultivada numa parceira entre alunos e funcionários da escola. “Uma vez por semana, os meninos é que vão mexer na terra, regar e plantar mudinhas e sementes. Nesse momento, aprendem sobre a variedade de alimentos, suas características e benefícios para a saúde”, explica a coordenadora do CIMAN Integral, Daniela Almirante.

 Depois do plantio, é hora da colheita. É da horta que vem grande parte dos insumos que serão utilizados na aula de culinária, que destaca receitas em que o aproveitamento de cascas, folhas usualmente não aproveitas e até sementes ganha importância aos olhos dos estudantes.


“Eles aprendem desde a higienização dos alimentos e os cuidados na cozinha até o preparo das receitas sempre saudáveis”, explica a nutricionista Letícia Caroline, responsável pelo projeto. A cada novo prato estudado, eles levam tudo anotado, para praticar em casa e compartilhar a experiência.  “No final do ano, temos o momento de cozinhar com a família, fortalecendo os laços afetivos e a troca de informações no aprendizado mútuo”, garante Daniela Almirante. Também é o momento de levar para casa o livro de receitas colecionadas ao longo do ano.

 Colégio CIMAN

CIMAN Octogonal

(61) 3213-3737 – Entre áreas 1/4

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante!

© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo