A Embaixada da Turquia em Brasília faz a seguinte declaração em relação à decisão da Suprema Corte sobre Ali Sipahi:

“A organização terrorista FETÖ é uma ameaça não só para a Turquia, mas também para toda a humanidade e continua a representar uma ameaça à segurança do Brasil e de todos os outros países onde opera. 

A Turquia, que trava uma luta determinada e sincera contra todos os tipos de terrorismo, espera a mesma abordagem de seus aliados e da comunidade internacional. Nesse sentido, a luta contra a FETÖ deve ser tão importante e priorizada no Brasil quanto em nosso país. Os esforços da Turquia para manter e aumentar sua cooperação com o governo brasileiro na luta contra o terrorismo, particularmente contra a FETÖ, continuarão. Esperamos que o governo brasileiro mostre a mesma sensibilidade sobre esse assunto.”


Além disso, a Embaixada enfatizou que há uma posição unida contra a FETÖ tanto pela decisão quanto pelos principais partidos da oposição na Turquia. Neste contexto, a Embaixada apresenta uma declaração conjunta de quatro grupos partidários, incluindo os principais partidos da oposição do Parlamento turco, que apela aos países amigos e parceiros a extraditarem membros do FETO para a Turquia o quanto antes.

DECLARAÇÃO CONJUNTA
DE QUATRO GRUPOS PARTIDÁRIOS NA GRANDE ASSEMBLEIA NACIONAL DA TURQUIA

Nós, enquanto quatro grupos partidários que representando a vontade da Nação Turca sob o teto da Grande Assembleia Nacional da Turquia;
- Expressando que a organização terrorista FETO representa uma grande ameaça para a segurança da  República da Turquia,
- Enfatizando que o Judiciário turco registrou o fato de que, com a tentativa de golpe em 15 de julho de 2016, aqueles que planejaram e perpetraram o ataque terrorista mais sangrento contra a Turquia, eram os líderes e membros desta organização terrorista.
- Considerando a luta empreendida por nossa Assembléia de Veteranos - que foi atacada por traidores membros do FETO na noite de 15 de julho - para proteger a vontade soberana e as conquistas democráticas da nação turca,
- Comemorando com gratidão nossos 251 mártires que resistiram corajosamente à tentativa de golpe e deram suas vidas por esta causa e expressando nossa gratidão aos milhares de veteranos,
- Com o objetivo de reiterar a firme vontade da nação turca de exigir que os membros do FETO, em especial o líder da organização terrorista, Fetullah Gülen, sejam responsabilizados perante à justiça turca, com base nos princípios universais do direito, pelos crimes que cometeram,

gostaria de sublinhar o seguinte:

1. O líder do FETO Fetullah Gülen vive ainda livremente nos EUA. Ele continua a gerir a organização terrorista dos EUA e dá instruções aos membros da organização terrorista. O líder do FETO continua a difundir as suas ideias distorcidas, utilizando as táticas de organizações terroristas como a DAESH e a Al-Qaeda.
2. É inaceitável que não tenha sido dada nenhuma resposta às inúmeras demandas das instituições de justiça para que Fetullah Gülen e outros líderes da organização terrorista sejam extraditados para a Turquia para prestar contas perante à justiça.
3. O fato de as autoridades dos EUA não terem tomado qualquer medida contra a organização terrorista FETO e Fetullah Gülen afeta negativamente as relações de confiança entre a Turquia e os EUA. Como os quatro partidos com membros no seio da Grande Assembleia Nacional da Turquia, partilhamos a forte reação expressa pela sociedade turca sobre esta questão.
4. A Grande Assembleia Nacional da Turquia continuará a proteger a confiança da nação turca na democracia, nos direitos humanos fundamentais e nas liberdades.
5. Esperamos de todos os nossos amigos e parceiros, especialmente dos EUA, que tenham em conta a posição comum contra o FETO, baseada nos valores universais de quatro grupos partidários da nossa Assembleia, e apelamos a que sejam tomadas as medidas necessárias para a extradição de Fetullah Gülen e dos membros do FETO para a Turquia o quanto antes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante!

© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo