Celebridade: Em defesa dos LGBTQ's, Jesuíta Barbosa assume sexualidade


Capa da Vogue Digital de agosto, Jesuíta Barbosa, 28, se assumiu homossexual durante entrevista para a publicação. O ator disse ainda que acredita que definir sua sexualidade é algo limitador, mas que o faria se somasse para a causa LGBTQ: "pode escrever aí, por favor: sou viado"

 O artista já interpretou personagens dos mais diversos em relação ao gênero e sexualidade. Foi com o militar homossexual de "Tatuagem" que ganhou seu primeiro prêmio, o Troféu Redentor de Melhor Ator no Festival do Rio 2013. 

Na televisão, viveu Ramirinho, em "Onde Nascem os Fortes" da Rede Globo. Filho de um juiz linha-dura, o personagem esconde sua outra identidade, a aclamada cantora drag queen Shakira do Sertão. Segundo ele, "Experimentar o feminino como transgressão me ajudou a crescer como ser humano". 

Mas o ator afirma que não gosta da ideia de limitar sua sexualidade. "Nunca falaria de sexualidade abertamente se não fosse como provocação ou para abrir possibilidades. Nossa tentativa de discutir essas questões está num lugar muito retrógrado ainda. Acho, por exemplo, a ideia de me colocar como viado ou hétero limitadora, são como duas caixas pré definidas", disse.

O global já apoiou a causa publicamente em outros momentos. No carnaval deste ano, apareceu de batom e cílios postiços e foi elogiado por celebridades como Bruna Marquezine e Cauã Reymond no Instagram. Ainda na rede social, fez coro às reclamações de Linn da Quebrada quando a transexual teve participação vetada na Parada Gay de João Pessoa. 

Lava jato: Dallagnol rebate acusação contra Lava Jato sobre dados da Receita


Mensagens obtidas pelo site Intercept Brasil mostram que integrantes da força-tarefa buscaram informações junto à Receita Federal diversas vezes sem a autorização da Justiça.

O procurador e chefe da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, recorreu ao seu perfil no Twitter para rebater acusações de que procuradores da Operação Lava Jato driblaram a lei para obter dados sigilosos da Receita Federal. "Mais acusações falsas contra a Lava Jato. A Receita passou informações para o MP (Ministério Público) na Lava Jato em três situações, sempre com amparo na lei", escreveu.

Mensagens obtidas pelo site Intercept Brasil e analisadas em conjunto pelo jornal Folha de S.Paulo mostram que integrantes da força-tarefa no Paraná buscaram informações junto à Receita Federal diversas vezes sem a autorização da Justiça para a quebra do sigilo fiscal das pessoas investigadas. Para isso, teriam contado com a cooperação do auditor fiscal Roberto Leonel, que comandou a área de inteligência do Fisco em Curitiba até 2018 e, este ano, assumiu o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

De acordo com Dallagnol, a Receita passou informações para o Ministério Público no âmbito da Lava Jato nas seguintes situações: "Quando houve quebra de sigilo fiscal decidida por juiz; quando o MP requisitou informações fiscais, poder dado pela Lei Complementar 75/93 e reconhecido em atos e decisões da Administração Pública e do Judiciário e, por fim, quando a Receita identificou indícios de crimes, em apuração de iniciativa própria ou a partir de informações recebidas do Ministério Público, de outros órgãos ou de cidadãos".

O promotor afirmou ainda que a Receita Federal tem liberdade de apurar atos ilícitos a partir de notícias que recebe e de comunicá-los ao Ministério Público. "Uma função central dos Escritórios de Pesquisa e Inteligência, como aquele que o auditor Roberto Leonel chefiava, é exatamente fazer pesquisa e investigação. A obrigatoriedade da comunicação dos indícios de crimes ao MP está prevista no art. 5º da Portaria 671/14", acrescentou.

Por fim, Dallagnol mencionou post do procurador da República do MPF em Goiás, Helio Telho, para rebater críticas à relação da força tarefa com a Receita Federal. "O colega @HelioTelho explica que a cooperação entre Receita e Ministério Público é legal, legítima e desejável. Na Lava Jato, já resultou em mais de 24 bilhões em créditos tributários", disse.
Com informações da folha pressBrasilia

Tecnologia: Exposição Apolo 11 no Planetário de Brasília


O Planetário de Brasília recebe até setembro em comemoração ao 50ª Aniversário da chegada do homem, a Exposição Apolo 11. 

Há cinco décadas Neil Armstrong se transformou na primeira pessoa a pisar na lua, seguido de Buzz Aldrin. Poucos meses depois desta conquista da Nasa, já foram publicadas as primeiras suspeitas que apontavam uma montagem.
Quem for ao Planetário conferir a Exposição Apolo 11 vai conhecer passo – passo como foram as missões entre os anos 1961 a 1972, como aconteceu a tragédia com os três astronautas; o que foi deixado na lua e o que eles trouxeram de lá. Além disso, a Exposição é riquíssima, pois possui inúmeros registros de todas as missões dos primeiros humanos na Lua e o primeiro lançamento a partir de um corpo celeste.

O Planetário está aberto ao público de terça a domingo e a entrada é gratuita. Confira os horários de funcionamento:

 Terça-feira a sexta-feira, das 09 horas às 21 horas. E aos sábados, domingos e feriados, das 08 horas às 20 horas.

Fetiches: Gosta de lamber sovaco? A culpa é dos signos!

Astros explicam preferências sexuais e dão pistas sobre o fetiche preferido de cada signo;
Os fetiches moram no imaginário de muitas pessoas, mas raramente são discutidos abertamente. Até mesmo casais de longa data podem ter dificuldades de dizer o que desperta o interesse sexual. Mas, então, como saber que situação eleva a sua libido ou a do parceiro/a? A astrologia pode dar algumas dicas.

Segundo a astróloga e sexóloga Virgínia Gaia, a posição dos planetas no mapa astral pode dar pistas sobre o que é excitante, o que faz a pessoa ficar ligada e como ela pode agir e reagir nos momentos mais íntimos. Que tal descobrir o fetiche sexual que tem mais a ver com você ou com você e com o crush? A pedido da coluna, Virgínia conta tudo.

Áries

Como são regidos por Marte, o planeta do desejo, os arianos são muito ativos sexualmente e gostam de sentir que possuem um certo poder durante a relação sexual. Assim, fantasias que envolvam BDSM (bondage, disciplina, dominação e submissão) podem mexer com a libido dos arianos e deixá-los morrendo de tesão. Marte também faz referência às armas, que no ambiente sexual podem ser trabalhadas de forma lúdica – com um chicote, por exemplo.


Touro:Taurinos são românticos e possuem os cinco sentidos aguçados. Portanto, uma boa forma de excitar pessoas de Touro é brincar com a sensibilidade delas: uma dica certeira é explorar zonas erógenas inusitadas e altamente sensíveis, como as axilas. Lamber o sovaco, pasmem, pode deixá-los loucos.
Outro fetiche que pode surpreender o taurino inclui vendas, amarras e a ordem de que obedeça a comandos e controle sua reação aos estímulos sexuais. Segurar o tesão nessas circunstâncias fará ele(a) se contorcer!
                                                                                                               
Gêmeos: Pessoas de Gêmeos são comunicativas e exigem uma troca inteligente antes e durante o sexo. Para provocar um geminiano, aposte nas insinuações sexuais inesperadas e nas dirty talk – aquele vocabulário bem picante (e sujo) que faz sucesso entre quatro paredes. Eles querem falar e ouvir sobre o nível de excitação do momento, além de como e com o quê querem chegar ao orgasmo.


Câncer;:Cancerianos são românticos e se sentem muito à vontade em ambientes com água e com temperatura adequada. Que tal uma banheira quente, algumas velas aromáticas e óleos para uma massagem sensual com os pés? Nesse caso, Virgínia sugere o uso de lubrificantes à base de silicone. Eles irão manter a lubrificação mesmo embaixo da água.


Leão:Não é novidade para ninguém que leoninos adoram chamar atenção e impressionar. Por isso, não se espante se o crush leonino aparecer com um sobretudo sem nada por baixo no cinema ou, ainda, te surpreender no banheiro da balada para aventura. Segundo Virgínia, eles também valorizam experiências em público e produções bem caprichadas.

Virgem:Virginianos vão de um extremo a outro quando o assunto é fetiche sexual. Sempre atentos aos pequenos detalhes, eles adoram criar uma fantasia com bilhetes e mensagens eróticas – aquelas que chegam sem avisar no meio do expediente e deixam a gente com vontade de ir pra casa.
Eles valorizam momentos de higiene a dois e podem ser adeptos de um fetiche que ainda é considerado tabu por muita gente: ver e ser visto, e ajudar e ser ajudado, na hora da depilação.

Libra: Librianos gostam de fantasias que envolvam o par. Além disso, valorizam performances artísticas e o aspecto estético do sexo. Um lapdance bem executado, por exemplo, pode levar o libriano ao limite da excitação, assim como uma dança sensual a dois, com direito a estímulos discretos, em público.

Escorpião:Eles não têm medo de tabus e adoram realizar suas fantasias sexuais. Costumam estar aberto à experiências que envolvam dominação, uso de algemas, cordas, demonstrações de autoridade e aqueles “tapinhas que não doem”. Segundo Virgínia Gaia, escorpianos também apreciam um clima de mistério e gostam de ousar nas fantasias. Transar mascarado, por exemplo, pode ser uma experiência interessante para pessoas desse signo.
Sagitário: Pessoas de Sagitário são aventureiras e adoram desbravar lugares desconhecidos. O fetiche desse signo é justamente transar em paisagens paradisíacas e locais públicos – sabe aquele “quê” de tensão? Sagitarianos adoram correr o risco e podem curtir sexo na praia, em meio à natureza, em uma estrada deserta ou, ainda, com mais de uma pessoa.
Capricórnio :Eles podem ser meio formais no início, mas deixe-os à vontade e logo eles revelarão suas fantasias. Dar oportunidade para que capricornianos falem sobre seus fetiches é fundamental, visto que esse signo tem a tendência a parecer mais “tradicional” no sexo. No entanto, se a ideia é surpreender, aposte em jogos de dominação. Geralmente, o parceiro de capricórnio sente muito prazer ocupando uma posição de controle no sexo.
Aquário:A casa 11 do zodíaco aprecia inovação e tecnologia, inclusive durante o sexo. Assim, brinquedos, lugares e acessórios diferentes ajudam a despertar a imaginação e a libido dos aquarianos. Lubrificantes diferentões e vibradores wireless – aqueles em que é possível masturbar o parceiro a uma distância considerável – são ótimas pedidas para um fetiche sofisticado.
Peixes:Por fim, piscianos também são românticos e têm uma personalidade mística. Seus fetiches podem estar associados a uma experiência tântrica ou a rituais eróticos. Para excitá-los, é necessário construir um ambiente em que o pisciano sinta que há uma conexão emocional com o parceiro(a).
Com Informações:Metrópoles-DF





Internacional: 13 Coisas Que Você Deve Saber Sobre A Cultura Paquistanesa

Se há um país cuja cultura é claramente contrastada por sua imagem internacional tem que ser o Paquistão. 

Os paquistaneses em todo o mundo enfrentam frequentemente o dilema de explicar o que a sua cultura realmente implica, graças a anos de exagero dos meios de comunicação e definição da agenda. Além do desapontamento democrático e econômico, habita um mundo da sociedade civil paquistanesa que trabalha resilientemente contra todas as probabilidades de manter o que é mais intacto: sua cultura vibrante. Vamos tentar conhecer o Paquistão um pouco melhor:

As mulheres de Kailash celebram a dança.
Graças à sua diversidade histórica, geográfica e étnica, a cultura paquistanesa é um caldeirão de influências indianas, persas, afegãs, da Ásia central, do sul da Ásia e do oeste da Ásia. 

Existem mais de 15 grandes grupos étnicos no Paquistão, que diferem em características físicas, linhagens históricas, costumes, roupas, comida e música. Algumas delas incluem Punjabis, Sindhis, Baloch, Pashtuns, Caxemira, Hazaras, Makranis e Baltis, provenientes de regiões tão próximas de casa como a Civilização do Vale do Indo ou até a África ou o Tibete. Além dos antigos elementos étnicos, a influência religiosa do Islã também moldou fortemente a cultura paquistanesa desde a sua primeira aparição na região em 700 dC
 A cultura paquistanesa é muito diversa

Muitas línguas diferentes são faladas no Paquistão
O número oficial de línguas ativamente faladas no Paquistão é entre 73 e 76. Isso significa que dentro de horas de diferença entre os distritos do país, existem línguas que outros grupos em diferentes regiões não falam. A mais popular das línguas, no entanto, pertence aos maiores grupos étnicos com sua própria literatura moderna e antiga, como histórias, filosofia, poesia, academia e roteiros religiosos e espirituais. A maioria dos idiomas no Paquistão pertence ao grupo lingüístico indo-iraniano, incluindo urdu, a língua nacional.

As pessoas são amigáveis, mas a segregação entre gêneros ainda existe

Devido às influências islâmicas e tribais, as regiões não-urbanas do Paquistão têm variadas níveis de segregação de gênero, enquanto as grandes cidades também têm expectativas conservadoras em termos de interações entre homens e mulheres. 
Os casais geralmente não se abraçam ou se beijam em público de maneira não-platônica. Independentemente disso, o povo do Paquistão é útil, amigável, acessível e humilde.

Os paquistaneses adoram ouvir - e fazer - música
Diversas culturas expuseram músicos paquistaneses a muitas formas e estilos poéticos diferentes, além de idiomas e literatura. Qawwali e Ghazal são os tesouros auditivos da nação. Com base nisso, os programas de TV paquistaneses, como o Coke Studio , acumularam milhões de fãs internacionalmente e localmente, de não-paquistaneses a falantes não-urdu. A nação também produziu cantores lendários, como Nusrat Fateh Ali Khan e poetas como Faiz Ahmed Faiz, que deixaram uma tremenda influência na cultura e na consciência coletiva do povo. Músicos contemporâneos também brincam com estilos modernos e desenvolvem fusões na língua urdu, do blues, do funk, do rock e do jazz.

Os laços familiares são fortes no Paquistão
A família vem em primeiro lugar no Paquistão devido a questões religiosas, culturais, econômicas e sociais valores. A sociedade paquistanesa não é liderada pelo individualismo, mas sim pelo coletivismo, onde a família e outros relacionamentos mantêm um forte apoio mútuo.

A cultura paquistanesa inclui um excelente artesanato
A arte camuflada paquistanesa não é o único exemplo mundialmente famoso de artesanato. Passou através das gerações do artesanato paquistanês, inclui uma infinidade de estilos, materiais e estética. Caligrafia em árabe é uma das habilidades mais proeminentes encontradas em muitos edifícios locais e locais e tapeçarias, como trabalhos de cobre, pinturas e madeira esculpida. Cerâmica, especialmente cerâmica azul, típica de Sindh e Multan, é amada em todo o mundo por seu visual. Naqashi, ou a fabricação de arte de lâmpadas de pele de camelo, é outro exemplo de artesanato local longo com o trabalho de azulejos coloridos, que é um legado de Mughal.

O sufismo deu origem a belas poesias e músicas
O islamismo predominante e o misticismo islâmico são predominantes no Paquistão, mas muitas vezes os clérigos linha-dura, que seguem a escola de pensamento Wahhabi, rejeitam a tradição do misticismo ou Sufismo que adicionou grande beleza ao já único sabor islâmico do país. Os sufis mostram sua devoção através de muitos meios, como dança, poesia, turbilhão, meditação, etc. Algumas das mensagens de amor mais avançadas e unificadoras espiritualmente do país são encontradas na poesia sufi. Os linha-duros podem tentar isolá-los, mas a população não pode deixar de se deixar levar por eles.

Os paquistaneses amam um pouco demais
Chai está em toda parte no Paquistão, provavelmente em um sentido semelhante a como a cerveja é nos países consumidores de álcool . Na verdade, o Paquistão é o terceiro maior importador de chá, embora também seja cultivado algum chá no local. Os paquistaneses fazem seu chá forte e doce em leite ou leite diluído, dependendo de sua preferência. Às vezes, o cardamomo e outras especiarias são adicionados ao chá em ocasiões especiais. O chá preto foi introduzido no país pelos ingleses durante os anos coloniais, mas o chá verde, no entanto, faz parte da cultura local há milhares de anos. A hora do chá é uma hora tão importante que muitas pessoas desfrutam do chá da tarde em hotéis de cinco estrelas, que basicamente incluem um bufê de chás e todos os lanches de cortesia que o acompanham.

Os paquistaneses são muito hospitaleiros
turistas e visitantes, sejam nacionais ou internacionais, são sempre recebidos de braços abertos. Até os trabalhadores mais pobres se esforçam para ajudar os novos visitantes. As crenças culturais e religiosas encorajam os paquistaneses a mostrar amor e respeito aos hóspedes. No Islã, especialmente, um convidado é uma bênção de Deus e é ensinado que ele deve receber o melhor tratamento possível.

Os paquistaneses adoram esportes, especialmente cricket
O críquete pode ter sido um esporte que foi introduzido no Paquistão pelos britânicos, mas hoje, o país não apenas fez isso, mas também criou um dos as melhores equipes de críquete do mundo. 

Outros esportes, como hóquei, squash e badminton, também são amplamente praticados e apreciados. O pólo tem um lugar especial no norte do Paquistão também, com um dos mais altos pólos do mundo situado aqui.
Os paquistaneses são resilientes e trabalhadores
É de conhecimento geral que a nação paquistanesa sofreu com a situação econômica do país. pobreza desenfreada e alto analfabetismo. Ataques terroristas e misgovernment também levaram a conseqüências terríveis. Independentemente de seus sofrimentos, o espírito do Paquistão vive e a nação continua a esperar e trabalhar por um futuro melhor. O povo do Paquistão se elevaria se conseguisse o sincero esforço político e a liderança que merece.

Os paquistaneses têm grandes casamentos
Os casamentos paquistaneses são o epítome da riqueza de sua cultura e apenas um único casamento irá apresentar os muitos elementos dessas tradições locais.

Casamentos paquistaneses são carregados com uma infinidade de cores, belos tecidos fluidos bordados em sedas e chiffon, comida tentadora, palcos tradicionalmente decorados e muita música e dança. Casamentos no Paquistão são um assunto sério, com preparativos começando meses antes. Afinal, a maioria dos casamentos locais dura entre três a seis dias. As comemorações geralmente começam com um dia dedicado à aplicação da hena, seguido por uma noite musical e uma noite de rituais tradicionais para abençoar o casal. Então, há jantares que duram dois dias jogados pelo lado da noiva e do noivo da família.

Os paquistaneses não mantêm a calma e não sentem frio
Os paquistaneses são um povo apaixonado, emocional, expressivo e colorido - apenas como a sua cultura. O que quer que eles amem, eles fazem - com muito entusiasmo e excitação. Eles adoram celebrar, não importa a ocasião, e festejar, presentear, dar festas e ter grandes reuniões regulares com amigos e familiares é muito comum.

Com informações do portal:https://pt.yourtripagent.com

Internacional:A moda nupcial no Paquistão

Cores fortes e quentes para as noivas e os noivos no Paquistão. 

As últimas novidades em matéria de moda nupcial foram apresentadas durante a semana da moda em Lahore. Ali Zeeshan é um dos estilistas paquistaneses que desenha roupa para casamentos.
“A coleção inspira-se nas minhas próprias raízes ligadas à cultura paquistanesa, nos desertos do Rajastão e do Cholistão. Usou as cores e os acessórios deles, mantive as rendas e acrescentei alguns cortes e joías, para fazer as minhas próprias peças”, disse o estilista.

Para a maioria dos estilistas paquistaneses o desafio é conciliar a tradição com as tendências contemporâneas.Meena Sultan inspirou-se no universo do império Mogol que reinou na Índia entre os séculos XVI e XVIII.

A coleção inspira-se no carácter intrincado e nas delicadezas do período Mogol no sub-continente indiano. Tentei recuperar essa herança, renová-la e modernizá-la”, explicou a estilista.

A atriz Nadia Hussain é uma das manequins mais famosas do Paquistão.

“É sempre difícil usar vestidos de noiva porque são pesados, os acessórios são pesados, há muitas jóias. O penteado tem imenso volume. Os desfiles com vestidos de noiva são muito difíceis mas o resultado é positivo”, considerou Nadia Hussain.

A semana dedicada aos vestuário nupcial em Lahore é um dos dos grandes acontecimentos no domínio da moda no Paquistão. 

https://pt.euronews.com/

Mobilidade: Número de ciclistas mortos tem redução de 23,7%

Detran faz ação educativa em encontro de ciclistas no Flona, neste domingo
(18)
A Diretoria de Educação do Departamento de Trânsito do Distrito Federal estará presente no 44° Encontro de Grupos de Ciclistas de MTB de Brasília e Entorno, na Floresta Nacional de Brasília, no domingo (18), das 7h às 12h.
Durante o evento, realizado em comemoração ao Dia Nacional do Ciclista, as equipes de educação farão distribuição de material com orientações e dicas de segurança aos ciclistas. O número de ciclistas mortos no DF tem reduzido a cada ano, mesmo assim o Detran reconhece a necessidade de campanhas educativas constantes, já que a quantidade de pessoas que utilizam a bicicleta tem aumentado significativamente em todas as cidades.
Acidentes
Até junho de 2019, o Detran contabilizou 11 acidentes fatais envolvendo bicicletas. Esse número representa 8% dos acidentes fatais (136). Comparado ao mesmo período do ano anterior, houve redução de 15% dos acidentes fatais envolvendo bicicleta: caindo de 13 para 11 ocorrências fatais em 2019. Em relação ao número de ciclistas mortos, essa redução foi maior: enquanto no primeiro semestre de 2018 morreram 13 ciclistas, esse ano o número de mortes caiu para 10, representando uma redução de 23,7%.
A maioria das ocorrências fatais envolvendo bicicleta ocorreu nas vias urbanas (9), sendo a colisão o tipo mais frequente (8), o período da manhã - entre 6h e 11h59 – foi o horário com o maior número de acidentes (6) e sábado, o dia da semana com mais ocorrências (3). As cidades que apresentaram o maior número de acidentes desse tipo foram o Gama e Sobradinho, ambas com duas ocorrências cada (18%). As outras cidades que também registraram acidentes nas vias urbanas foram Ceilândia, Planaltina, Samambaia, São Sebastião e Riacho Fundo II. Outros dois acidentes ocorreram em rodovias: um na BR 070, em Ceilândia, e outro na DF 230, em Planaltina.
Perfil das vítimas
Dos 10 ciclistas mortos até junho de 2019, oito eram do sexo masculino (80%). A faixa etária de 45 a 49 anos foi a mais frequente, com quatro óbitos (40%). O automóvel foi o veículo mais envolvido em acidentes envolvendo bicicleta (5), mas houve quatro casos em que o acidente envolveu moto e bicicleta, inclusive em um deles o motociclista veio a óbito, além de dois acidentes com apenas a bicicleta.
Por:Zélia Ferreira
Departamento de Trânsito do Distrito Federal - Detran/DF
SAM, Lote "A", Bloco "B", Ed. Sede - CEP: 70.620-000 Brasília-DF
Fone: (61) 3343-5224 ou 3343-5225; 99101-6579 (plantão)

Acompanhe nossas redes sociais

Astrologia: 4 pares de signos que, se ficarem juntos, provavelmente nunca mais irão se separar


Se você acredita em alma gêmea e confia que o Zodíaco seja capaz de definir casais de maior ou menor afinidade deve conhecer 4 pares de signos que, se ficarem juntos uma vez, certamente vão desenvolver uma relação eterna:

Casais de signos que combinam perfeitamente;

Áries e Peixes
Enquanto arianos são dinâmicos e cheios de motivação, os piscianos seguem um caminho mais intuitivo e marcado por uma sensibilidade mais completa. Juntos, formam uma dupla perfeita, com química que merece destaque no Zodíaco.

    Leão e Libra
Sociáveis e às vezes até mesmo egocêntricos, os leoninos vão encontrar nos librianos o par perfeito, já que os últimos são amigáveis e também extrovertidos. Quando se unem, as personalidades semelhantes não abrem espaço para brigas ou desencontros. Leão ama a bondade de Libra, enquanto Libra é grandemente atraído pelo carisma de Leão.

    Virgem e Aquário
Virginianos são observadores e dedicados, enquanto aquarianos são originais e normalmente bastante ansiosos. Quando formam um casal, os signos se inspiram mutuamente e sempre se dão tão bem em praticamente todos os aspectos que raramente vão se separar um dia.

     Gêmeos e Sagitário
Ambos os signos amam aventuras e possuem espírito livre. Ao formarem um par, portanto, não ficam nunca entediados e estão sempre planejando novidades para o futuro. O relacionamento entre geminianos e sagitarianos se transforma em uma jornada repleta de aprendizado constante.

Fonte: VIX TRENDING
Foto de VIX Trending  ESCRITO POR

Internacional: Médicos descobrem que “tumor” na barriga de jovem é gêmea parasita

Caso aconteceu na Índia e intrigou a comunidade médica mundia. A "irmã" da jovem tinha costelas, cabelo, dentes e órgãos, todos malformados.

Um caso, que acontece a cada 500 mil nascimentos, chocou a comunidade médica mundial esta semana. Uma adolescente deu entrada com dor no pronto socorro de um hospital da Índia. Ela havia sido diagnosticada com um tumor no abdome havia cinco anos, mas o último exame revelou algo que deixou toda a família da jovem horrorizada.

Na barriga da paciente havia um fetus in fetu, o que é considerado pela medicina uma espécie de gêmeo parasita. Em resumo, ela carregava na barriga corpo da irmã gêmea, que não havia se desenvolvido completamente durante a gestação da mãe.
O relato foi publicado na conceituada revista médica BMJ. O que até então estava sendo tratado como um tumor – com dimensões de 25,4cm x 22,8cm – vinha crescendo nos últimos anos. 

Diante da descoberta, um procedimento cirúrgico foi marcado com urgência e a “gêmea parasita” foi removida, enfim. A “irmã” da jovem tinha espinha, costelas, cabelo, dentes e órgãos, todos malformados.
Os médicos contaram que o fetus in fetu estava comprimindo os órgãos da paciente, que não teve a identidade revelada. 

“Estava muito preocupada com o caroço na barriga, mas, após a cirurgia, estou me sentindo bem. Meu abdome está reto e os meus pais estão felizes”, disse a paciente, à publicação científica. Segundo Anil Kumar, Shiv Shankar Paswan, Bindey Kumar e Prem Kumar, os três autores do relato, dizem que menos de 200 casos foram reportados até hoje na história da medicina mundial.

Fonte:Metrópoles-DF

Mulher: Ama Brasilia Apoiando a Cultura Literária


"COSETE, celestial momento de celebração de Vida! 
Amada mulher das mulheres que amam a si e a Brasília". 

Com esta dedicatória a ELCE GUIMARÃES demonstrou todo o seu carinho à presidente da AMSBRASÍLIA no lançamento do seu livro Ecologia Interna, ontem, 15/08, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados.

Inúmeros amigos, familiares e autoridades foram prestigiar está notável escritora cujo mote é a consciência corporal e a busca do auto-conhecimento. 
Discursaram, além da ELCE, COSETE RAMOS ressaltando que o mundo se faz melhor com livros e a deputada federal PAULA BELMONTE com um comovente discurso sobre a erradicação da pobreza das crianças e enaltecendo as qualidades excepcionais da autora. 

Da AMABRASÍLIA estavam ainda presentes ANGELA MARTINS como mestre de cerimônias,ROSE MORAIS como fotógrafa e WERA RAKOWITSCH, para o registro do evento.

Fonte: Whatsapp.

Moda : Brasileira faz sucesso nos Hamptons com multimarcas feminista

Look da Muzungu Sisters, disponível no estabelecimento
A Matriark, de Patricia Assui Reed, trabalha apenas com labels dirigidas por mulheres e dedica 10% de seus lucros a vítimas de abuso sexual.

Durante os últimos anos, Patricia Assui Reed, diretora internacional de comunicações de um grupo de shopping centers brasileiro, viu um movimento alarmante no mundo fashion. 

Enquanto 75% do consumo de moda são feitos pelo público feminino, apenas 14% das marcas de são comandadas por mulheres. Os dados despertaram na empresária o desejo de investir em um novo modelo de negócio, voltado, integralmente, à sorosidade. Esse é o principal pilar da Matriark, multimarcas americana que trabalha apenas com etiquetas comandadas por mulheres e tem chamado atenção no mercado internacional.

Vem saber mais sobre o projeto comigo!
Foi-se o tempo em que as marcas ofereciam apenas produtos e serviços aos consumidores. Hoje, a responsabilidade socioambiental é decisiva na hora de fidelizar clientes.
bem como criações da brasileira Patricia Bonaldi
Patricia assistiu a essa revolução de camarote, enquanto trabalhava ao lado de grifes como Ralph Lauren, Tiffany & Co. e Louboutin.

Convicta de que o mundo não precisa de mais roupas, a brasileira negava a possibilidade de criar mais uma loja para entupir o meio ambiente com peças descartadas.

No entanto, ela percebeu que seu know-how poderia representar uma nova realidade para as mulheres do segmento têxtil.
“Até que esse sistema esteja mais equilibrado, acho que a melhor maneira de as mulheres terem poder é se elas tiverem seus próprios negócios”, disse ela ao site Barrons.

Um ano atrás, Patricia mudou-se de Manhattan para Sag Harbor, nos Hamptons, com o intuito de abrir um espaço que destacaria marcas dirigidas por mulheres. “Eu queria apoiar essas etiquetas e doar uma porcentagem dos meus lucros para organizações filantrópicas que ajudam o público feminino”, explica.
Loja já foi apelidada como Gingerbread House em Sag Harbor
Inaugurada no primeiro semestre de 2019, a loja terá 10% de seus lucros destinado a organização não governamental (ONG) de Long Island The Retreat, que oferece apoio a vítimas de violência doméstica e abuso sexual.

“Todo mundo comenta sobre o quanto ama nossa missão e propósito. As pessoas adoram a história das marcas, a simpatia de nossa equipe e o ambiente acolhedor. Há muita boa vontade e estou emocionada com a recepção”, relatou Patricia.

O prédio vitoriano de dois andares abriga labels como Amrose, Amaio, BKLYN Clay, Missoni Home, Le Monde Beryl Shoes e Daphne Verley, entre as muitas outras vendidas na boutique. A empresária afirma que já era fã de muitas das etiquetas com que trabalha, mas várias descobriu por meio do Instagram. “Tenho focado em marcas menores e independentes que apoiam nossa missão e estão fazendo um trabalho incrível por conta própria”, detalhou à Forbes.
                              Apenas marcas dirigidas por mulheres podem vender no espaço





































Para os próximos meses, Patricia espera lançar um e-commerce e, em longo prazo, o plano é apoiar instituições globais de caridade. A empresária acredita que seu modelo de negócio tem capacidade para desencadear um efeito dominó no mundo da moda. “Mais mulheres podem se beneficiar. Vamos ver. Eu não estou com pressa. Quero fazer isso direito, mas sinto que é apenas o começo”, finaliza.
                          Acessórios da Lulu Frost também estão expostos por lá

Fonte: Metrópoles-DF

Colégio CCI - Comemorações pelo Dia do Estudante EI ao 5º ano



Contadora de histórias “presenteia” as crianças com narrativas de obras literárias


Para presentear os alunos pelo Dia do Estudante, 11 de agosto, a equipe pedagógica da Educação Infantil ao 5º ano trouxe ao CCI uma contadora de histórias de tirar o chapéu e o fôlego também...rs Amante das práticas de atividades recreativas e culturais infantis, Nilvani Perpétua visita as escolas levando alegria, bom humor e muita criatividade por meio da arte literária. 


Com um cenário impecável, adereços e figurinos lúdicos, a escritora mexeu com a imaginação das crianças, ao encenar o enredo do livro “As maluquices da Bruxinha Luariel”, às turmas do 2º ao 5º ano. De linguagem simples, precisa e engraçada, a narrativa traz uma reflexão sobre as redes sociais, apontando como devemos usá-la de forma consciente.


Aos pequenos do Maternal ao 1º ano, a autora narrou a história do gato Eliel, personagem da obra “Formas e cores no Parquinho”. Além de divertir a garotada, esse livro pode ser utilizado nas aulas para reforçar os conceitos estudados, já que o conteúdo deste trata exatamente de formas e cores.  Por Francianne de Fátima



Saúde:Jovens que fazem selfies têm mais chance de ter piolhos. Entenda

Pesquisa norte-americana afirma que surtos de piolho estão aumentando e que podem estar relacionados ao hábito de posar para fotos

Piolhos estão infestando os cabelos de adolescentes por um motivo inusitado: as selfies. Um estudo feito pela Oxford University Hospitals NHS Foundation Trust chegou à conclusão que jovens com hábito de usar smartphones ou tablets têm duas vezes mais chances de sofrer com a infestação destes parasitas.
Os pesquisadores acompanharam um grupo de 200 adolescentes: metade não usava aparelhos eletrônicos enquanto a outra metade tinha o costume de usar tablets e celulares.

O resultado foi que 29,5% dos participantes que não faziam uso dos dispositivos tiveram piolhos, enquanto 62,5% dos conectados foi atacado pelo inseto.Uma explicação para o “fenômeno” seria a proximidade necessária para tirar a famosa selfie, o que facilitaria a transmissão dos piolhos.
Ainda de acordo com o estudo, está havendo um aumento nos níveis de infestação do bicho. Nos últimos cinco anos, o número de crianças que já tinham apresentado o problema aumentou cerca de 22 vezes. 

Estimativas projetadas anteriormente eram de que entre 2% e 8% das crianças já tinha sofrido com piolhos.
A pediculose, nome médico para o problema, é uma doença parasitária provocada pela infestação de piolhos e lêndeas (os ovos do inseto) no couro cabeludo. O parasita se nutre do sangue humano, vive em torno de 30 dias e sua fêmea é capaz de colocar até 300 ovos durante a vida.
Além do uso de remédios específicos, a infestação de insetos e ovos pode ser tratada com a aplicação de chás, óleos e até álcool canforado.
fonte: Metrópoles-DF

Agenda Cultural:Arraiá da Sagrado em Ceilândia promete reunir 10 mil pessoas no final de samana

Nos dias 16, 17 e 18 de agosto, será realizada na Paróquia Sagrado Coração de Jesus e São José, em Ceilândia-DF, a tradicional festa agostina da cidade. Com o encontro deste ano a paróquia completa 48 anos de arraiá, que já é tradição na cidade.
A primeira missa rezada em Ceilândia foi celebrada no local onde hoje se encontra a paróquia. O festejo foi um marco cultural e religioso na Campanha de Erradicação das Invasões – Ceilândia – criada em 1971, pela primeira dama na época, Vera de Almeida Silveira, esposa do governador Hélio Prates.
Com exaltação da cultura popular, o evento será realizado na paróquia Sagrado Coração de Jesus e São José, em Ceilândia-DF, a partir das 19 horas. Na programação o público irá contar com o 30º concurso de quadrilhas. Já estão confirmadas aquadrilha Busca Fé, Si Bombiá a Gente Pimba, Lique Lique, Caboclos do Sertão, Paixão Cangaçu, Ribuliço, Arroxa o Nó, Bamboleá, entre outras.
O público esperado para os três dias de quermesse é de aproximadamente 10 mil pessoas. Com músicos e bandas da cidade a quermesse vai ficar completa ao som de grandes sucessos musicais. O Home Center Castelo Forte, que possui loja na região, contribui para fortalecer esta ação que promove o bem estar da população ceilandense, reafirmando seu papel como apoiador social.
A festividade, totalmente organizada pela comunidade, tem como coordenador o Pe. Nei Nelson de Jesus Morais que já está à frente da paróquia há cinco anos. Para o festejo foram preparados, shows musicais, comidas típicas, rifas com prêmios de até R$ 1.500,00 e barraquinhas de brincadeiras tradicionais que prometem diversão para todos.
Arraiá da Sagrado 2019

Paróquia Sagrado Coração de Jesus em Ceilândia
Local: QNM 30, Módulo A- Ceilândia/DF
Data: Sexta, sábado e domingo 16, 17 e 18 de agosto de 2019
Horário: A partir das 19 horas
Entrada: R$. 1,00. Com mais R$ 1,00 pode concorrer aos prêmios.
Classificação Indicativa: Livre
Informações: 3372-2065


© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo