/>



Publicidade - Blog da Malu




Beleza:Hair Brasília and Beauty realiza a primeira ação da edição de 2019

Evento realizado no Hotel Grand Mercure, em Brasília, marcou o início das comemorações da 10º edição da Hair Brasília and Beauty

No ano em que a Hair Brasília comemora sua 10º edição foram escolhidos 10 embaixadores, personalidades do mundo da beleza e da moda, com o objetivo de disseminar informações da feira e assim aproximar cada vez mais o público alvo de um dos maiores eventos do Centro-Oeste.

O encontro foi oportuno também para que a idealizadora do evento, Erika Lobo, pudesse informar as novidades da edição comemorativa de 10 anos, esclarecer dúvidas, além dos projetos sociais que são desenvolvidos, desde a doação de alimentos arrecadados no evento e o projeto Beleza Que Se Vê, envolvendo automaquiagem para mulheres cegas. “Queremos que mais pessoas possam participar da oportunidade de trazemos para Brasília. Dessa forma, vamos gerar capacitação e negócios tanto para as pessoas como empresas”, destaca.

Os embaixadores participaram de um ensaio fotográfico com um cenário belíssimo, na cobertura do hotel, com vista para o Estádio Nacional, onde será realizado o evento. 

Ainda levaram produtos de marcas nacionais que estarão presentes na feira para poderem degustar e contar a experiência para todos os seguidores.

Os Embaixadores:

Jeovane Limeira
Mayara Degasperi

Micheline Ramalho da Silva

Kelly Camilla Coimbras  Sousa Santos

Janaina Stella Rocha de Sá

Matheus Roque Caldeira

Bruno Oliver

Valeria Lessa

Najara Flauzino Ferro

 Serviço: Hair Brasília and Beauty
Local: Estádio Nacional Mané Garrincha
Data: 14, 15 e 16 de julho de 2019 das 12h às 21h.
Entrada: Doação de 1kg de alimento não perecível

Economia: Ideias que gera emprego no Brasil

A dica de hoje é que o nosso pais necessita de novas cinco notas cédulas R$ no mercado para facilitar o troco no Brasil, e mais uma moeda no valor de R$ 0,80 centavos

Hoje temos cinco moedas que são as de R$ 1,00 - R$ 0,50 - R$ 0,25 - R$ 0,10 - R$ 0,05 centavos, em cédulas de papel impresso são seis as de R$ 2,00 - R$ 5,00 - R$ 10,00 - R$ 20,00 - R$ 50,00 - R$ 100,00 para facilitar o troco e evitar a quantidade das moedas no troco dos Brasileiros, seriam necessário  criar as notas de R$ 2,50 - R$ 3,00 -  R$ 8,00 - R$ 25,00,R$ 80,00 serão a inclusão de mais cinco novas notas cédulas no mercado brasileiro

Assim facilitaria muito para os comerciantes no geral e a todos nos brasileiros, assim teríamos as Notas de R$ 2,00 - R$ 2,50 - R$ 3,00 - R$ 5,00 - R$ 8,00 - R$ 10,00 - R$ 20,00 - R$ 25,00 - R$ 50,00 - R$ 80,00 - R$ 100,00 serão onze notas de cédulas impressas e cinco moedas num total de dezesseis valores comercial brasileiro ajudara muito a todos! Pense e reflita nesta ideia se gostou compartilhe para seus amigos e familiares assim com boas ideias iremos contribuir com nosso pais!

Banco Central do Brasil pode injetar um valor de 125 bilhões de reais em cédulas imprimindo estas novas cinco notas, sendo 25 bilhões a cada valor, e 25 bilhões em moedas de R$ 0,80 centavos, somando um total de 150 bilhões pra movimentar a economia brasileira e gerar emprego nas industrias e pós fabricação dos equipamentos.Com este valor de 150 bilhões de reais poderá injetar no programas da construção de minha casa minha vida e nas construções das casas do CDHU no Brasil, dando a eles brasileiros a oportunidade de um financiamento a 3%  ao ano. 

E no programa renovação de frota dos caminhões no Brasil,  dando a eles caminhoneiros brasileiros a oportunidade de um financiamento a 3%  ao ano.  ​ Na agricultura no programa mais alimentos,investindo no pequeno e médio agricultor, dando a eles a oportunidade de um financiamento a 3%  ao ano para compras de novos equipamentos na lavoura e agricultura (maquinas e tratores) e implementos de plantio, na geração de emprego no campo. 

Na industria em compras de tornos cnc e injetoras para fabricações de peças e produtos na industria brasileira, assim gera novos campos de trabalho e o dinheiro pelo financiamento retornara aos cofres publico novamente ao longo do tempo com juros de 0,25% ao mês = a 3,00% ao ano, um valor acessível para todos micro e pequenos empresários ! Gerando impostos nos três segmentos no governo municipal, governo estadual e governo federal. 

 Acreditamos na evolução e na inovação com a comunicação em tempo real pela internet via web.

Cidade: A política cultural em Samambaia e o ‘Skarta fora do baralho’

Artigo: Élton Skartazini

Na última terça feira, 23/04, aconteceu à 298ª Reunião Ordinária do Conselho Regional de Cultura, na Administração Regional Samambaia. Tinha umas 20 pessoas: conselheir@s, agentes comunitári@s, servidor@s da administração e o administrador William Lima. A reunião, para discutir as listas tríplice às nomeações do Gerente Regional de Cultura e gerente do Complexo Cultural Samambaia, foi muuuuito mais política do que cultural!

Eu, candidato à gerência do Complexo Cultural Samambaia, fiz o que pude para evidenciar a visão e missão desse Equipamento Público Comunitário e a importância das bibliotecas, assunto em pauta no Distrito Federal. Demontiez Marques, presidente do conselho, e o agente cultural Jadiel Teles, meus pares de longa data, foram ímpares às minhas falas, focados que estão na disputa por esses cargos, tão importantes!

Mas hoje quem ‘dá as cartas’ em Samambaia/DF é o deputado distrital Jorge Viana que, numa conversa ‘olho no olho’ sobre a gerência do complexo cultural, me deixou claro que, para ele, sou o ‘Skarta fora do baralho’. Explicar isso requer outro artigo. Já o administrador William Lima, cuja carreira política meteórica também merece artigo, declarou que já encaminhou o nome do Ricardo Zen à gerência regional de cultura.

As discussões foram acirradas! Jadiel Teles explicou porque convém ao deputado não contrariar a lista tríplice de nomes indicados à gerência do complexo cultural, tirada numa eleição pública e notória. Esses e outros assuntos tratados na 298ª Reunião Ordinária devem aparecer com detalhes no relatório do Conselho Regional de Cultura. Durante uns 12 anos fui eu que escrevi esses relatórios. Por ora só escrevo artigos! 

Cidade: Operação Tiradentes Adsumus

Ministro da justiça Sergio Moro  fala à corporação 
Ocorreu na manhã desta quarta feira (24 de Abril), na Avenida das Bandeiras (Esplanada dos Ministérios), o lançamento da Operação Tiradentes Adsumus.

Estiveram presentes no evento a Comandante-Geral da PMDF, Coronel Sheyla, o Ministro da Justiça Sérgio Moro, o Secretário Nacional de Segurança Pública, General Guilherme Theophilo, o presidente do Conselho Nacional de Comandantes-Gerais  (Polícia Militar e Corpo de Bombeiros), dentre outras autoridades.

A Comandante-Geral da PMDF, Coronel Sheyla, fez uso da palavra e disse: “A polícia está atenta às reclamações quanto ao crime. Os policiais estão aí para servir e proteger. Eu tenho certeza de que o nosso melhor papel de proteger a sociedade será feito com muito orgulho. Fazer essa entrega para a sociedade, é o papel da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros”.

A comandante Geral coronel Sheila abre solenidade
Já o Ministro da Justiça fez a seguinte declaração: “Da parte do Ministério da Justiça e Segurança Pública, nós queremos fazer o possível para ajudar nessas operações e ajudar o trabalho da polícia para melhorar essa situação envolvendo a segurança pública. Então, os meus parabéns às Polícias Militares, quero cumprimentá-los em nome das polícias e dizer que o Ministério da Justiça está aí para ser um parceiro forte dessas operações”, disse o ministro da Justiça, Sérgio Moro.

A ação ocorre simultaneamente, em todo o país, durante 24 horas ininterruptas. Mais de oitenta mil policiais e bombeiros militares em todo o Brasil estão participando. Em Brasília, são mais de 1.200 policiais e bombeiros militares que estão atuando na implementação de ações de segurança e proteção da incolumidade pública.

Mais de 1200 militares na esplanada
O foco é a promoção da segurança e bem-estar social por meio da prevenção e repressão imediata de crimes e preservação da ordem pública e a segurança da população. 
A terceira edição da Operação Tiradentes é uma iniciativa do Conselho Nacional de Comandantes-gerais das Polícias Militares e dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil.

No Distrito Federal, serão executadas as operações Álcool Zero e Transporte Pirata, fiscalizações nas rodovias, policiamento ostensivo com grupos táticos ambientais, lacustres e operações no cerrado, além do policiamento ostensivo nos centros urbanos.

Major Michello Bueno- porta voz
Fotos: SGT Wander Vieira/CCS/PMDF

Agenda Cultural: Espetáculo Vin\co explora o tempo e as formas, inspirado na arte do origami

Pré-estreia na programação do MID – Movimento Internacional de Dança
 Teatro Galpão do Espaço Cultural Renato Russo

A companhia dança pequena, em colaboração com o coletivo Instrumento de Ver, apresentam o espetáculo Vin\co, dirigido e concebido por Édi Oliveira, com pré-estreia no dia 26/4, às 20h, como parte da programação do MID -Movimento Internacional de Dança. Vin\co é o primeiro espetáculo de dança dos artistas circenses Daniel Lacourt e Julia Henning, que já vêm elaborando pesquisa de movimento há anos.


 Durante o espetáculo de 70 minutos, os artistas dobram-se enquanto seus corpos conversam, vincam-se e esculpem-se em movimentos. Vin\co proporciona uma experiência de pausa, desaceleração, de desfrute dos sentidos e de contemplação do silêncio e do preenchimento de vazios. A trilha sonora é assinada por Euler Oliveira, com iluminação de Moisés Vasconcellos e figurino de Roustang Carrilho. A produção é concebida por Julia Henning, Kamala Ramers e Maíra Moraes.

 Vin\co é inspirado na técnica milenar do origami, prática japonesa que consiste em dobraduras de papel para dar forma a figuras. O nome se origina do verbo ori(dobrar) e do substantivo kami (papel), denominando a arte de vincar, manipular, torcer e dobrar até surgirem os mais diversos seres e objetos.

 Para a concepção da peça, fazer um origami é uma experiência plástica, mas também sensível, sensorial e poética, onde são trabalhadas noções de simplicidade, geometria, tempo, equilíbrio, fragilidade, delicadeza, leveza, figuração e abstração. A partir desse preceito, Vin\co propõe uma experiência sobre a plasticidade dos corpos e do encontro estabelecidos entre o papel e os intérpretes, explorando também a relação com o tempo e com as formas.  

 O diretor Édi Oliveira, bailarino e mestre pelo programa de pós-graduação em artes cênicas pela Universidade de Brasília (UnB), iniciou seus contatos com a dança contemporânea ainda na universidade. Há 20 anos trabalha como dançarino, figurinista, ator e artista-pesquisador em diversos projetos do Distrito Federal, ao lado de nomes importantes da cena cultural brasileira, como Giselle Rodrigues, Hugo Rodas, Luciana Lara e Leonardo Shamah.

Julia Henning é gestora e artista integrante do Coletivo Instrumento de Ver, onde desenvolve pesquisa artística focada no movimento, por meio da dança e acrobacia, há 17 anos. Sua pesquisa passa por investigações entre diferentes linguagens e suas relações com o circo. Nos espetáculos do coletivo, atuou como artista criadora e, mais recentemente, atuou na área da direção. É mestre em Artes Cênicas pela UnB e possui formação em dramaturgia circense pelas escolas ESAC (Bélgica) e CNAC (França).  

 Daniel Lacourt iniciou seu percurso artístico com o grupo Esquadrão da Vida. Passou por formações na Escola Nacional de circo, no Atelier de Pesquisa Aérea (RJ), na escola de circo Arc-en-Cirque - Chambéry, França e ESAC, em Bruxelas. Criou o grupo Tecendo Fios d´Éter. Integrou o coletivo Instrumento de Ver por 10 anos, onde criou espetáculos circenses em diferentes funções, como artista circenses, diretor, rigger ou diretor técnico.

Espetáculo Vin\co
Realização dançapequena
Co-realização: coletivo Instrumento de Ver

Direção e concepção:  Édi Oliveira
Intérpretes criadores Daniel Lacourt, Édi Oliveira e Julia Henning
Trilha Sonora: Euler Oliveira
Desenho de luz: Moiséz Vasconcellos
Figurino: Roustang Carrilho
Produção: Julia Henning, Kamala Ramers e Maíra Moraes

 Fotos: João Saenger 
 Vídeo: Cícero Fraga (COMOVA)
 Arte: Bruna Daibert
 Apoios: MAPATI, Galpão Instrumento de Ver, Bodega de La Habana, Kale Espaço de Saúde 

Duração 70 minutos
Classificação livre

 Serviço
Vin\co
Pré-estreia na programação do MID -Movimento Internacional de Dança
Realização dançapequena
Co-realização: Coletivo Instrumento de Ver
Sexta, 26 de abril, às 20h
Teatro Galpão do Espaço Cultural Renato Russo – 508 Sul
ingressos - R$ 20 (inteira) / R$ 10 (meia). À venda pelo https://www.ingressorapido.com.br
 e na bilheteria do Espaço Cultural.
CI - Livre

Politica:Governo assegura montante de R$ 800 milhões para continuidade de programa habitacional

 Os recursos para o Minha Casa, Minha Vida (MCMV) estão assegurados pelo Governo Federal para garantir a continuidade de obras em todo País. A medida permitirá que a capacidade mensal de repasses financeiros do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) ao Programa seja de R$ 550 milhões nos meses de abril e maio e de R$ 500 milhões em junho. 

Para Pablo Said, presidente da Frente Brasileira de Habitação Popular - FBHP, a continuidade do programa é de extrema relevância, pois a moradia digna é necessária, também é um vetor fundamental para o crescimento econômico, desenvolvimento regional, geração de emprego, renda e inclusão social. "A medida demonstra a preocupação do governo federal e do MDR no andamento do MCMV de forma eficaz", enfatiza o presidente da FBHP.

 Preocupado com a possibilidade de interrupção do Programa e os prejuízos que poderiam ser causados à população, o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, tratou a situação com o ministro-chefe da Casa Civil da Presidência República, Onyx Lorenzoni, que garantiu a suplementação de R$ 800 milhões  A decisão foi tomada durante reunião da equipe econômica na Junta de Execução Orçamentária (JEO), na semana passada. O aporte será disponibilizado pelo Ministério da Economia.

 Serviço:

Frente Brasileira de Habitação Popular – FBHP

Endereço: SHN Q. 01 Bl. A Sala 703 – Brasília-DF

Tel: (61) 99826-4696

www.fbhp.com.br

Gisele Peixoto – (61) 98115-4839,

Politica: Paula Belmonte cobra de ex-presidente do BNDES respeito à CPI

A deputada Paula Belmonte (CIDADANIA/DF) foi dura com o ex-presidente do BNDES Paulo Rabelo de Castro, durante depoimento dele na reunião desta terça-feira (23) da CPI que investiga ilícitos praticados pelo banco. 

“Estou me sentindo uma palhaça”, disse a parlamentar, ao reclamar que o convidado não estava falando a verdade. A parlamentar pediu respeito à comissão.
Paulo Rabelo de Castro procurara, até Paula fazer a reprimenda, dar aos deputados a imagem do BNDES como uma instituição que não cometera erros ao incentivar a política de campeões nacionais e emprestar dinheiro para obras em Cuba, Venezuela e Moçambique, países que tinham alto risco de inadimplência e que estão com as parcelas dos empréstimos feitos pelo banco em atraso.

“Foram US$ 10 milhões emprestados com risco sete e nenhum outro país teve as vantagens que esses três países tiveram, de pagar em 25 anos”, afirmou a parlamentar. “O senhor veio aqui para falar o que realmente aconteceu”, insistiu. A deputada refutou um comentário de Paulo Rabelo de Castro de que a CPI poderia até mesmo acabar com o banco. “Ninguém aqui quer quebrar o BNDES. Queremos fortalece-lo”, garantiu.

Segundo Paula Belmonte, relatório do TCU (Tribunal de Contas da União) mostra que não ficou comprovada a prestação dos serviços nem a exportação de equipamentos por parte das empresas brasileiras que tocaram obras na Venezuela, em Cuba e Moçambique. Paula cobrou de Rabelo de Castro a retomada do dinheiro da instituição que atualmente está arcando com prejuízo.

A deputada lembrou que o Brasil é um país que está enfrentando dificuldades na economia e cuja população passa por problemas sérios, como o desemprego de cerca de 13 milhões de pessoas e a captura de adolescentes pelo tráfico de drogas e a criminalidade. Ela ressaltou que o BNDES é importante para o desenvolvimento do país e não pode ser desvirtuado. O depoente apenas respondeu: “A senhora tem razão, deputada”.    
Portal Nacional do Cidadania

Curso: Detran-DF promoverá curso de formação para motofretistas

Serão oferecidas 25 vagas para condutores maiores de 21 anos
 A Diretoria de Educação do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) promoverá o Curso de Formação Obrigatória para Motofretistas. 

O curso é obrigatório para os condutores interessados em realizarem o transporte remunerado de mercadorias, utilizando motoneta ou motocicleta, conforme determina as Resoluções nº 410 e 414 de 2012 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). As aulas serão realizadas de 13 a 17 de maio, das 18h30 às 22h50, e no dia 19 de maio, das 8h às 18h.

 O curso tem carga horária de 32 h/a e será dividido em aulas teóricas, que ocorrerão na Escola Pública de Trânsito (EPT), localizada na 706/906, na Asa Sul, e em aulas práticas, que acontecerão no estacionamento do DFTrans, próximo ao Shopping Popular. Serão disponibilizadas 25 vagas.

 Inscrições

As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas, presencialmente, no atendimento da Escola Pública de Trânsito, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30. É necessário apresentar a Carteira Nacional de Habilitação, ser maior de 21 anos, estar habilitado no mínimo há dois anos na Categoria “A”, não estar cumprindo penalidade de suspensão ou cassação bem como não estar impedido judicialmente de exercer o direito de dirigir. 

 Curso de Formação Obrigatória para Motofretistas
Inscrições: Escola Pública de Trânsito (EPT), 706/906 Sul
Vagas disponíveis: 25 
Quando: De 13 a 17 de maio, das 18h30 às 22h50, e 19 de maio, das 8h às 18h
Carga horária: 32 horas/aula

Valor: R$ 198,00 (conforme tabela de preços disponível no site do Detran: http://www.detran.df.gov.br/wp-content/uploads/2019/01/TP-2019.pdf)

Departamento de Trânsito do Distrito Federal - Detran/DF
SAM, Lote "A", Bloco "B", Ed. Sede - CEP: 70.620-000 Brasília-DF
Fone: (61) 3343-5224 ou 3343-5225; 99101-6579 (plantão)

Acompanhe nossas redes sociais
https://twitter.com/detrandfoficial
https://www.facebook.com/detrandf/
https://www.instagram.com/detrandfoficial/
https://www.flickr.com/photos/158241275@N08/
https://www.youtube.com/c/DetranDFoficial

Agenda Cultural: Adriano Muniz vai agitar a próxima sexta 26 com show no Savassi, Guará

Nesta sexta (26/4), o músico Adriano Muniz volta a se apresentar no Savassi Carne de Sol, localizado no Guará/DF. As canções sertanejas em sintonia total com o ambiente vão animar a noite dos brasilienses, a partir das 20h30.

O repertório do cantor traz músicas que dialogam entre os vários estilos sertanejos: clássico, universitário, modão, bailão, xote, forró, além dos ritmos pop e axé. Adriano Muniz tem 18 anos de carreira, e um ano de trabalho solo. A busca pelo sonho de trabalhar com música influenciou a formação musical do cantor em violão clássico, pela Escola de Música de Brasília. 

A exemplo de muitos cantores deste país Adriano Muniz o caminho em busca do sucesso como amante da música sertaneja e sertanejo raiz. Esse foi o caminho em busca da realização pessoal e profissional que ele decidiu trilhar.
O brasiliense, Adriano Muniz, começou no amadorismo. Cantou por anos em uma igreja até ingressar no mundo musical em Bares no Distrito Federal, ambiente que cantou e fez parcerias musicais.

Apresentou-se em locais como: Bar Gabriela, Via Stadium, Barone, Porque Não, Gregos & Troianos, Savassi, Paraíba Carne de Sol, dentre outras casas de shows e festas particulares no DF e Entorno.

Filiado à Ordem dos Músicos de Brasília desde 2014, Adriano Muniz está preparando a gravação do seu primeiro CD e DVD solo. Atualmente negocia shows na Shed Brasília.

Depois de anos trabalhando como dupla sertaneja, cantando com outros músicos, Adriano Muniz resolveu aceitar esse desafio e está literalmente se reinventando para impressionar como cantor solo. Adriano Muniz vem evoluindo cheio de sede e vontade de conquistar Brasília e região… “E se Deus permitir, o Brasil, pois quem trabalha com amor e dedicação, o sucesso é consequência natural!”, conta.

Serviço

Adriano Muniz no Savassi, Guará
Data: Sexta - 27 de Abril
Horas: 20h30
Savassi Carne de Sol- Guará - QI 22, Bloco B, Loja 37, Guará 1.
Cover Artístico R$ 7

Politica: Comissão analisará criação da Região Metropolitana do DF na próxima semana

A comissão mista que analisa a medida provisória (MP) 862/2018, que cria a Região Metropolitana do Distrito Federal, decidirá na próxima semana se aprova ou rejeita o relatório do apresentado pelo deputado José Nelto (PODE-GO). 

As bancadas do Distrito Federal, de Goiás e de Minas Gerais não chegaram a um consenso sobre o texto apresentado.
O colegiado se reuniu na ultima terça-feira  para debater o texto. O principal impasse está na forma de financiamento das políticas públicas integradas para Região Metropolitana do DF, que deve conter quatro municípios mineiros e 29 municípios goianos. O relatório apresentado prevê o uso do Fundo Constitucional do DF (FCDF), que passaria a ser gerido pelos governos das três unidades federativas, além de obrigar a União a elevar em 20% os recursos do fundo.

Sem acordo definido entre as bancadas, a senadora Leila Barros (PSB-DF) apresentou um voto em separado para resgatar o texto original da MP 862. A parlamentar brasiliense destacou que o relatório fere as regras da Constituição Federal. “O FCDF, conforme determina a Constituição, foi criado para custear os serviços públicos do Distrito Federal e deve ser gerido, exclusivamente, por esse ente federativo”, argumentou a parlamentar. “Não podemos deixar passar essa oportunidade de criar a Região Metropolitana do DF, que permitirá a construção de ações integradas para melhorar a prestação de serviços públicos no DF e no entorno.”

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, que participou da reunião da comissão mista, pediu aos parlamentares a aprovação do texto original da MP 862. Ele defendeu a criação da Região Metropolitana do DF, da forma como foi proposta, para agilizar a construção de políticas públicas integradas que atendam a população do entorno.

Para ser criada a Região Metropolitana do DF, são necessárias as deliberações da comissão mista e dos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado até 14 de maio. Após esse prazo, a Medida Provisória perde validade. Também são necessárias a aprovação de leis complementares na Câmara Legislativa do DF e das assembleias legislativas de Minas Gerais e de Goiás.

© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo