/>



Publicidade - Blog da Malu




Saúde: Cenfe lança Programa de Prevenção do Pé Diabético com acesso gratuito

O programa “Um passo à Frente” foi idealizado como uma ação permanente. 

A intenção do centro de tratamento de feridas é oferecer auxílio para os pacientes que sofrem de diabetes em todo o Brasil. O projeto realizará movimentos preventivos para portadores da doença.
De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), estima-se que 13 milhões de brasileiros, entre 20 e 79 anos, sofrem de diabetes. Uma em cada quatro pessoas diabéticas pode adquirir problemas nos pés ao longo da vida, principalmente aqueles que negligenciam cuidados preventivos.

 Visando prestar auxílio aos portadores da doença, o Centro de Tratamento de Feridas (Cenfe) especialista em tratamento de feridas, presente em Brasília, São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Salvador (BA) lança nesta sexta-feira (19), o programa “Um passo à Frente” Programa de Prevenção do Pé Diabético, com foco na promoção da saúde, buscando acompanhar e informar sobre riscos, agravos e lesões em pessoas diabéticas, bem como aumentar a compreensão acerca dos problemas associados à diabetes melitus que podem ocasionar o Pé Diabético. Além disso, o programa também atuará nas condutas de tratamento de lesões existentes.

“O Programa de Prevenção do Pé Diabético oferecerá ações de gerenciamento, de acompanhamento e de orientação da pessoa diabética. Pessoas com lesões já existentes também serão acompanhadas pelo programa com as condutas de tratamento realizadas no ambulatório Cenfe ou na casa do paciente”, explica Benedito Silva, diretor do Cenfe.

A expressão “pé diabético” compreende o conjunto de complicações nos pés ou nos membros inferiores, associado a normalidades neurológicas e doenças vasculares periféricas, incluindo lesões. Aqueles que possuem diabetes mellitus estão mais propensos aos problemas. Além disso, a doença é a causa mais comum de internações prolongadas, envolvendo elevados custos para preservação e tratamento do paciente.

“Estamos falando de mais de três milhões de pessoas que são atingidas por complicações nos pés em decorrência da diabetes. Muitas vezes, o diagnóstico precoce, com a identificação e a mitigação dos principais fatores de risco, diminui sua ocorrência. Em casos mais críticos, indica-se até mesmo a amputação do membro”, pontua Silva.

O programa acompanhará periodicamente a pessoa, em nível ambulatorial e/ou domiciliar, buscando identificar situações agravantes à saúde. Além disso, os pacientes receberão orientações; testes neurológicos; exames específicos para indivíduos acima de 50 anos de idade; interação multidisciplinar; monitoramento das condições relacionadas a diabetes; condutas preventivas do pé diabético; higienização e medidas para controle de peso e regularidade de atividades físicas.

Os interessados opodem realizar pré-inscrição no próprio site do centro (cenfewc.com.br). Após esta etapa, a equipe do Cenfe entrará em contato para verificar a elegibilidade para o programa. Na sequência, o participante receberá alguns documentos para serem preenchidos. Entre eles, os termos de participação e concordância para o tratamento.

“A doença é complicada. Com essa ação, visamos mudar a realidade de muitos pacientes que não possuem as instruções adequadas para realizarem o tratamento do pé diabético. Pequenas medidas importam”, reforça.

Sobre o Cenfe - O Cenfe é o primeiro centro de tratamento de pessoas lesionadas por feridas crônicas ou agudas, com regime tanto ambulatorial quanto domiciliar. 

O serviço é oferecido por uma equipe qualificada e multidisciplinar, formada por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e nutricionistas. O corpo clínico tem como responsável técnico o Dr. Igor Nunes e Souza, que é cirurgião geral e vascular, formado pela Universidade de Brasília (UnB) e membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, e a enfermeira Larissa Pignata responsável técnica de enfermagem e estomoterapeuta da clínica.

O Cenfe conta, ainda, com a parceria da HomeLar, que compreende os serviços de Internação Domiciliar e Atendimento Domiciliar. Este tipo de Internação Domiciliar oferece atendimento a pacientes com quadro clínico estável, que não necessitam de toda estrutura hospitalar, podendo os cuidados serem realizados em casa. Já o atendimento domiciliar contempla a assistência em diferentes complexidades. Outros serviços oferecidos pelo Cenfe são: curativo por pressão negativa, cateter central de inserção periférica (PICC), acesso venoso central guiado por ultrassom, exame diagnóstico em casa para avaliação de TVP (trombose venosa profunda).

SERVIÇO:

O que: Programa de Prevenção do Pé Diabético
Quando: A partir de sexta-feira (19/04)
Quanto: Gratuito
Inscrições: SHLS 716, no Centro Médico Brasília

SERVIÇO:
Cenfe
(61) 3036-6594 
http://www.cenfewc.com.br

Politica: Sancionada lei que garante a aplicação e publicidade das legislações que garantem os direitos da mulher

Sanção foi publicada no Diário Oficial do DF desta terça-feira (16)

O primeiro projeto de lei do deputado José Gomes (PSB) foi sancionado pelo governador Ibaneis Rocha. A lei nº 6290/2019 estabelece a aplicação e a publicidade das legislações que tratam da Política de Proteção aos Direitos da Mulher no Distrito Federal.

 “Precisamos garantir que as leis que tratam dos direitos das mulheres sejam rigorosamente aplicadas, por isso, faremos questão de fiscalizar para assegurar que sejam cumpridas ”,comemora o autor da lei, deputado José Gomes.

Uma determinação da lei é a criação de cursos de capacitação profissional pelos órgãos responsáveis pelas políticas sociais para mulheres de baixa-renda e àquelas em situação de vulnerabilidade.

Outra disposição trata da divulgação trimestral de dados estatísticos de ocorrências policiais que envolvam a Lei Maria da Penha e de feminicídio, nos sites oficiais. 

Ana Carolina e Andréa Pereira
9502.5397// 9660.5722

Social: Hora de festejar 1 ano da Bela!

Os empresários Fernanda Aranha e Lúcio Cristofari vão comemorar o 1º aninho da linda Isabela! Com o tema Bosque encantado, a festa será no dia 20 de abril. 

O local escolhido não poderia ser outro, o espaço da vovó coruja Tânia e da mamãe Fernanda, o tradicional e reconhecido Chocolat Glacê, com cardápio infantil. 

Os doces personalizados serão do bufê e da Juliana de Paula Atelier.
A decoração vai ficar por conta da Sweet Decor, o mobiliário da Mabbela, e papelaria da Sweet Paper Atelier. O local que disponibiliza de um espaço exclusivo para as crianças caiu no gosto dos brasilienses, o espaço kids do Chocolat Glacê dispõe de piscina de bolinhas, cavalinhos de balanço, cozinha montada e brinquedos pedagógicos, além de mesinhas para elas desenharem e pintarem, com monitores cuidando dos pimpolhos! Parabéns Bela!

 Chocolat Glacé

Telefone:61. 3226-2901/ 99646-7632
E-mail: chocolatglace@chocolatglace.com.br

Endereço: SRTVS - Qd. 701 - Conj. D - Bloco C - Ed. Centro Empresarial Brasília – Térreo - Brasília-DF
Horário de funcionamento: 08h30 às 18h

Utilidade Publica: Ambulantes só tema até hoje Quarta feira para pegar autorização

Autorizações para ambulantes no Aniversário de Brasília serão entregues apenas nesta quarta

O cadastramento de ambulantes e caixeiros fixos para trabalhar no Aniversário de Brasília ocorreu na sexta-feira (12), sendo que os termos de autorizações seriam entregues nos dias 17 e 18 de abril. 
Porém, por conta do ponto facultativo, decretado pelo governador Ibaneis Rocha, todos os termos e documentos dos sorteados serão entregues apenas nesta quarta-feira (17), no Portão 5 do Estádio Mané Garrincha, das 9h às 17h.

Sem essas autorizações, os comerciantes não poderão trabalhar nem no evento religioso, assim como na programação de shows do aniversário da cidade.
Informações da:
Secretaria Executiva das Cidades



Mobilidade:Trânsito de Planaltina será alterado nesta sexta-feira (19)

O Detran-DF atuará durante o evento da Via-Sacra no Morro da Capelinha.

A partir da zero hora desta sexta-feira (19/4), o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) iniciará a instalação da sinalização viária no Morro da Capelinha, para o evento religioso da Via-Sacra, em Planaltina-DF.
A partir das 13h, o entroncamento entre as DF’s 130 e 230 será bloqueado pela Polícia Militar do DF (PMDF). Haverá apenas sentido único para o local da celebração, com acesso pela DF 128. Ao final do evento, previsto para as 20h, a prioridade será para a dispersão de veículos que poderão seguir nos dois sentidos da via. Nesse momento, a acesso pela DF 128 será restrito a ônibus.

O Detran-DF atuará nas vias internas do evento, em sete pontos de controle de trânsito, auxiliando na travessia de pedestres, no acesso de veículos aos estacionamentos destinados ao público, bem como aqueles reservados para idosos, portadores de necessidades especiais e mobilidade reduzida, autoridades, imprensa e viaturas da segurança pública.

O Departamento orienta aos condutores que redobrem a atenção com a circulação de pedestres e estacionem os veículos de forma correta, para não atrapalhar a fluidez no trânsito do local.

Efetivo
O Detran destacará um efetivo de 80 agentes, 30 viaturas, um helicóptero,
 dois guinchos e uma empilhadeira durante a realização do evento.
Assessoria de Comunicação Social
Departamento de Trânsito do Distrito Federal - Detran/DF
SAM, Lote "A", Bloco "B", Ed. Sede - CEP: 70.620-000 Brasília-DF
Fone: (61) 3343-5224 ou 3343-5225; 99101-6579 (plantão)

Acompanhe nossas redes sociais
Área de anexos

Tecnologia: Engajada com a inovação, Universidade seleciona empresa para integrar Parque Tecnológico

Edital oferta instalação de empreendimento nacional ou internacional de base tecnológica no campus Darcy Ribeiro. 

Submissão de propostas até 6 de maio
Um espaço de mais de três mil metros quadrados dentro do campus Darcy Ribeiro está disponível para cessão de uso onerosa a empresa que tenha interesse em se instalar na área de influência do Parque Científico e Tecnológico da Universidade de Brasília (PCTec/UnB). Também será assinado um acordo de parceria que prevê um plano estratégico de pesquisa, extensão e inovação.

 As inscrições devem ser realizadas até o dia 6 de maio. Podem se candidatar empresas de base tecnológica (EBT), de origem nacional ou internacional, engajadas em atividades de pesquisa e desenvolvimento. A relação de documentos requeridos e outros detalhes do processo estão disponíveis na página do PCTec.

 A área, até então ocupada por instituição privada, será cedida para uso de uma única corporação, que pode ser apenas uma empresa ou um consórcio. “Por se tratar de um prédio com funcionamento integralizado, a oportunidade é destinada a um único parceiro”, esclarece a diretora do PCTec, Renata Aquino.

 O recurso proveniente dessa arrecadação (que pode superar R$ 130 mil por mês) será destinado à conta da UnB por meio da Secretaria de Gestão Patrimonial (SGP). O edital ainda prevê valores referentes a taxa de serviços, que envolve operações como vinculação da marca da UnB à empresa selecionada, entre outros itens. “Podem ser realizadas diversas atividades em conjunto, como organização de eventos, apoio a projetos de startups ou incubação ou parcerias com empresas juniores ou outros setores acadêmicos”, menciona Renata.

 A diretora do parque lembra que a interface entre empresa e universidade tende a ser vantajosa para ambos os lados. “A empresa tem a facilidade de estar dentro de uma estrutura de ciência e tecnologia, promovendo o relacionamento com as instâncias da Universidade. Além disso, os pesquisadores podem contribuir diretamente para a sociedade e aplicar o conhecimento produzido.”

 SEGUINDO NORMAS – Lançado em março, o edital trata da oferta pública com a finalidade de “ceder o uso de imóveis, sob o regime de cessão de uso de bem público, para a instalação e a consolidação de ambientes promotores da inovação”, conforme prevê o Decreto nº 9.283/2018, que regulamenta a Lei de Inovação (nº 10.973/2004).

 “É uma ação pioneira, pois esta é a primeira vez que a UnB se baseia na legislação de inovação para disponibilizar área pública federal para empresas dessa natureza”, destaca Renata Aquino. A expectativa é que a iniciativa se torne exemplo para outras instituições de ensino e pesquisa.

 As propostas devem se alinhar à missão institucional do PCTec e da própria UnB. “Tem que ser uma empresa socialmente responsável, com ações sustentáveis e vínculos de parceria público-privada, que visem o desenvolvimento de novos produtos ou serviços de inovação”, aponta Renata.

A reitora Márcia Abrahão vê na parceria uma oportunidade para que a Universidade de Brasília esteja ainda mais inserida na geração de emprego, renda e desenvolvimento social na região. “O Parque Científico e Tecnológico tem uma importância estratégica para a melhoria do nosso ambiente de inovação e para uma maior interação das nossas pesquisas com o setor produtivo”, acrescenta.

 A avaliação das submissões será feita por Comitê Técnico de Avaliação, que seguirá critérios de classificação, como o histórico de inovação e de cooperação com institutos de ciência e tecnologia; perspectivas de cooperação com a UnB; qualificação da equipe e plano de negócios. Será considerada ainda a conformidade da documentação técnica, jurídica, fiscal e econômico-financeira.

 SERVIÇO:

Edital PCTec nº 1/2019 - Oferta Pública de Cessão de Uso Oneroso

Período de inscrições: até 6 de maio

Entrega dos documentos: Secretaria do Parque Científico e Tecnológico da UnB – sala A1 – 36/33, no Edifício CDT/DPI, Campus Universitário Darcy Ribeiro – UnB, Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70910-000

 ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.

Arte: Exposição Cenas Candangas aterrisa no Aeroporto de Brasília

Jornalista, fotógrafo, músico e ilustrador Daniel Zukko
Daniel Zukko apresenta textos e ilustrações que traduzem o jeito brasiliense de ser. Uma homenagem ao aniversário de Brasília.

Hoje 8 de abril, a partir das 19h às 22h, no saguão central do Aeroporto de Brasília, o jornalista, fotógrafo, músico e ilustrador Daniel Zukko apresenta a exposição Cenas Candangas. São 16 ilustraç&ot ilde;es com texto s que fazem parte do seu livro Cenas Candangas: Guia Ilustrado do Quadrado’s Way of Live, lançado no final de 2018.

Daniel é daqueles profissionais incomuns, que saem da rotina e estão sempre em busca de novidades para expressar o que sentem, e um desses sentimentos é o seu amor incondicional por Brasília. A exposição é mais uma homen agem à sua Ter ra natal que completa, no dia 21 de abril, 59 anos.

“A ideia é apresentar Brasília para quem chega no aeroporto. Os textos e ilustrações traduzem o jeito brasiliense de levar a vida, com todas as suas tradições, culturas, misturas, gírias e sotaques. Mais uma for ma de quebrar preconceitos e apresentar para o resto do Brasil uma capital que vai muito além da política, que também temos atrações culturais próprias”, explica Daniel Zukko.

A exposição é gratuita e no dia do lançamento, quem passar por lá poderá conferir de perto a VW Brasília 78, carro que é cenário do seu primeiro projeto em homenagem à cidade, programa de entrevistas #MinhaBrasilia (canal youtube) e adquirir o livro Cenas Candangas: Guia Ilustrado do Quadrado’s Way of Live (R$35).

Para saber mais

O Cenas Candangas: Guia ilustrado do Quadrado’s Way of Life é uma declaração de amor à Brasília e a todos os candangos da Capital. São 100 páginas com textos e ilustrações que traduze m o jeito brasiliense de levar a vida, com todas suas contradições, culturas, misturas, gírias e sotaques. Um livro para matar de orgulho quem nasceu ou mora em Brasília e, também, para quebrar preconceitos e apresentar para o resto do Brasil uma capital que vai muito além da política. A obra, ainda conta com a “bênção” da arquitetura e urbanista Maria Elisa Costa, filha de Lúcio Costa, que assina a apresentação do livro de uma forma bem poética: “1957 – 2019 – Com que então, a cidade inventada deu cria: “Quadrado’s Way of Living”! Quem diria....”

Quem não conseguir adquirir o livro no dia da abertura da exposição, pode encontrá-lo pela cidade, nos seguintes pontos: Apetitá Bistrô (410 sul); Belini Café – The Coffee Experience (114 sul); Banca da Concei&ccedi l;ão (308 sul); Verdurão (Conic) e Cobogó (704 norte).

Exposição Cenas Candangas:

Abertura: 8 de abril
Horário: 19h às 22h
Local: Saguão Central do Aeroporto de Brasília 
Data da exposição: 8 a 30 de abril
Gratuita
*Indicação livre
Fonte https://www.webrasilia.com/blog/exposi%C3%A7%C3%A3o-cenas-candangas-aterrisa-no-aeroporto-de-bras%C3%ADlia

Secti e Secretaria de Educação firmam parceria pela modernização tecnológica no DF

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação - SECTI/DF juntamente com a Secretaria de Educação - SEE/DF e a Microsoft do Brasil convidam para a assinatura do Protocolo de Intenções que irá beneficiar toda a Rede Distrital de Ensino. 

O evento acontecerá no Palácio do Buriti e contará com a presença do Governador Ibaneis Rocha.  

A Assinatura do Protocolo de Intenções entre SECTI/DF, SEE/DF e Microsoft, tem o objetivo de promover esforços no intuito de disponibilizar softwares aos alunos da rede distrital que são utilizados não só para ensino, mas também vastamente no mercado de trabalho.   
O Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gilvam Máximo, afirma que o benefício é direto, pois se trata de software utilizado não só para ensino, mas no mercado de trabalho em geral.

 “Com essa assinatura, a nossa intenção é qualificar desde cedo os alunos da rede pública, promovendo aprendizado tecnológico ao mesmo tempo em que ampliamos o leque de oportunidades para eles buscarem o primeiro emprego", disse.

Evento: A Assinatura do Protocolo de Intenções firmada entre a SECTI, SEEDF e a Microsoft
Data: 09/04/2019  
Local: Palácio do Buriti 
Horário: 15h

Mulher: Moda e bom gosto brasilienses em terras estrangeiras

Cynara em rápida pausa para foto, durante um job
Personal stylist Cynara Boechat viaja para Boston para dar curso com dicas de combinações de peças e looks segundo a ocasião.

A experiência e o profissionalismo brasilienses dedicados ao bom gosto e à moda estarão em terras americanas no mês de maio. A personal stylist Cynara Boechat embarca para Boston (Massachusetts) para ministrar curso com dicas de estilo e outros assuntos ligados à imagem pessoal. 

"Será no dia 18 de maio, e vamos atender quem está interessado em mudar apostando em um novo e moderno visual. Será uma ótima oportunidade para tirar dúvidas, obter dicas e mergulhar de cabeça nesse universo que se tornou fundamental para a segurança, beleza e autoestima de qualquer pessoa", afirma a stylist, acrescentando que haverá um tradutor para o curso. 

Cynara diz que temas frequentes abordados nesse job incluem ensinar os participantes a fazer compras 'inteligentes' - optar por peças simples e atemporais que combinem com as demais de qualquer closet -, montar diferentes looks com o que eles já possuem no armário, e acertar na escolha da roupa segundo a ocasião. 

Maiara e Maraisa vestem figurinos selecionados
pela stylist brasiliense
.
"Vamos dar algumas orientações para quem se inscrever, como levar acessórios pessoais e a peça que considera mais difícil de usar porque acha que ela não combina com nenhuma outra. Em relação ao look adequado à ocasião, vamos falar sobre trajes de entrevistas de emprego e para casamentos, por exemplo. Nesse segundo caso, não sendo madrinha, não é preciso se desesperar atrás de um vestido longo que, na maioria das vezes, acaba sendo usado só naquele momento, e depois fica esquecido no armário", explica Cynara Boechat, que ainda fará o que chama de 'teste de estilo' com os participantes. 

"Há uma certa ciência por traz do nosso trabalho, porque para a seleção de roupas precisamos fazer um estudo da outra pessoa, apurar as necessidades e expectativas dela em relação à imagem pessoal, e o impacto que pretende alcançar. Tudo isso precisa estar de acordo com a personalidade de cada um", garante a personal stylist. 

E se gastar pouco está na moda, no curso de Cynara Boechat não vão faltar dicas para otimizar o guarda-roupa com a técnica da customização. 


Violência :Menina de 13 anos é violentada sexualmente por 5 colegas; crime é gravado e compartilhado na internet

O pivô dos crimes foi o namorado da vítima, que já sofria ameaças e retaliações protagonizadas por ele desde o ano passado.

Uma adolescente de 13 anos foi coagida, ameaçada, estuprada e agredida por cinco colegas de escola em Pompéu, cidade da região Central de Minas com cerca de 30 mil habitantes. 
Os autores ainda gravaram o crime e compartilharam o vídeo por redes sociais. Importante reforçar que, desde o ano passado, compartilhar ou oferecer cenas de estupro é crime e pode render até 5 anos de prisão (leia mais abaixo).

O pivô dos crimes foi o namorado da vítima, que já sofria ameaças e retaliações protagonizadas por ele desde o ano passado. “Ela iniciou um relacionamento com o adolescente, mas achou que seria de uma forma e não foi. Começou a perceber que ele não era uma pessoa muito confiável e ficou com muito medo”, relata a advogada da família da vítima, Débora Dutra.

A adolescente chegou a avisar a família, que foi à escola para que o problema fosse solucionado. “A escola se posicionou para resolver tudo amigavelmente. A família achou que tudo havia se resolvido, mas, na verdade, as ameaças continuaram. Com medo das chantagens, a menina parou de relatar à família”, afirma a defensora.

No fim de março, o namorado chamou a vítima para ir a um local abandonado, próximo à escola. Lá, mesmo com seguidos pedidos da adolescente para que o crime não fosse cometido, o autor a estuprou e filmou as cenas.

No dia seguinte, nova intimidação e novos crimes. “Ela estava na porta da escola, quando o rapaz a ameaçou. Disse que divulgaria o vídeo gravado no dia anterior se ela não fosse ao mesmo local. Apavorada com a possibilidade de ter a intimidade exposta, ela foi”, diz Dutra.

Chegando ao espaço, uma nova armadilha: quatro outros colegas estavam lá, esperando pela vítima. Durante a violência sexual, a adolescente ainda recebeu xingamentos, tapas, socos e puxões de cabelo dos cinco adolescentes, que filmaram e divulgaram as cenas nas redes sociais. “Ela não falou nada para a família, mas eles perceberam que o comportamento dela havia mudado. Ela chora muito, não está comendo”.

A família percebeu que tinha alguma ligação com a instituição de ensino e pediu a transferência da adolescente na última segunda-feira (1º). A suspeita é que os autores ficaram sabendo do pedido e, como retaliação, divulgaram o vídeo do estupro coletivo. No dia seguinte, a família foi à polícia registrar a ocorrência.

Polícia Civil informou que as investigações estão em andamento e que foi instaurado um inquérito policial para a apuração dos fatos, e a vítima realizou exame de corpo de delito. O Ministério Público e o Conselho Tutelar também já foram acionados.

“A título educativo, acredito que, se os fatos forem devidamente apurados, haverá sim punição. O que estamos desejosos é que tenha uma punição para que sirva de exemplo para outros meninos e meninas”, explica Dutra. O nome da unidade de educação foi preservado para não expor ainda mais a vítima.

A pessoa que recebeu o vídeo do estupro, mesmo estando em outra cidade ou Estado, não deve baixar as imagens e deletá-las imediatamente. É crime “oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou expor à venda, distribuir, publicar ou divulgar, por qualquer meio – inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou telemática -, fotografia, vídeo ou outro registro audiovisual que contenha cena de estupro ou de estupro de vulnerável ou que faça apologia ou induza a sua prática, ou, sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia”.

A lei que criminaliza a divulgação desse tipo de imagem foi sancionada em setembro do ano passado e prevê prisão de 1 a 5 anos. A importunação sexual foi definida em termos legais como a prática de ato libidinoso contra alguém sem a sua anuência “com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro”. Essa tipificação substituiu a contravenção penal de “importunação ofensiva ao pudor”.

Já o crime de estupro é previsto no art. 213, e consiste em “constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso”. Mesmo que não exista a conjunção carnal, o criminoso pode ser condenado a uma pena de reclusão de 6 a 10 anos. Quando o crime é cometido contra menor de 14 anos, torna-se estupro de vulnerável e a pena aumenta para 8 a 15 anos de prisão.

Link da matéria original
https://mceara.com/menina-de-13-anos-e-violentada-sexualmente-por-5-colegas-crime-e-gravado-e-compartilhado-na-internet

© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo