Mãe de bebê morta em Copacabana recebe alta: 'Acabaram com minha vida'

"Foi tudo muito rápido", revela Niedja da Silva Araújo, mãe da bebê de oito

meses que morreu em um atropelamento na Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, lamentou a morte da filha. Niedja da Silva Araújo deixou também foi uma das vítimas, que chegou a ser levada ao hospital Souza Aguiar, no Centro do Rio de Janeiro.

De acordo com o G1, a mulher foi tentar a liberação do corpo de Maria Louise Araújo Azevedo, mas não conseguiu pois a certidão rasgou. Um novo documento é necessário para dar continuidade no processo.
"Foi tudo muito rápido. Eu lembro quando ela já estava no chão e aí não lembro mais de nada. Eu não vi nada", contou.

Niedja pede Justiça e quem que o motorista, Antonio de Almeida Anaquim, de 41 anos, responda pelo acidente. O homem alega que teve um ataque epilético e um laudo do Instituto Médico Legal (IML) descartou que ele tivesse ingerido bebidas alcoólicas.
"A minha Maria, que eu amo tanto, que ele tirou de mim. Acabaram com a minha vida", lamentou a mãe.


Publicidade - Blog da Malu




© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo