Carnaval, previna-se das doenças bucais

Problemas como: mononucleose, sapinho e até sífilis são algumas das doenças transmitidas pelo beijo

O feriado mais esperado pelos brasileiros está chegando e a pegação é uma prática comum entre os foliões. Mas a notícia ruim é que o beijo pode ser um dos principais proliferadores de bactérias. De acordo com a dentista Ianara Pinho, algumas doenças como: cárie, gengivite, mononucleose, também conhecida como a doença do beijo, candidíase oral, popularmente chamada de sapinho, sífilis e a herpes podem ser transmitidas pela saliva.

Em geral, a dentista afirma que há maneiras de aproveitar, mas com cautela “Quem já sofre com problemas bucais, precisa ficar mais atento, inclusive aqueles que estão com a imunidade baixa, pois ficam mais vulneráveis”, alerta. Ainda segundo a dentista, alguns hábitos como: dormir bem, fazer as refeições na hora certa e beber bastante água podem prevenir as doenças bucais.
Transmissão pela saliva
Candidíase oral (sapinho) - São pequenas lesões brancas na língua ou na bochecha. O tratamento é feito com medicamento antifúngico.
Mononucleose (doença do beijo) - Com sintomas similares ao de uma gripe forte, a doença provoca: erupções cultanêas, inchaço nas glândulas, febre e fadiga. Não há um tratamento especifico, mas alguns medicamentos podem ajudar.
Herpes labial - São pequenas bolhas que ao romperem, tornam-se feridas contagiosas ao redor dos lábios. Deve ser tratado com antibiótico.
Cárie e gengivite – Como também são doenças bacterianas infecciosas, a cárie e a gengivite podem ser transmitidas pelo beijo, porém quem faz uma boa higienização bucal não fica vulnerável ao contagio.
Sífilis – Na fase secundária da doença, a transmissão pode acontecer pelo beijo, podendo provocar lesões na pele e na boca. O tratamento pode ser feito com antibiótico.

Para a dentista, alguns sinais podem indicar que há algo de errado. “Caso a pessoa detecte feridas, manchas ou nódulos na mucosa bucal ou nos lábios, ínguas etc é importante consultar um profissional”, aconselha Ianara.
Vale ressaltar ainda que, além de serem doenças que podem ser transmitidas pelo beijo existem outros tipos de contato via oral que precisam ser evitados. “Não compartilhe objetos como: batons, copos, talheres, escova de dentes, enfim objetos em que vírus, bactérias e outros microorganismos podem ser passados de uma pessoa para outra”.


Publicidade - Blog da Malu




© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo