BioTIC S/A recebe empresários alemães no Aeroporto Executivo de Brasília


O objetivo da comitiva de empresários da Alemanha é conhecer possíveis lugares para a instalação piloto de uma tecnologia inédita, que consiste na produção de combustível para aviação a partir de energia elétrica renovável

Representantes de cinco empresas alemãs – Sunfire, DLR (Centro Aeroespacial Alemão), Ineratec, EDL e Climeworks – e duas brasileiras – RTB e HyTron – estiveram ontem no Aeroporto Executivo de Brasília para conhecer o espaço. A visita ocorreu no âmbito do projeto Combustíveis Alternativos sem Impactos Climáticos, da cooperação Brasil-Alemanha, executado pela GIZ (Agência de Cooperação Técnica da Alemanha), em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

A delegação alemã esteve no local para realizar uma missão de reconhecimento. De acordo com a GIZ, a intenção deles é fazer avaliações, em busca de possíveis lugares para instalações piloto de uma tecnologia inédita, que consiste em produzir combustível de aviação a partir de energia elétrica renovável.

O processo para a produção desse combustível necessita de água e dióxido de carbono (CO2), além de energia elétrica, que pode ser obtida por energia solar.

BioTIC S/A – A BioTIC S/A recebeu os empresários e a GIZ, juntamente com representantes do MCTIC, da ANP e da UnB, para apresentar o potencial da área de 977 hectares, de propriedade da empresa.

A BioTIC S/A foi criada para viabilizar a implantação do Parque Tecnológico. A intenção da subsidiária é dar todo o apoio necessário à pesquisa e ao desenvolvimento tecnológico para a produção de combustíveis alternativos sustentáveis.

A área localizada no Aeroporto Executivo serviria como um campus estendido do Parque Tecnológico e seria o local mais apropriado para a instalação do projeto inovador conduzido pela GIZ e o MCTIC.

Com o projeto de cooperação Brasil-Alemanha dos Combustíveis Alternativos, o local poderia ter mais um atrativo: abastecer aviões de forma limpa ao clima. MCTIC e GIZ ficarão em contato com a BioTIC S/A, para definir o tamanho adequado da eventual instalação e a área necessária para a geração da energia elétrica renovável.

 A BioTIC S/A é 100% pertencente à Terracap. Sua administração é composta por pessoas do quadro da Agência de Desenvolvimento. Os cargos não são remunerados. Após a consolidação do Parque Tecnológico, o objetivo é abrir o capital da subsidiária e transferir o seu controle para a iniciativa privada.

Ascom/Terracap 3342-2328/1137







Publicidade - Blog da Malu




© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo