Relembre as extraordinárias adaptações de grandes obras literárias feitas para a televisão que foram do sucesso ao fracasso

Você já escutou alguém dizer por aí que os livros tem a capacidade de nos teletransportar para lugares improváveis? Até impossíveis? A equipe do TV Foco  diz não sabemos quem foi o autor ou autora desse pensamento, mas certamente assinamos embaixo desses dizeres. O processo de leitura de um livro é altamente complexo e prazeroso, tudo porque ao ler um livro (com histórias fictícias no caso) somos obrigados a usar a nossa imaginação.

Graças a essa magia da leitura diversas obras literárias são noticiadas como as mais lidas de tempos em tempos. O melhor disso é quando autores se inspiram em histórias geniais e fazem adaptações para a televisão nas novelas. Já pensou “assistir” um livro? Pois é, basicamente é sobre esse tema que vamos falar neste especial criado pelo TV Foco.

ORGULHO E PAIXÃO
Atualmente no ar na faixa das seis na Rede Globo, Orgulho e Paixão está começando a conquistar o seu público. Além de usar e abusar de romance, humor e retratar histórias de mulheres de diversas personalidades, a trama bebe de uma excelente fonte, o universo da escritora Jane Austen. Dessa grande escritora inglesa, o autor Marcos Bernstein se inspirou nos livros: Razão e Sensibilidade, Orgulho e Preconceito, Emma, A Abadia de Northanger e Lady Susan.
Protagonizada pela atriz Nathalia Dill, o folhetim está marcando em média 21 pontos de média e está superando a meta da emissora.

APOCALIPSE 
A novela da Record TV tem como inspiração talvez o maior livro lido da história da humanidade, a bíblia. Diante dessa perspectiva a trama deveria ser um estouro no Brasil todo, não? É… em teoria sim, mas na prática Apocalipse vem conquistando uma tímida audiência, abaixo do esperado pela emissora. O que é uma pena já que na própria Record tem o exemplo de Os Dez Mandamentos, uma trama que alcançou grande sucesso no Brasil e nos países vizinhos.

ESCRAVA ISAURA
Baseada na história criada por Bernardo Guimarães, Escrava Isaura teve grande sucesso em suas duas versões criadas pela Globo e pela Record. Na trama global dos anos 80, Lucélia Santos deu vida à protagonista, já nos anos 90 foi a vez de Bianca Rinaldi ganhar o seu destaque. Essa novela brasileira é considerada uma das mais exportadas para o mundo e teve o mesmo sucesso do livro e seu país de origem.

GABRIELA
Gabriela é um dos romances de Jorge Amado que foi reformulada para a televisão, é clássico de nossa literatura e foi interpretado em folhetim por duas vezes. Na primeira vez, Sônia Braga, em 1975, retratou na tevê a mocinha da novela escrita por Walter George Dust. Da segunda vez, quem estava no comando era Walcyr Carrasco, e a atriz Juliana Paes interpretava a sedutora e inocente protagonista. As tramas foram excelentes em sua audiência na época de transmissão.

BRIDA
No passado, a extinta Rede Manchete criou a novela Brida no ano de em 1998. A novela fracassou na busca do primeiro lugar e teve até que ser tirada do ar por falta de pagamento do elenco e inúmeras dívidas. Em Brida, sob autoria de Jayme Camargo, a atriz Carolina Kasting interpretou a jovem que descobre ser uma bruxa e se envolve em um triângulo amoroso. A trama é baseada no livro do escritor brasileiro Paulo Coelho e, ao contrário do fracasso da novela com média pífia de 2 pontos no Ibope, o livro é vendido feito água no deserto no mundo todo.

CABOCLA
Tendo como base a história do autor Ribeiro Couto, no ano de 2004, a Rede Globo produziu uma adaptação para a tevê do livro Cabloca. E na época, Benedito Ruy Barbosa conquistou o público brasileiro com sua novela.

OS MISERÁVEIS
Nos anos 60, a Rede Bandeirantes levou ao ar uma trama que tinha o romance francês de Victor Hugo como inspiração. Na ocasião, a adaptação da obra ficou por encargo de Walther Negrão e foi transmitida na faixa das 19h com a média de quase 5 pontos de audiência.
ÉRAMOS SEIS
Éramos Seis foi uma telenovela feita pelo SBT no ano 1994. O folhetim de época, apesar da dura concorrência, fez determinado sucesso. Sílvio de Abreu e Rubens Edwald Filho se inspiraram no romance literário de Maria José Dupré. Recentemente foi anunciado que a Globo produzirá sua versão da trama e Elizabeth Savalla está cotada para a protagonista.


Publicidade - Blog da Malu




© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo