Ressaca de Vinho? Tome café!

Você já pensou em começar o seguinte diálogo com o sommelier do seu restaurante predileto:
– Olá, boa noite. Como vai a família? Trago o seu vinho preferido e as entradas de sempre?
– Todos bem, obrigado por perguntar. Por enquanto, apenas um café… e a carta de vinhos.
Parece meio surreal, não é?
Mas, se você costuma sofrer de ressaca após algumas taças de vinho, essa pode ser uma boa ideia.
Foi o que descobriu o Dr. Seymour Diamond, também conhecido pelo curioso apelido “The Headache Godfather”.

Você sabe por que às vezes acorda com aquela “braba” ressaca de vinho no dia seguinte?

Vamos lá…
Além do álcool, também influenciam os taninos, a presença de açúcar e a liberação de histaminas que ocorre.
Primeiro: A mistura de açúcar com álcool causa uma desidratação maior do que o seu corpo está acostumado.
E por isso é tão importante você beber água – CONSTANTEMENTE !!! – enquanto está tomando o seu vinho.
Essa desidratação é determinante para aquela dor de cabeça chata.
Nesse processo, seu corpo passa a produzir e liberar grande quantidade de histaminas, que são como uma resposta do seu organismo a inflamações e alergias.
(afinal, seu corpo não está achando nada legal essa presença desproporcional de álcool no sangue)
Como resultado, entre outros efeitos, a histamina causa vasodilatação e redução da pressão sanguínea e você sente o rosto “queimar” e as bochechas vermelhas.
Eventualmente, também alguma secura nos olhos e secreção nasal.
E, claro, esse quadro agravará sua dor de cabeça no dia seguinte.
Aí, já que você está com o rosto pegando fogo, a cabeça doendo e os olhos meio secos, os taninos te amarram a boca e deixam tudo ainda mais desconfortável.

E o que você pode fazer para minimizar os efeitos da ressaca quando exagera no vinho?

Bom, o Dr Diamond, presidente executivo da National Headache Foundation, identificou em seus estudos que Duas doses de café antes do vinho, podem minimizar os efeitos da ressaca.
Isso porque a cafeína tem o poder de estreitar os vasos sanguíneos e reduzir os efeitos vasculares do vinho.
E mais, se você adoçar o seu café com mel, seu organismo também será capaz de processar mais rapidamente o álcool ingerido.
Agora se você acha que todo esse café pode te estragar “a boca” para o vinho, então você pode – deve – beber bastante água enquanto aprecia suas taças e assim reduz as chances de acordar com aquela ressaca de vinho.
De preferência, aproveita-las com calma. E, entre uma taça e outra, pode tomar um antí-histamínico.
(isso, claro, depois de consultar o seu médico e discutir com ele a hipótese e ouvir sua recomendação)
Com moderação e hidratação, você aproveita o melhor do vinho e evita a desagradável ressaca.
Gostou? Então compartilhe com os amigos. e Tim Tim


© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo