Comportamento: Além do sexo

Sex shop inaugura trazendo um novo olhar sobre empoderamento, bem-estar e sexualidade feminina 
Já imaginou um lugar que une saúde e prazer? Esta é a proposta da nova butique erótica da capital,  Sagrado Prazer (CLSW 101), que inaugura no próximo dia 14. A ideia do negócio surgiu pelas mãos da terapeuta sexual Kamilla Barbosa, que enxergou a oportunidade de expandir e inovar o segmento, trazendo uma proposta que vai muito além dos tradicionais óleos de massagem e brinquedos eróticos. A empresária resolveu apostar no mercado que está em plena ascensão no Brasil. Segundo dados da Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico e Sexual (ABEME),os empreendimentos desse nicho faturaram juntos mais de R$ 1 bilhão, só no último ano, gerando cerca de 100 mil empregos diretos e indiretos. 

Entre os artigos comercializados estão os já conhecidos géis que aumentam o prazer, calcinhas comestíveis e vibradores, o novo espaço também oferece danças, palestras, workshops e eventos, tudo isso para aumentar a autoestima, bem-estar, autoconhecimento e, principalmente, empoderamento. Além disso, como diferencial, a terapeuta dará consultorias e aulas para ensinar a utilização dos brinquedos e produtos eróticos para fins terapêuticos. 


  “Nossa proposta é ir muito além do sexo. Queremos um espaço completo para promover saúde, bem-estar e informação. O Brasil ainda engatinha nessa área.  O sexo ainda é um tabu e precisamos romper isso. Afinal, é algo que todo mundo faz,  é saúde! Melhora autoestima, o sono, queima calorias, ajuda com estresse, é um remédio contra dor e ainda previne doenças cardiovasculares, se praticado todos os dias”, afirma a psicoterapeuta Kamilla Barbosa. 

Público 
Geralmente são as mulheres que gostam de inovar na hora da sedução. Segundo a ABEME, elas são responsáveis por 71% das compras de produtos e acessórios.  E, vale de tudo, desde fantasias, massagens diferenciada, óleos, produtos e até uma dança mais sensual. Mas a proposta do Sagrado, diferentemente dos demais sex shops, que normalmente são lugares misterioso, escuro e pequenos, é trazer um espaço aconchegante e confortável para que os clientes, homens e mulheres,  sintam-se à vontade tanto para comprar quanto para realizar as demais atividades oferecidas. 

Linha do tempo dos Sex Shops

1995 - Produtos vendidos no Brasil ainda eram importados dos Estados Unidos e Alemanha; 

1997 - Aconteceu a primeira feira de produtos eróticos, em São Paulo, a Erotik Fair. O público era em sua maioria era masculino; 

2002 -  As mulheres começam a aparecer, e já eram 40% entre os consumidores de produtores eróticos;

2006 - Acontece o primeiro evento para os lojistas, Eroticpoint Business; 

2011 -  A modalidade de venda direta já contava com 65 mil consultoras. E, com o filme De Pernas Pro Ar, a consultoria domiciliar aumentou 21%; 

2012 - Com o best-seller 50 tons de cinza, a venda de artigos de sadomasoquismo tiveram um aumento de 35%; 

2013 -  Entram as redes sociais, e 95% das vendedoras já anunciavam seus produtos por elas. Ainda, as mulheres alcançam a marca de 60% no consumo dos brinquedos eróticos; 

Serviço: 
Sagrado Prazer 
Onde? CLSW 101 Bl C Lj 37
Contato?  (61)3046-8172
Intagram: https://www.instagram.com/sagrado.prazer/




Publicidade - Blog da Malu




© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo