Pai relata momentos de 'terror' ao ver filha de 2 anos ser sequestrada no DF

Ele estava no carro com os criminosos, mas se jogou na pista para pedir ajuda. Criança foi resgatada 'em estado de choque' e três suspeitos foram detidos.

Por G1 DF e TV Globo

O pai de uma menina de 2 anos sequestrada em Samabaia, no Distrito Federal, na noite desta quarta-feira (14) disse ter vivido momentos de "terror" ao ver a filha ser levada pelos criminosos (veja vídeo abaixo).

Os dois estavam no mesmo carro, uma caminhonete cabine dupla, mas o homem se jogou na pista para tentar pedir ajuda – a criança foi resgatada em "estado de choque", segundo a Polícia Militar. O pai conversou com a reportagem, mas não quis se identificar.

"Foi um terror. O pior momento da minha vida, que eu acho que não queria nem estar vivo pra passar por isso, ver eles esticando com o carro e ela lá dentro."

Menina de 2 anos que foi sequestrada junto com o pai em Samambaia, no Distrito Federal.
A família se preparava para viajar no feriado quando foi abordada por um homem armado próximo à casa de uma tia da menina. "O cara abriu a porta [da caminhonete], e pediu pra eu chegar pro lado do passageiro."

"Ele perguntou se eu tinha dinheiro e eu falei que não. Eu disse: 'Cara, deixa eu descer com a criança, porque aí você fica à vontade'. Tentei negociar de todas as formas e muito calmo, com a neném grudada no meu pescoço."

"Ele dirigia com uma mão e, com a outra, apontava a arma pra mim."
Então, segundo o relato do pai, o sequestrador reduziu a velocidade, "como se estivesse procurando um endereço". Quando chegou à quadra 403, ainda em Samambaia, outros quatro homens entraram na caminhonete.

"Foi quando eu me apavorei e pensei: 'Agora eu tô morto, minha vida acabou'. Já puxaram a minha filha do meu pescoço e botaram no colo. Pra mim, foi o fim."

A reação imediata do pai foi "avançar" sobre o motorista, na tentativa de desarmá-lo. "Estava quase conseguindo, quando o outro veio por trás, me deu um mata leão, e começaram as coronhadas na cabeça e na região do tórax. Eu sei que apaguei."

"Quando eu voltei, já estava no banco de trás e olhei pra minha filha no colo de um elemento. Ele falou: 'Se tu olhar pra mim, ela morre', com a arma na cabeça dela."
Desesperado, o pai disse à reportagem que aproveitou um momento de baixa velocidade da caminhonete para se jogar na pista. "Na hora que ele passou o quebra mola, que tentou retornar, foi a hora que eu dei um sopapo e me joguei."

Um carro da polícia estava logo atrás, fazendo monitoramento de rotina e, diante da cena inesperada, começou a perseguição. A criança foi resgatada na quadra 621, onde os criminosos abandonaram a caminhonete depois de bater o carro.

Segundo a Polícia Militar, eles dirigiram de forma "tão perigosa" que o reboque onde havia um jetsky perdeu uma das rodas. Um carro da PM capotou durante a peseguição.

Os sequestradores fugiram correndo para um matagal, mas três deles foram encontrados 7 horas depois, em outro carro, no Recanto das Emas. Eles trocaram tiros com os policiais, mas acabaram detidos.
Um assaltante de 21 anos, reconhecido como o homem que abordou o pai da criança, ficou ferido e foi levado ao Hospital Regional de Taguatinga.
Outro suspeito, de 20 anos, foi identificado como o criminoso que ameaçou atirar na bebê. Um adolescente de 15 anos também foi identificado e levado à Delegacia da Criança e Adolescente.


Publicidade - Blog da Malu




© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo