Internacional:Airbus pressiona Londres para chegar a acordo sobre o Brexit

O presidente executivo do consórcio aeroespacial europeu Airbus lançou nesta quinta-feira uma advertência severa aos dirigentes britânicos, anunciando decisões "muito dolorosas" em caso de um Brexit sem acordo, o que reforçou a preocupação em Londres sobre um êxodo de empresas.

A dois meses do Brexit, previsto para 29 de março, o diretor máximo do grupo Tom Enders divulgou um vídeo de tom duro com um alerta adicional à classe política do Reino Unido, um dia após a decisão da gigante eletrônica japonesa Sony de tirar sua sede europeia do país e migrá-la para a Holanda.

"É uma vergonha que, mais de dois anos depois do resultado do referendo de 2016, as empresas ainda não possam planejar adequadamente o futuro", afirmou Enders em mensagem solene de três minutos de duração publicado no site da Airbus.

O consórcio aeroespacial europeu, do qual participam França, Alemanha, Espanha e Reino Unido, emprega mais de 14.000 pessoas neste último país, onde fabrica as asas de seus aviões.

"Se houver um Brexit sem acordo, teremos que tomar decisões potencialmente muito dolorosas para o Reino Unido na Airbus", afirmou Enders, dirigindo-se à câmera.

As atividades industriais da gigantes aeronáutica dependem, em grande medida, da fluidez do comércio. Por isso, a perspectiva de um Brexit duro preocupa o grupo com sede em Toulouse, no sul da França, que nunca escondeu sua oposição à saída britânica do bloco.

Contudo, o tom de advertência de Enders não tem precedentes e é ainda impactante porque se soma uma série de más noticias que estão afetando a economia britânica.

Além da Sony, outro grupo tecnológico, Dyson, anunciou na terça-feira sua saída da Inglaterra para Singapura, embora tenha garantido que esta decisão não estava ligada ao Brexit.

Na quinta passada, a gigante holandesa de eletrodomésticos Philips anunciou o fechamento de sua única fábrica britânica, ameaçando 430 postos de trabalho em Suffolk, no leste da Inglaterra. No mesmo dia, o conglomerado japonês Hitachi congelou um enorme projeto de central nuclear em Gales.
Jornal do brasil
pn/jbo/acc/zm/pb/ll


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante!

Publicidade - Blog da Malu




© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo