Internacional: 13 Coisas Que Você Deve Saber Sobre A Cultura Paquistanesa

Se há um país cuja cultura é claramente contrastada por sua imagem internacional tem que ser o Paquistão. 

Os paquistaneses em todo o mundo enfrentam frequentemente o dilema de explicar o que a sua cultura realmente implica, graças a anos de exagero dos meios de comunicação e definição da agenda. Além do desapontamento democrático e econômico, habita um mundo da sociedade civil paquistanesa que trabalha resilientemente contra todas as probabilidades de manter o que é mais intacto: sua cultura vibrante. Vamos tentar conhecer o Paquistão um pouco melhor:

As mulheres de Kailash celebram a dança.
Graças à sua diversidade histórica, geográfica e étnica, a cultura paquistanesa é um caldeirão de influências indianas, persas, afegãs, da Ásia central, do sul da Ásia e do oeste da Ásia. 

Existem mais de 15 grandes grupos étnicos no Paquistão, que diferem em características físicas, linhagens históricas, costumes, roupas, comida e música. Algumas delas incluem Punjabis, Sindhis, Baloch, Pashtuns, Caxemira, Hazaras, Makranis e Baltis, provenientes de regiões tão próximas de casa como a Civilização do Vale do Indo ou até a África ou o Tibete. Além dos antigos elementos étnicos, a influência religiosa do Islã também moldou fortemente a cultura paquistanesa desde a sua primeira aparição na região em 700 dC
 A cultura paquistanesa é muito diversa

Muitas línguas diferentes são faladas no Paquistão
O número oficial de línguas ativamente faladas no Paquistão é entre 73 e 76. Isso significa que dentro de horas de diferença entre os distritos do país, existem línguas que outros grupos em diferentes regiões não falam. A mais popular das línguas, no entanto, pertence aos maiores grupos étnicos com sua própria literatura moderna e antiga, como histórias, filosofia, poesia, academia e roteiros religiosos e espirituais. A maioria dos idiomas no Paquistão pertence ao grupo lingüístico indo-iraniano, incluindo urdu, a língua nacional.

As pessoas são amigáveis, mas a segregação entre gêneros ainda existe

Devido às influências islâmicas e tribais, as regiões não-urbanas do Paquistão têm variadas níveis de segregação de gênero, enquanto as grandes cidades também têm expectativas conservadoras em termos de interações entre homens e mulheres. 
Os casais geralmente não se abraçam ou se beijam em público de maneira não-platônica. Independentemente disso, o povo do Paquistão é útil, amigável, acessível e humilde.

Os paquistaneses adoram ouvir - e fazer - música
Diversas culturas expuseram músicos paquistaneses a muitas formas e estilos poéticos diferentes, além de idiomas e literatura. Qawwali e Ghazal são os tesouros auditivos da nação. Com base nisso, os programas de TV paquistaneses, como o Coke Studio , acumularam milhões de fãs internacionalmente e localmente, de não-paquistaneses a falantes não-urdu. A nação também produziu cantores lendários, como Nusrat Fateh Ali Khan e poetas como Faiz Ahmed Faiz, que deixaram uma tremenda influência na cultura e na consciência coletiva do povo. Músicos contemporâneos também brincam com estilos modernos e desenvolvem fusões na língua urdu, do blues, do funk, do rock e do jazz.

Os laços familiares são fortes no Paquistão
A família vem em primeiro lugar no Paquistão devido a questões religiosas, culturais, econômicas e sociais valores. A sociedade paquistanesa não é liderada pelo individualismo, mas sim pelo coletivismo, onde a família e outros relacionamentos mantêm um forte apoio mútuo.

A cultura paquistanesa inclui um excelente artesanato
A arte camuflada paquistanesa não é o único exemplo mundialmente famoso de artesanato. Passou através das gerações do artesanato paquistanês, inclui uma infinidade de estilos, materiais e estética. Caligrafia em árabe é uma das habilidades mais proeminentes encontradas em muitos edifícios locais e locais e tapeçarias, como trabalhos de cobre, pinturas e madeira esculpida. Cerâmica, especialmente cerâmica azul, típica de Sindh e Multan, é amada em todo o mundo por seu visual. Naqashi, ou a fabricação de arte de lâmpadas de pele de camelo, é outro exemplo de artesanato local longo com o trabalho de azulejos coloridos, que é um legado de Mughal.

O sufismo deu origem a belas poesias e músicas
O islamismo predominante e o misticismo islâmico são predominantes no Paquistão, mas muitas vezes os clérigos linha-dura, que seguem a escola de pensamento Wahhabi, rejeitam a tradição do misticismo ou Sufismo que adicionou grande beleza ao já único sabor islâmico do país. Os sufis mostram sua devoção através de muitos meios, como dança, poesia, turbilhão, meditação, etc. Algumas das mensagens de amor mais avançadas e unificadoras espiritualmente do país são encontradas na poesia sufi. Os linha-duros podem tentar isolá-los, mas a população não pode deixar de se deixar levar por eles.

Os paquistaneses amam um pouco demais
Chai está em toda parte no Paquistão, provavelmente em um sentido semelhante a como a cerveja é nos países consumidores de álcool . Na verdade, o Paquistão é o terceiro maior importador de chá, embora também seja cultivado algum chá no local. Os paquistaneses fazem seu chá forte e doce em leite ou leite diluído, dependendo de sua preferência. Às vezes, o cardamomo e outras especiarias são adicionados ao chá em ocasiões especiais. O chá preto foi introduzido no país pelos ingleses durante os anos coloniais, mas o chá verde, no entanto, faz parte da cultura local há milhares de anos. A hora do chá é uma hora tão importante que muitas pessoas desfrutam do chá da tarde em hotéis de cinco estrelas, que basicamente incluem um bufê de chás e todos os lanches de cortesia que o acompanham.

Os paquistaneses são muito hospitaleiros
turistas e visitantes, sejam nacionais ou internacionais, são sempre recebidos de braços abertos. Até os trabalhadores mais pobres se esforçam para ajudar os novos visitantes. As crenças culturais e religiosas encorajam os paquistaneses a mostrar amor e respeito aos hóspedes. No Islã, especialmente, um convidado é uma bênção de Deus e é ensinado que ele deve receber o melhor tratamento possível.

Os paquistaneses adoram esportes, especialmente cricket
O críquete pode ter sido um esporte que foi introduzido no Paquistão pelos britânicos, mas hoje, o país não apenas fez isso, mas também criou um dos as melhores equipes de críquete do mundo. 

Outros esportes, como hóquei, squash e badminton, também são amplamente praticados e apreciados. O pólo tem um lugar especial no norte do Paquistão também, com um dos mais altos pólos do mundo situado aqui.
Os paquistaneses são resilientes e trabalhadores
É de conhecimento geral que a nação paquistanesa sofreu com a situação econômica do país. pobreza desenfreada e alto analfabetismo. Ataques terroristas e misgovernment também levaram a conseqüências terríveis. Independentemente de seus sofrimentos, o espírito do Paquistão vive e a nação continua a esperar e trabalhar por um futuro melhor. O povo do Paquistão se elevaria se conseguisse o sincero esforço político e a liderança que merece.

Os paquistaneses têm grandes casamentos
Os casamentos paquistaneses são o epítome da riqueza de sua cultura e apenas um único casamento irá apresentar os muitos elementos dessas tradições locais.

Casamentos paquistaneses são carregados com uma infinidade de cores, belos tecidos fluidos bordados em sedas e chiffon, comida tentadora, palcos tradicionalmente decorados e muita música e dança. Casamentos no Paquistão são um assunto sério, com preparativos começando meses antes. Afinal, a maioria dos casamentos locais dura entre três a seis dias. As comemorações geralmente começam com um dia dedicado à aplicação da hena, seguido por uma noite musical e uma noite de rituais tradicionais para abençoar o casal. Então, há jantares que duram dois dias jogados pelo lado da noiva e do noivo da família.

Os paquistaneses não mantêm a calma e não sentem frio
Os paquistaneses são um povo apaixonado, emocional, expressivo e colorido - apenas como a sua cultura. O que quer que eles amem, eles fazem - com muito entusiasmo e excitação. Eles adoram celebrar, não importa a ocasião, e festejar, presentear, dar festas e ter grandes reuniões regulares com amigos e familiares é muito comum.

Com informações do portal:https://pt.yourtripagent.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante!

© Blog da MaluTodos os direitos reservados.
imagem-logo