quinta-feira, 12 de maio de 2016

Maio Amarelo chega à Universidade de Brasília

Um espaço exclusivo foi criado para ampla divulgação do Movimento entre os estudantes
O Detran-DF, em parceria com o DER, Polícia Rodoviária Federal, Batalhão de Trânsito, DFTrans, Secretarias de Educação e Cultura, Corpo de Bombeiros e o Programa de Pós-graduação em Transportes da UnB, realizou diversas atividades educativas de trânsito, nesta quarta-feira (11), no Campus Darcy Ribeiro da Universidade de Brasília, como parte das ações do movimento Maio Amarelo 2016.
 A área próxima ao Restaurante Universitário abrigou a estrutura do evento, que durou cerca de quatro horas. O objetivo foi chamar a atenção da comunidade universitária para o tema da campanha deste ano, que é #eusou+1 Por um Trânsito mais Humano, além de conscientizar os estudantes sobre a importância de reduzir o número de acidentes nas vias.

Durante o evento, foram distribuídos materiais informativos e kits do Maio Amarelo em vários pontos da universidade e no estande montado especialmente para a realização das atividades. Também foram realizadas no Campus blitzes educativas e abordagens a pedestres e ciclistas.
Cinema rodoviário
A Polícia Rodoviária Federal levou o Projeto Cinema Rodoviário, que exibiu filmes educativos relacionados a infrações que geralmente se convertem em acidentes de trânsito. Também foi realizada uma exposição de viaturas e motos dos órgãos de fiscalização de trânsito, que ficaram disponíveis à população para registros fotográficos. 
A Diretoria de Educação no Trânsito do Detran levou os bonecos Amigos do Trânsito, os Yellow Man (artistas vestidos e pintados de amarelo), o personagem Faixa de Pedestre Ambulante (que usa perna de pau e veste uma roupa listada) e pessoal de apoio para a distribuição de material educativo.
Caminhada pela Universidade

Ao som de uma banda de pífano – marca da cultura nordestina – foi realizada uma caminhada a partir da entrada do ICC Sul. As bandas de pífano são representadas nas artes figurativas típicas e nas xilogravuras de cordel. Tudo isso, a fim de chamar a atenção dos universitários para as propostas do Maio Amarelo, que é atenção à vida no trânsito.
Os organizadores também prepararam uma travessia simbólica em uma das faixas de pedestres que dá acesso aos pavilhões Anísio Teixeira e João Calmon, no ICC Norte. Antes, porém, fizeram uma pausa para cantar a paródia sobre a faixa de pedestre. ...“Mas olha direito, estica o braço, faz sinal de vida...” é um pequeno trecho da música.  O evento foi encerrado com a apresentação da Banda do Corpo de Bombeiros Militar do DF. 
Atenção! É Maio Amarelo!

Pela primeira vez, o Maio Amarelo está mobilizando todos os órgãos de trânsito, as forças da Segurança Pública, secretarias do governo, universidades e grupos de pedal de todo o Distrito Federal. Segundo a diretora de Educação de Trânsito do Detran, Glaucia Simões, essa parceria tende a se fortalecer nos próximos maios que virão.
Durante este mês, o Edifício Sede do Detran, o Palácio do Buriti, o Congresso Nacional, a Ponte JK, a Esplanada dos Ministérios, o Palácio do Planalto, a Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida e a Caixa d'água de Ceilândia estarão iluminados com luzes amarelas, em alusão ao significado da cor nos semáforos: atenção.
Assessoria de Comunicação
Departamento de Trânsito do Distrito Federal
facebook.com/detrandf

http://www.detran.df.gov.br/

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo