sábado, 2 de julho de 2016

Hillary depõe ao FBI sobre possível violação de ordens federais

Pré-candidata à presidência americana usou apenas um e-mail pessoal em seu trabalho como secretária de Estado, entre 2009 e 2013.Hillary Clinton, provável candidata democrata na disputa presidencial de novembro nos EUA, foi ouvida neste sábado (2) pelo FBI sobre o fato de ter usado e-mail pessoal, e não institucional, quando era secretária de Estado.O porta-voz de sua campanha, Nick Merrill, disse em nota que a ex-senadora se apresentou voluntariamente para o depoimento, que durou três horas e meia."Ela está satisfeita por ter a oportunidade de ajudar o Departamento de Justiça a chegar a uma conclusão nesse caso. Devido ao nosso respeito pelo processo, ela não fará comentários adicionais sobre o depoimento".
Hillary Clinton usou apenas um e-mail pessoal em seu trabalho como secretária de Estado, entre 2009 e 2013, o que poderia configurar uma violação a ordens federais.Em um relatório entregue ao Congresso dos EUA no final de maio, o inspetor-geral do Departamento de Estado disse que Hillary "tinha a obrigação de discutir o uso de uma conta de e-mail pessoal para questões profissionais" com autoridades responsáveis por lidar com registro de dados e com segurança, mas que não foi encontrada "nenhuma evidência" de que ela tenha feito isso.
 Com informações da Folhapress.

imagem-logo
© Repórter Malu - 2015 - Todos os direitos reservados.
imagem-logo